Autor: Editor

A Impotência Sexual

A Impotência Sexual

A disfunção erétil (impotência) é a incapacidade de obter e manter uma ereção firme o suficiente para o sexo.

Ter problemas de ereção de vez em quando não é necessariamente um motivo de preocupação. Se a disfunção erétil é um problema constante, ela pode causar estresse, afetar sua autoconfiança e contribuir para problemas de relacionamento. Problemas em obter ou manter uma ereção também podem ser um sinal de uma condição de saúde subjacente que precisa de tratamento e um fator de risco para doenças cardíacas.

Se você está preocupado com disfunção erétil, converse com seu médico – mesmo se você estiver envergonhado. Às vezes, o tratamento de uma condição subjacente é suficiente para reverter a disfunção erétil. Em outros casos, medicamentos ou outros tratamentos diretos podem ser necessários.

Cuidados de disfunção erétil na Mayo Clinic

Sintomas
Os sintomas de disfunção erétil podem incluir persistentes:

Problemas para obter uma ereção
Dificuldade para manter uma ereção
Desejo sexual reduzido
Quando ver um médico
Um médico de família é um bom lugar para começar quando você tem problemas de ereção. Consulte o seu médico se:

Você tem dúvidas sobre suas ereções ou está passando por outros problemas sexuais, como ejaculação precoce ou tardia
Você tem diabetes, doença cardíaca ou outra condição de saúde conhecida que pode estar ligada à disfunção erétil
Você tem outros sintomas junto com a disfunção erétil
Solicite uma consulta na Mayo Clinic
Causas
A excitação sexual masculina é um processo complexo que envolve o cérebro, hormônios, emoções, nervos, músculos e vasos sanguíneos. A disfunção erétil pode resultar de um problema com qualquer um deles. Da mesma forma, preocupações com estresse e saúde mental podem causar ou piorar a disfunção erétil.

Às vezes, uma combinação de problemas físicos e psicológicos causa disfunção erétil. Por exemplo, uma condição física menor que retarda sua resposta sexual pode causar ansiedade sobre a manutenção de uma ereção. A ansiedade resultante pode levar ou piorar a disfunção erétil.

Causas físicas da disfunção erétil
Em muitos casos, a disfunção erétil é causada por algo físico. Causas comuns incluem:

Doença cardíaca
Vasos sanguíneos entupidos (aterosclerose)
Colesterol alto
Pressão alta
Diabetes
Obesidade
Síndrome metabólica – uma condição que envolve aumento da pressão arterial, altos níveis de insulina, gordura corporal ao redor da cintura e colesterol alto
Mal de Parkinson
Esclerose múltipla
Certos medicamentos prescritos
Uso do tabaco
Doença de Peyronie – desenvolvimento de tecido cicatricial no interior do pênis
Alcoolismo e outras formas de abuso de substâncias
Distúrbios do sono
Tratamentos para câncer de próstata ou próstata aumentada
Cirurgias ou lesões que afetam a área pélvica ou medula espinhal
Causas psicológicas da disfunção erétil
O cérebro desempenha um papel fundamental no desencadeamento da série de eventos físicos que causam uma ereção, começando com sentimentos de excitação sexual. Várias coisas podem interferir nos sentimentos sexuais e causar ou piorar a disfunção erétil. Esses incluem:

Depressão, ansiedade ou outras condições de saúde mental
Estresse
Problemas de relacionamento devido a estresse, má comunicação ou outras preocupações
Fatores de risco
Conforme você envelhece, as ereções podem levar mais tempo para se desenvolver e podem não ser tão firmes. Você pode precisar de mais contato direto com seu pênis para obter e manter uma ereção.

Vários fatores de risco podem contribuir para a disfunção erétil, incluindo:

Condições médicas, particularmente diabetes ou problemas cardíacos
O uso de tabaco, que restringe o fluxo sanguíneo para veias e artérias, pode – ao longo do tempo – causar condições crônicas de saúde que levam à disfunção erétil
Estar acima do peso, especialmente se você for obeso
Certos tratamentos médicos, como cirurgia de próstata ou tratamento de radiação para câncer
Lesões, particularmente se danificarem os nervos ou artérias que controlam as ereções
Medicamentos, incluindo antidepressivos, anti-histamínicos e medicamentos para tratar a pressão alta, dor ou condições da próstata
Condições psicológicas, como estresse, ansiedade ou depressão
Uso de drogas e álcool, especialmente se você é um usuário de drogas a longo prazo ou bebedor pesado
Complicações
As complicações resultantes da disfunção erétil podem incluir:

Uma vida sexual insatisfatória
Estresse ou ansiedade
Constrangimento ou baixa auto-estima
Problemas de relacionamento
A incapacidade de engravidar sua parceira
Prevenção
A melhor maneira de prevenir a disfunção erétil é fazer escolhas saudáveis ​​no estilo de vida e administrar quaisquer condições de saúde existentes. Por exemplo:

Leia também: Estimulante sexual masculino qual é o melhor

Trabalhe com seu médico para gerenciar diabetes, doenças cardíacas ou outras condições crônicas de saúde.
Consulte o seu médico para exames regulares e exames de triagem médica.
Pare de fumar, limite ou evite álcool e não use drogas ilegais.
Exercite regularmente.
Tome medidas para reduzir o estresse.
Obtenha ajuda para ansiedade, depressão ou outros problemas de saúde mental.

Sem comprimidos: 6 remédios contra a disfunção erétil

Sem comprimidos: 6 remédios contra a disfunção erétil

Sem comprimidos: 6 remédios contra a disfunção erétil
É o objecto de piadas e mesmo o gracejo populares inventou várias sinónimos engenhosas para descrever, mas a disfunção eréctil (DE) -a incapacidade de atingir ou manter uma erecção satisfatoriamente não é para levá-lo como uma piada. Pelo menos para aqueles que sofrem, é um assunto muito sério. Isso não apenas torna impossível para você fazer sexo, mas também arruína sua autoestima; é quando não é um sintoma de algo ainda pior, como doença cardíaca ou diabetes. É um problema mais comum do que pensamos: ED moderada ou completa (não uma ‘punção’ de vez em quando) afeta 8% dos homens com mais de 40 anos, e 40% daqueles que já atingiram 60 , de acordo com o International Journal of Impotence Research. (E esses são apenas aqueles que se atrevem a confessar nas pesquisas).

Leia também: Remédio para impotência

As famosas pílulas azuis, comercializadas desde 1998, eram (e são) um raio de esperança; Porém, seus possíveis efeitos colaterais, seu alto preço e, por que não dizê-lo, o embaraço que supõe para alguns comprá-los, fazem com que às vezes a solução seja afastada da farmacologia. E aqui está a boa notícia: sim, existem remédios naturais para esquecer a flacidez persistente. Estas são as recomendações dos especialistas.

1. Coma (muito) azeite

Aumentar o consumo de ‘ouro líquido’, frutas, legumes, massas … e tudo o que inclui a dieta mediterrânica aplaudida. É bom para o coração e, precisamente, os distúrbios cardiovasculares estão por trás de muitos episódios de disfunção erétil, nos quais a impotência não é a doença, mas o sintoma. ‘80% dos casos de disfunção erétil são causados ​​por problemas vasculares’, disse o médico grego Athanasios Angelis em um congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, realizado em dezembro de 2014 na Áustria. Manter a pressão arterial e o colesterol à distância melhorará sua atividade sexual. ‘A testosterona em gordura vai se tornar hormônios femininos e colesterol diminui o fluxo de sangue ao pénis’, adverte Dr. Natalio Cruz, coordenador nacional de Andrologia da Urological Association Espanhol (AEU).

2. Desligue o cigarro
Homens que fumam são mais propensos a serem afetados por disfunção erétil, e quanto mais cigarros fumam, maior o risco. É o que diz um estudo de 2007 da Universidade de Tulane (Louisiana, EUA). A análise, baseada em um exame de mais de 7.000 homens na China entre 2000 e 2001, acrescentou que 22,7% dos casos de disfunção naquele país eram atribuíveis ao uso de tabaco.

3. Mova-se (mas não de bicicleta)
Se você sofre de problemas de ereção, não se deite no sofá. O esporte vai melhorar sua circulação sanguínea e, portanto, seu desempenho. ‘Com o exercício, vamos preparar nossa árvore vascular para transportar sangue para todos os órgãos, incluindo o pênis’, explica Dr. Cruz. Qualquer disciplina é boa, exceto andar de bicicleta. ‘As selas traumatizam o períneo, e as artérias que levam sangue ao pênis estão danificadas. Eles até criam aquela sensação de dormência na glande que alguns ciclistas têm ‘, enfatiza.

80% dos casos de disfunção erétil são causados ​​por problemas vasculares ‘(Athanasios Angelis, cardiologista)

4. Dê uma chance ao herbalista
A arginina é um aminoácido que aumenta o fluxo sanguíneo necessário para o ato sexual. É o que diz a escritora médica Victoria Dolby Toews em seu livro Sexual Potency (Ed. Nowtilus). A arginina é encontrada em alimentos ricos em proteínas, como soja, arroz integral, frango, nozes e laticínios; e, claro, em um monte de garrafas de ervas. Este especialista recomenda tomar 2-5 gramas de arginina durante a noite ou uma hora antes do sexo.

O mesmo autor afirma que algumas plantas têm poderes afrodisíacos: aumentam o desejo e a potência. E ele cita mais de meia dúzia, entre as quais estão a ioimba, o ginkgo e, é claro, o ginseng; extratos que ativam o fluxo sanguíneo em geral (alguns não são recomendados para hipertensos). ‘Ginseng’, diz Victoria Dolby Toews em seu livro, ‘impulsiona a produção de hormônios relacionados ao sexo, como a testosterona’.

5. Relaxe: medite
O estresse é responsável por muitos distúrbios de saúde, também de disfunção erétil. E não só isso: a impotência pode gerar estresse para aqueles que sofrem com isso, por isso é um círculo vicioso. ‘O estresse supõe uma descarga de adrenalina e isso fecha as artérias que atingem o pênis; Em um estado de estresse, ninguém pode ter uma ereção ‘, diz o Dr. Natalio Cruz.

Tente fugir da ansiedade: relaxe, pr

TREINAMENTO FITNESS PARA UM CORPO ESTÉTICO

TREINAMENTO FITNESS PARA UM CORPO ESTÉTICO

MELHORA A CONDIÇÃO FÍSICA COM EXERCÍCIOS DE APTIDÃO
Sala de ginástica> Fitness e corpo perfeito

O treinamento físico é um dos métodos mais usados ​​para aumentar a condição física. É baseado em um conjunto de exercícios aeróbicos e anaeróbicos que visam melhorar todas as capacidades físicas do corpo: força, velocidade, resistência e flexibilidade.

O que significa a palavra fitness? Este termo vem do idioma inglês, mas não tem tradução literal para o espanhol. Em qualquer caso, refere-se àquele estado que permite a uma pessoa lidar facilmente com qualquer atividade física.

Leia também: Cromofina funciona

Atualmente, tendemos a confundir fitness com musculação, é verdade que eles têm coisas em comum, mas eles não são exatamente os mesmos. Vamos ver como eles diferem …

DIFERENÇAS ENTRE A ADEQUAÇÃO E O CULTURISMO
Como acabamos de mencionar, o treinamento físico é um método que busca obter um corpo funcional, estético e saudável, melhorando assim todas as capacidades do corpo. No entanto, o fisiculturismo é uma prática muito diferente. É verdade que usa alguns exercícios derivados da aptidão, mas o objetivo não é o mesmo. O fisiculturismo maximiza o tamanho dos músculos, embora o corpo não seja mais estético e funcional. Essa é a principal diferença entre as duas modalidades.

Outro aspecto que os diferencia é suplementação e alimentação. Enquanto a aptidão usa suplementos naturais que não alteram o bem-estar do corpo, o fisiculturismo geralmente usa outros tipos de substâncias prejudiciais ao corpo. Quanto à comida, mais ou menos acontece o mesmo. Um atleta que quer um corpo funcional, é suficiente para realizar uma dieta equilibrada, sem exceder as quantidades. Por outro lado, um fisiculturista deve ingerir uma série de certos alimentos e em grandes quantidades para aumentar a massa muscular.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DO FITNESS
Melhora todas as habilidades físicas: o tipo de exercícios usados ​​nesta disciplina concentra-se em melhorar o desempenho de todas as habilidades físicas do corpo. Graças à boa forma e boa nutrição, você pode conseguir um corpo esteticamente bonito e, o mais importante, funcional.

Cuide da sua saúde: ajude a reduzir os riscos da obesidade, afaste-se de um estilo de vida sedentário e evite problemas cardiovasculares enquanto melhora seu humor. Alguns benefícios

Equilibra o corpo: Ao trabalhar em áreas do corpo menos musculosas geneticamente, você pode obter um equilíbrio corporal que lhe permitirá ter uma boa condição física e esteticamente compensada. Além disso, você evitará lesões futuras decorrentes de descompensação, dependendo de quais partes do corpo, como as pernas, parte inferior das costas ou abs.

Melhora a saúde mental: o exercício regular é essencial para desfrutar de uma boa saúde mental. O esporte ajuda a reduzir o estresse diário e a combater episódios de depressão com a secreção de um hormônio chamado endorfina (hormônio da felicidade).

TREINAMENTO FITNESS EM ICTIVA
Na ictiva temos três salas de exercícios relacionadas a esta disciplina: fitness, corpo perfeito e CrossFitness. As três salas estão focadas em melhorar o desempenho físico do corpo, mas de uma maneira diferente. Claro, você pode realizá-los em casa, você só precisa de um dispositivo com uma conexão com a Internet.

Vídeos de exercícios de fitness

Nesta sala você será capaz de realizar exercícios que envolvem todas as partes do corpo, mas separadamente. Ou seja, cada sessão de vídeo contém um exercício específico de pernas, nádegas, peito, costas, ombros ou abdominais. Em seguida, Jordi Bertrán, monitor da sala, explica melhor neste vídeo:

Classes dirigidas de corpo perfeito

Sala dada pelo nosso monitor Jonathan Bueno, Sub Campeão da Espanha de Phisycs Mens. Ao contrário da sala de fitness, em Perfect Body você encontrará rotinas de treinamento global ou focadas em uma parte do corpo.

CrossFitness é uma disciplina em que os circuitos são realizados com exercícios de fitness em alta intensidade. Este método de treinamento vem do exército e é muito benéfico para obter um corpo funcional capaz de superar qualquer desafio físico.

A disfunção erétil pode ser prevenida?

A disfunção erétil pode ser prevenida?

A disfunção erétil é um distúrbio sexual que consiste na dificuldade persistente ou incapacidade de atingir ou manter uma erecção suficiente para levar a cabo uma relação sexual completa.

Dependendo dos diferentes estudos realizados, sua prevalência varia entre 10 e 52%, particularmente em homens entre 40 e 70 anos, com incidência no Oeste de 25 a 30 novos casos por 1000 habitantes e ano. Especificamente na Espanha, estima-se que a disfunção erétil afeta quase um em cada cinco homens.1

Apesar de não representar um risco para a vida, a Organização Mundial de Saúde reconhece esta doença como um problema de saúde para o mesmo grau de incapacidade e infertilidade gravidade, artrite reumatóide ou pecho.2 angina

A este respeito, deve ser lembrado que os problemas de ereção freqüentemente têm um impacto negativo na qualidade de vida dos homens, bem como de seus parceiros.3

Além disso, além da influência da idade em sua aparência, demonstrou estar intimamente relacionada às doenças cardiovasculares e metabólicas, podendo ser um sintoma sentinela dessas patologias.1,3

Não se esqueça que alcançar e manter uma ereção firme requer uma boa função vascular e que os distúrbios acima mencionados podem afetar os vasos sangüíneos relacionados à função erétil do pênis.

Como prevenir a disfunção erétil

Precisamente por sua ligação com os problemas cardiovasculares, todas as mudanças no estilo de vida que favorecem a boa saúde do coração e dos vasos sanguíneos demonstraram sua capacidade na melhora ou prevenção da disfunção erétil.1,3

Nesse sentido, a Associação Européia de Urologia ainda sustenta que essas modificações dos fatores de risco devem preceder ou acompanhar os tratamentos dos distúrbios da ereção.4

Assim, é verdade que existem medidas que podem ajudar a prevenir a disfunção erétil.3

– Doenças cardiovasculares sob controle. Hipertensão e lipidemia (níveis sanguíneos elevados de colesterol ou triglicerídeos) podem causar problemas de ereção.3

Isso ocorre porque ambas as condições contribuem para o mau funcionamento e obstrução dos vasos sanguíneos e, portanto, também das artérias penianas. Como resultado, o sangue não penetra suficientemente no pênis, impedindo a ereção normal.

Assim, o gerenciamento ideal dessas patologias pelo médico especialista pode resultar em melhora da função erétil.

– Peso adequado. O aumento do tecido adiposo no sobrepeso e na obesidade predispõe à hipertensão e diabetes mellitus, além de estar relacionado à lipidemia.

Portanto, homens com excesso de peso são mais propensos do que a população normal a ter problemas arteriais que levam à disfunção erétil.3

Desta forma, manter um peso adequado também pode ajudar a prevenir problemas de ereção.

– atividade física regular. Diferentes estudos descobriram que é necessário fugir da vida sedentária e, ao mesmo tempo, que o exercício físico tem um efeito benéfico na prevenção e melhora da função erétil.3

Para referência, a Organização Mundial de Saúde recomenda pelo menos 150 minutos por semana de atividade aeróbica de intensidade moderada.

– Alimentação saudável. Por sua vez, uma dieta balanceada que se caracteriza por uma alta ingestão de alimentos integrais, vegetais, frutas e vegetais também é benéfica para a saúde cardiovascular e, consequentemente, para a saúde sexual.3

– Tabaco e álcool. O tabaco não é apenas um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares e respiratórias, mas também pode contribuir para o aparecimento de distúrbios de ereção.3

A explicação é que as substâncias químicas presentes no tabaco afetam negativamente os vasos sanguíneos em todo o corpo e isso também inclui as do pênis.

A boa notícia é que diferentes estudos mostraram que os problemas de ereção podem melhorar quando você para de fumar.3

Leia também: Viagra Natural

Por outro lado, o consumo excessivo de álcool, devido ao dano cardiovascular que produz, também tem efeito negativo sobre a função erétil e, consequentemente, deve ser limitado a ocasiões específicas.3

– Saúde mental. Fatores psicológicos como a depressão também podem estar relacionados à disfunção erétil, além de poder piorar a condição quando ela tem origem física.1

Portanto, o bem-estar mental e uma atitude positiva em relação ao sexo também podem ajudar a evitar que os distúrbios de ereção apareçam.

Não deve ser esquecido que, além das causas cardiovasculares, metabólicas e psicológicas, a disfunção erétil pode aparecer devido a uma intervenção cirúrgica – especificamente, cirurgia radical de próstata e bexiga.

Como perder peso

Como perder peso

Você tem problemas para perder peso? Ou você gostaria de perder mais rápido? Você veio ao lugar certo. Prepare-se para perda de peso sem fome.

A triste verdade é que as ideias convencionais – comem menos, correm mais – não funcionam a longo prazo. Contando calorias, exercitando-se por horas todos os dias e tentando ignorar sua fome? Isso é sofrimento desnecessário e desperdiça seu tempo e preciosa força de vontade. É perda de peso para masoquistas. Eventualmente quase todo mundo desiste. É por isso que temos uma epidemia de obesidade. Felizmente há um caminho melhor.

A linha inferior? Seu peso é hormonalmente regulado. Se você reduzir os níveis do hormônio que armazena gordura, a insulina, será mais fácil perder o excesso de peso.

Top 18 dicas de perda de peso
Você está pronto? Aqui vamos nós. Comece no topo da lista (mais importante) e desça o quanto você precisar. Clique em qualquer dica para ler tudo sobre isso. Talvez você só precise do primeiro conselho?

Escolha uma dieta baixa em carboidratos
Coma quando estiver com fome
Coma comida de verdade
Coma apenas quando estiver com fome
Meça seu progresso com sabedoria
Seja persistente
Evite frutas
Evitar cerveja
Evite adoçantes artificiais
Revise os medicamentos
Estresse menos, durma mais
Coma menos laticínios e nozes
Suplementar vitaminas e minerais
Use o jejum intermitente
Exercite-se sabiamente
Alcançar a cetose ideal
Obtenha seus hormônios verificados
Considere pílulas para perda de peso (se estiver desesperada)
Prefere assistir a um vídeo?
The 5 Most Imp
Dezoito dicas demais para você? Confira nosso popular curso de vídeo com os cinco mais importantes. Inscreva-se para obter atualizações gratuitas e você terá acesso instantâneo a ele:

Enter email address
Inscrever-se!

1. Escolha uma dieta baixa em carboidratos
Salada Keto Cobb com molho de rancho

Se você quer perder peso, você deve começar evitando açúcar e amido (como pão, macarrão e batatas). Esta é uma ideia antiga: há 150 anos ou mais , tem havido um grande número de dietas para perda de peso com base na ingestão de menos carboidratos. O que há de novo é que dezenas de estudos científicos modernos provaram que, sim, a baixa carb é a maneira mais eficaz de perder peso .

Obviamente, ainda é possível perder peso em qualquer dieta – basta comer menos calorias do que você queima, certo? O problema com este conselho simplista é que ele ignora o elefante na sala: Fome. A maioria das pessoas não gosta de “comer menos”, isto é, sentir fome para sempre. Isso é dieta para masoquistas. Mais cedo ou mais tarde, uma pessoa normal vai desistir e comer, daí a prevalência da “dieta yo-yo”.

A principal vantagem da dieta baixa em carboidratos é que ela faz com que você queira comer menos . Mesmo sem contar as calorias, a maioria das pessoas com excesso de peso ingerem muito menos calorias em carboidratos baixos. Açúcar e amido podem aumentar sua fome, enquanto evitando-os pode diminuir seu apetite para um nível adequado. Se o seu corpo quer ter um número adequado de calorias você não precisa se preocupar em contá-las. Assim: as calorias contam, mas você não precisa contá-las.

Um estudo de 2012 também mostrou que pessoas com uma dieta baixa em carboidratos queimaram mais 300 calorias por dia – enquanto descansavam ! De acordo com um dos professores de Harvard por trás do estudo, essa vantagem “seria igual ao número de calorias normalmente queimadas em uma hora de atividade física de intensidade moderada” . Imagine isso: uma hora inteira de bônus de exercício todos os dias, sem realmente se exercitar. Um estudo posterior, ainda maior e mais cuidadosamente realizado confirmou o efeito, com diferentes grupos de pessoas com dietas baixas em carboidratos queimando uma média entre 200 e quase 500 calorias extras por dia. 1

Bottom line: Uma dieta baixa em carboidratos reduz a fome e torna mais fácil comer menos. E pode até aumentar sua queima de gordura em repouso. Estudo após estudo mostra que a baixa carb é a maneira inteligente de perder peso e que melhora importantes marcadores de saúde .

Saiba mais sobre keto e low-carb
Você quer saber mais sobre exatamente o que comer em carboidratos, exatamente como fazê-lo, possíveis problemas e soluções … e muitas ótimas receitas? Confira nosso guia para iniciantes . Alternativamente, você pode tornar o baixo nível de carboidrato ainda mais simples inscrevendo-se em nosso desafio gratuito de duas semanas .

Planejador de refeições e centenas de vídeos
Obtenha a experiência completa de Diet Doctor com planos ilimitados de baixo consumo de carboidratos e refeições cetônicas, listas de compras e muito mais com um teste de associação gratuito .

Inscrever-se!
Como comer um curso de vídeo ceto

Curso de vídeo com baixo teor de carboidratos
Você quer assistir a um vídeo de 11 minutos de alta qualidade sobre como consumir carboidratos com baixo teor de gordura (ceto)? E sobre as coisas mais importantes para pensar? Inscreva-se para obter atualizações gratuitas e você terá acesso instantâneo:

Enter email address
Inscrever-se!

2. Coma quando estiver com fome
O que fazer com o parceiro?
Não tenha fome. O erro mais comum ao iniciar uma dieta baixa em carboidratos: Reduzir a ingestão de carboidratos enquanto ainda tem medo de gordura. Carboidratos e gordura são as duas principais fontes de energia do corpo e precisam de pelo menos um deles.

Baixo teor de carboidratos E baixo teor de gordura = fome
Evitar carboidratos e gorduras resulta em fome, desejos e fadiga. Mais cedo ou mais tarde as pessoas não aguentam e desistem. A solução é comer mais gordura natural até que você se sinta satisfeito . Por exemplo:

manteiga
Creme cheio de gordura
Azeite
Carne (incluindo a gordura)
Peixe gordo
Bacon
Ovos
Óleo de coco, etc.
Top 10 maneiras de comer mais gordura

Sempre coma o suficiente , para que você se sinta satisfeito, especialmente no início do processo de perda de peso. Fazendo isso em uma dieta baixa em carboidratos significa que a gordura que você come será queimada como combustível pelo seu corpo, como seus níveis de insulina de armazenamento de gordura hormônio serão reduzidos. Você vai se tornar uma máquina de queima de gordura. Você perderá o excesso de peso sem fome.

Você ainda tem medo de gordura saturada? Não. O medo da gordura saturada é baseado em teorias obsoletas que foram provadas incorretas pela ciência moderna . A manteiga é uma boa comida. No entanto, sinta-se livre para comer gordura principalmente insaturada (por exemplo, azeite, abacate, peixe gordo), se você preferir. Isso poderia ser chamado de uma dieta mediterrânea de baixo carboidrato e funciona muito bem também .

Comer quando está com fome também implica outra coisa: se você não está com fome, provavelmente não precisa comer ainda . Quando em uma dieta keto você pode confiar em seus sentimentos de fome e saciedade novamente. Sinta-se à vontade para comer quantas vezes por dia que funcione melhor para você.

Algumas pessoas comem três vezes ao dia e ocasionalmente lancham entre elas (note que lanches freqüentes podem significar que você se beneficiaria com a adição de gordura às refeições, para aumentar a saciedade). Algumas pessoas só comem uma ou duas vezes por dia e nunca lancham. Tudo o que funciona para você. Apenas coma quando estiver com fome.

Leia mais sobre por que comer quando está com fome é mais inteligente do que contar calorias

Saiba mais sobre como abastecer seu corpo com gordura

3. Coma comida de verdade
Compras mulher
Outro erro comum ao comer uma dieta baixa em carboidratos é ser enganado pelo marketing criativo de produtos especiais de “baixo teor de carboidratos”.

Lembre-se: Uma dieta baixa em carboidratos para perda de peso deve ser baseada em comida de verdade .

Comida de verdade é o que os humanos têm comido por milhares ou (ainda melhor) milhões de anos, por exemplo, carne, peixe, legumes, ovos, manteiga, azeite de oliva, nozes etc.

Se você quer perder peso, é melhor evitar produtos especiais “low-carb” cheios de carboidratos. Isso deve ser óbvio, mas os profissionais de marketing criativos estão fazendo tudo o que podem para enganar você (e conseguir seu dinheiro). Eles vão te dizer que você pode comer biscoitos, massas, sorvetes, pão e muito chocolate em uma dieta baixa em carboidratos, contanto que você compre sua marca. Eles estão cheios de carboidratos. Não se deixe enganar.

Como cerca de pão low-carb? Tenha cuidado: se for assado com grãos, certamente não é baixo em carboidratos. Mas algumas empresas ainda tentam vendê-lo para você como uma opção de baixo teor de carboidratos.

O chocolate com baixo teor de carboidratos é geralmente cheio de álcoois de açúcar, que o fabricante não conta como carboidratos. Mas aproximadamente metade desses carboidratos pode ser absorvida, aumentando o açúcar no sangue e a insulina. Os carboidratos restantes acabam no cólon, potencialmente causando gases e diarréia. Além disso, qualquer adoçante pode manter o desejo de açúcar.

Aqui estão três exemplos do que evitar:

Bolinhos de conto de fadas de Atkins
Pão com pouco carboidrato da Julian Bakery
A fraude de massas de Dreamfields (que finalmente resultou em uma multa de 8 milhões de dólares! )
Essas três empresas não são exclusivas. Existem milhares de empresas semelhantes tentando convencê-lo a comprar sua junk food “baixa em carboidratos”, cheia de amido, açúcar-álcool, farinha de trigo, adoçantes e aditivos estranhos. Duas regras simples para evitar esse lixo:

Não coma versões com baixo teor de carboidratos de alimentos ricos em carboidratos, como biscoitos, barras, chocolate, pão, massas ou sorvetes – a menos que você tenha certeza dos ingredientes (talvez de fazer você mesmo).
Evite produtos com as palavras “carboidratos líquidos”. Isso geralmente é apenas uma maneira de te enganar.
Concentre-se em comer alimentos de boa qualidade e minimamente processados. O ideal é que a comida que você compra não tenha sequer uma lista de ingredientes (ou deve ser muito pequena).

Leia mais sobre produtos falsos com baixo teor de carboidratos

Leia mais sobre adoçantes

Menos moderação, mais qualidade
Finalmente – esqueça o fracassado lema da dieta “tudo com moderação” de nutricionistas sem noção. É um conselho terrível e os americanos que comem uma dieta mais diversa realmente ganham mais peso .

Não coma tudo com moderação. Coma o máximo de comida saudável, sempre que estiver com fome. Coma o menor lixo que puder. Se possível, nada.

4. Coma somente quando estiver com fome
Mulher, petiscar, ligado, nozes
Em uma dieta baixa em carboidratos, você deve comer quando estiver com fome (veja a dica 2 acima). E se você não estiver com fome? Não coma. Nada retarda a perda de peso mais do que frequentemente comer muita comida que você não precisa. Isso, na verdade, é tão importante que vale a pena essa seção.

Limite de merendas desnecessárias
Lanche desnecessário pode ser um problema em uma dieta cetônica também. Algumas coisas são fáceis de comer só porque são saborosas e prontamente disponíveis. Aqui estão três armadilhas comuns a serem observadas em uma dieta com ou sem carboidratos:

Produtos lácteos , como natas e queijos. Eles funcionam bem na culinária enquanto satisfazem. O problema é se você está mastigando muito queijo na frente da TV à noite … sem estar com fome. Tenha cuidado com isso. Ou muito creme com sobremesa, quando você já está cheio e simplesmente continua comendo porque tem um gosto bom. Ou outro culpado comum: muito creme no café, muitas vezes por dia.
Porcas É muito fácil comer até que as nozes se vão, independentemente de quão cheio você é. Uma dica: segundo a ciência , nozes salgadas são mais difíceis de parar de comer do que as nozes sem sal. Nozes salgadas tentam você comer mais. Bom saber. Outra dica: Evite trazer a bolsa inteira para o sofá, de preferência, escolha uma tigela pequena. Costumo comer todas as nozes na minha frente, esteja com fome ou não.
Cozimento Low-carb . Mesmo se você estiver usando apenas farinha de amêndoas e adoçantes, comer biscoitos assados ​​e biscoitos geralmente fornece alimentação adicional quando você não estiver com fome… e sim, isso reduzirá a perda de peso.
Sinta-se à vontade para pular refeições
Você tem que tomar café da manhã? Não, claro que não. 2 Não coma se não estiver com fome. E isso vale para qualquer refeição.

Em uma dieta restrita, a fome e o desejo de comer tendem a diminuir muito, especialmente se você tem excesso de peso a perder. Seu corpo pode estar feliz queimando suas reservas de gordura, reduzindo a necessidade de comer.

Se isso acontecer, seja feliz! Não lute contra isso comendo comida que você não quer. Em vez disso, espere a fome voltar antes de comer novamente. Isso economizará tempo e dinheiro, além de acelerar a perda de peso.

Algumas pessoas temem perder o controle se não comerem a cada três horas, fazendo com que elas comam milhares de calorias e soprem suas dietas completamente. Então eles obsessivamente lancham o tempo todo.

Este lanche obsessivo pode ser necessário em uma dieta rica em açúcar / carboidratos processados ​​para controlar os desejos de fome, mas geralmente é completamente desnecessário em uma dieta cetona. A fome só retornará lentamente e você terá muito tempo para preparar comida ou fazer um lanche.

Resumindo: Para perder peso de forma rápida e sustentável: coma quando estiver com fome – mas apenas quando estiver com fome. Esqueça o relógio e ouça o seu corpo.

Saber mais
Café da manhã! Será que é realmente importante? – Dr. Jason Fung
Café da manhã!
Será que é realmente importante?
– Dr. Jason Fung
07:08
Parte 6 do curso de jejum do Dr. Fung: É realmente importante comer o café da manhã?
A chave para a obesidade – Dr. Jason Fung
A chave para a obesidade – Dr. Jason Fung
44:22
Como a toxicidade da insulina provoca obesidade e diabetes tipo 2 – e como reverter isso. Dr. Jason Fung na Convenção LCHF 2015.
Os 7 benefícios do jejum – Dr. Jason Fung
Os 7 benefícios do jejum – Dr. Jason Fung
07:33
O curso de jejum do Dr. Fung parte 4: Sobre os 7 grandes benefícios do jejum intermitentemente.

5. Meça seu progresso com sabedoria
Homem, medindo, seu, barriga

Acompanhar a perda de peso bem-sucedida é, às vezes, mais complicado do que você imagina. Concentrar-se apenas no peso e pisar na escala todos os dias pode ser enganador, causar ansiedade desnecessária e prejudicar sua motivação sem um bom motivo.

A escala não é necessariamente sua amiga. Você pode querer perder gordura – mas a escala mede músculos, ossos e órgãos internos também. Ganhar músculo é uma coisa boa. Assim, o peso ou o IMC são formas imperfeitas de medir seu progresso. Isto é especialmente verdadeiro se você está apenas saindo de um longo período de semi-inanição (contagem de calorias) , como seu corpo pode querer restaurar músculos perdidos, etc Começando musculação e ganhando músculo também pode esconder sua perda de gordura.

Perder gordura e ganhar músculos significa um grande progresso, mas você pode perder isso se medir apenas seu peso. Assim, é inteligente também acompanhar o desaparecimento de sua gordura da barriga, medindo sua circunferência da cintura .

Veja como fazer isso:
Coloque a fita métrica ao redor do meio, um pouco acima do umbigo (para ser exato: no ponto médio entre a costela inferior e a parte superior do osso ilíaco, ao seu lado)
Expire e relaxe (não sugue seu estômago)
Certifique-se de que a fita métrica se encaixa perfeitamente, sem comprimir a pele
A medida
Compare seu resultado com estas recomendações:
Excelente Decente Muito alto
Mulheres abaixo de 31,5 polegadas 31,5-35 polegadas mais de 35 polegadas
(80 cm) (80-88 cm) (88 cm)

Homens abaixo de 37 polegadas 37-40 polegadas mais de 40 polegadas
(94 cm) (94-102 cm) (102 cm)
Eu recomendo mirar em “excelente”, mas nem sempre é realista. Os jovens geralmente conseguem isso, mas, para algumas mulheres de meia-idade ou mais velhas, pode ser uma grande vitória chegar ao “decente”.

Medindo o progresso
Sugiro medir sua circunferência da cintura e peso antes de iniciar sua jornada de perda de peso e, em seguida, talvez uma vez por semana ou uma vez por mês. Escreva os resultados para que você possa acompanhar seu progresso. Se você quiser, pode medir mais áreas: ao redor das nádegas, do peito, dos braços, das pernas etc.

Por favor, note que seu peso pode flutuar várias libras diariamente, dependendo do equilíbrio de fluidos e do conteúdo do sistema digestivo: Não se preocupe com mudanças de curto prazo, siga a tendência de longo prazo.

Se puder, tente verificar outros indicadores de saúde importantes ao começar, como estes:
Pressão sanguínea
Açúcar no sangue (glicose no sangue em jejum e / ou HbA1c)
Perfil de colesterol (incluindo HDL, triglicerídeos)
Estes marcadores são quase universalmente melhorados em uma dieta baixa em carboidratos, mesmo antes da perda de peso importante. Re-verificar estes marcadores de saúde depois de alguns meses pode ser ótimo para a sua motivação, pois eles geralmente mostram que você não está apenas perdendo peso, mas também está ganhando saúde.

PS: Não tem uma fita métrica em casa? Experimente estas opções:

Use qualquer pedaço de corda. Enrole a corda em volta da cintura e corte a corda para caber sua cintura no primeiro dia. Essa corda pode magicamente parecer mais e mais longa a cada semana em que você a envolve na cintura.
Comparar como um velho par de jeans se encaixa também é uma boa opção.
6. Seja persistente
Não desista

Geralmente, leva anos ou décadas para ganhar muito peso. Tentar perder tudo o mais rápido possível, privando-se raramente, funciona bem a longo prazo, e isso é apenas uma receita para a “dieta yo-yo”. Para ter sucesso, você precisa de algo que funcione a longo prazo.

O que almejar
É comum perder de 2 a 6 libras (1-3 kg) na primeira semana em uma dieta estrita de baixo carboidrato e, em média, cerca de 0,5 kg por semana , contanto que você tenha muito peso restante perder. Isso se traduz em cerca de 50 libras (23 quilos) por ano.

Cada 5 quilos de perda de gordura é aproximadamente igual a 1 polegada perdida em torno da cintura (1 quilo = 1 cm).

Os machos jovens às vezes perdem peso mais rápido do que isso, talvez duas vezes mais rápido. As mulheres na pós-menopausa podem perder a um ritmo um pouco mais lento. Pessoas com uma dieta muito baixa em carboidratos podem perder peso mais rapidamente, assim como aquelas que se exercitam muito (um bônus). E se você tem uma enorme quantidade de excesso de peso a perder, você pode começar muito mais rápido.

À medida que você se aproxima do seu peso ideal, a perda pode diminuir, até se estabilizar com um peso que seu corpo sente estar certo. Muito poucas pessoas ficam abaixo do peso com uma dieta baixa em carboidratos – contanto que comam quando estão com fome.

Leia as histórias de outras pessoas
Baias iniciais
Você está saindo de um período de semi-inanição (contagem de calorias)? Concentre-se em sua circunferência da cintura e marcadores de saúde (consulte o conselho # 4) em primeiro lugar, pois às vezes leva várias semanas até que a perda de peso seja aparente.

Platôs de perda de peso
Espere platôs de perda de peso: Dias ou semanas em que nada parece acontecer na balança. Todo mundo bate neles. Fique calmo. Continue fazendo o que você está fazendo e, eventualmente, as coisas vão começar a acontecer novamente (se não, confira as outras 17 dicas).

Mais: Por que a escala pode estar mentindo para você, pelo Dr. Èvelyne Bourdua-Roy

Como manter o peso fora de longo prazo
Perder muito peso a longo prazo e mantê-lo não acontecerá a menos que você mude seus hábitos para sempre . Se você perder peso e voltar a viver exatamente da mesma maneira que quando engordou, não se surpreenda quando o excesso de peso voltar. Será.

Manter a perda de peso requer mudanças e paciência a longo prazo. Se isso não parece possível para você, então talvez você esteja mais interessado em um desses golpes de dieta mágica .

Esqueça as correções rápidas: Se você perder algum peso todo mês, eventualmente, você vai se livrar de todo o seu excesso de peso. Isso é um progresso inevitável. Isso é o que você quer.

PS: A mudança a longo prazo só é difícil no começo, especialmente durante as primeiras duas semanas. É como parar de fumar. Depois de desenvolver novos hábitos, fica mais fácil e mais fácil a cada semana. Eventualmente vem naturalmente.

Para inspiração e dicas, confira algumas de nossas histórias de sucesso de manutenção de peso a longo prazo :

Karen: Mantendo uma perda de peso de 70 libras por cinco anos
Como Melissa perdeu 100 quilos com uma dieta cetônica, e manteve por 15 anos
Brian: Mantendo uma perda de peso de 100 libras por sete anos
Como perder peso mais rápido
Continue lendo!

7. Evite comer fruta
Este conselho é controverso, já que hoje a fruta tem uma aura de saúde quase mágica. As pessoas podem acreditar que a fruta é nutritiva, mas infelizmente a fruta contém muito açúcar – cerca de 10% em peso (o resto é principalmente água). Apenas prove uma laranja ou uma uva. Doce, certo?

Cinco porções de frutas por dia são equivalentes à quantidade de açúcar em 16 onças de refrigerante (500 ml). Ao contrário do que muitos acreditam, o açúcar é mais ou menos idêntico (cerca de 50% de glicose, 50% de frutose).

O açúcar da fruta pode interromper a queima de gordura . Isso pode aumentar sua fome e retardar sua perda de peso. Para melhores resultados, evite a fruta – ou aproveite-a ocasionalmente como um deleite.

Resumindo: A fruta é doce da natureza.

Frutas com baixo teor de carboidratos Frutas e bagas com baixo teor de carboidratos – os melhores e os piores
Não é fruta natural?
A maioria das pessoas acredita que a fruta é natural, mas as frutas de hoje na mercearia têm muito pouco em comum com as frutas que pareciam antes de serem cultivadas. Há muito mais açúcar em frutas domesticadas modernas.

banana1banana2

O que frutas e legumes parecia antes

8. Evite beber cerveja
A cerveja contém carboidratos rapidamente digeridos que desligam a queima de gordura . É por isso que a cerveja é às vezes referida como “pão líquido”. Há uma boa razão para o termo “barriga de cerveja”.

Aqui estão opções alcoólicas mais inteligentes para perder peso:

Vinho (vermelho ou branco seco)
Champanhe seco
Bebidas fortes como uísque, conhaque, vodka (evite coquetéis adoçados – experimente vodka, água com gás, cal ao invés)
Essas bebidas dificilmente contêm açúcar / carboidratos, então são melhores que cerveja. No entanto, grandes quantidades de álcool podem diminuir um pouco a perda de peso, então a moderação ainda é uma boa idéia.

Frutas com baixo teor de carboidratos
Álcool low-carb –
o melhor e o pior

9. Evite adoçantes artificiais
Adoçantes artificiais
Muitas pessoas substituem o açúcar por adoçantes artificiais na crença de que isso reduzirá sua ingestão de calorias e causará perda de peso. Parece plausível. Vários estudos, no entanto, não mostraram nenhum efeito positivo na perda de peso consumindo adoçantes artificiais em vez de açúcar puro.

Em vez disso, de acordo com estudos científicos, os adoçantes artificiais podem aumentar o apetite e manter o desejo por alimentos doces . E um recente estudo independente mostrou que trocar bebidas com adoçantes artificiais por água ajudava claramente as mulheres a perder peso:

Estudo: Evitar bebidas dietéticas ajuda as mulheres a perder peso

Isso pode acontecer porque o corpo aumenta a secreção de insulina, antecipando que o açúcar irá aparecer no sangue. Quando isso não acontece, o açúcar no sangue cai e a fome aumenta. Se esta cadeia de eventos ocorre regularmente é algo pouco claro. Algo estranho aconteceu quando eu testei Pepsi Max embora, e há estudos bem desenhados mostrando aumento da insulina ao usar adoçantes artificiais .

Além disso, adoçantes artificiais podem manter um vício em doces e levar a desejos de lanche. E os efeitos a longo prazo do consumo de adoçantes artificiais são desconhecidos.

Estudos que alegam mostrar efeitos neutros ou positivos de adoçantes são geralmente financiados pela indústria de bebidas .

A propósito, a Stevia é comercializada como uma alternativa natural aos adoçantes artificiais. Isso é conversa de marketing. Não há nada natural sobre um pó branco super doce como Stevia .

Se você está tendo problemas para perder peso, sugiro que você evite completamente os adoçantes. Como um bônus, você logo começará a apreciar a doçura natural da comida de verdade, uma vez que você não estará mais adaptado à doçura artificial avassaladora de junk food e refrigerantes “diet”.

Adoçantes de baixo carboidrato Guia completo de adoçantes de baixo carboidrato
Dependência de açúcar
Você acha que a ideia de evitar adoçantes é quase impossível de imaginar? A dependência de açúcar e alimentos ricos em carboidratos é muito comum, mas é possível superar. Confira nosso curso de vídeo com o especialista em vícios Bitten Jonsson, RN

O que é o vício em açúcar? – Jonsson mordido
O que é o vício em açúcar?
– Jonsson mordido
06:35
Curso de açúcar-vício de Bitten Jonsson parte 1: idéias e conselhos sobre como você pode parar de comida e desejos de açúcar.
Leia mais sobre adoçantes artificiais

10. Revise todos os medicamentos
Muitos medicamentos podem parar sua perda de peso. Discuta qualquer alteração no tratamento com o seu médico. Aqui estão os piores três:

Injeções de insulina , especialmente em doses mais altas, são provavelmente o pior obstáculo para a perda de peso. Existem três maneiras de reduzir sua necessidade de insulina:
A. Coma menos carboidratos , o que facilita a perda de peso. Quanto menos carboidratos você ingere, menos insulina você precisa. Lembre-se de baixar suas doses se puder.
B. Se isso não for suficiente, o tratamento com comprimidos de metformina (na dose de 2 a 3 gramas / dia) pode diminuir a necessidade de insulina (pelo menos para diabéticos tipo 2).
C. Se isso não for suficiente para se livrar da insulina (novamente, para diabéticos do tipo 2), você pode tentar novos medicamentos promissores, como Victoza ou Byetta. Estes reduzem a necessidade de insulina e causam perda de peso.
Comprimidos Outros medicamentos para diabetes Comprimidos que liberam insulina (por exemplo, sulfoniluréias) freqüentemente levam ao ganho de peso. Estes incluem: Minodiab, Euglucon, Daonil e Glibenclamide. Comprimidos como Avandia , Actos, Starlix e NovoNorm também estimulam o ganho de peso. Mas não a metformina. As novas drogas Victoza e Byetta (injetáveis) muitas vezes levam à perda de peso, mas os possíveis efeitos colaterais a longo prazo ainda são desconhecidos. Mais sobre diabetes
Cortisona como uma droga oral é outro culpado comum (por exemplo, prednisolona). A cortisona geralmente causa ganho de peso a longo prazo, especialmente em doses mais altas (por exemplo, mais de 5 mg de prednisolona por dia). Infelizmente, a cortisona é muitas vezes uma medicação essencial para aqueles que a prescrevem, mas a dose deve ser ajustada com frequência para que você não tome mais do que precisa. Os inaladores de asma e outros tratamentos locais de cortisona, como cremes ou sprays nasais, dificilmente afetam o peso.
Esses outros medicamentos também podem causar problemas:

Os neurolépticos / drogas antipsicóticas , muitas vezes podem incentivar o ganho de peso. Especialmente novas drogas como Zyprexa (Olanzapine).
Alguns medicamentos antidepressivos podem causar ganho de peso, especialmente os antidepressivos tricíclicos mais antigos (TCAs), como o Tryptizol, o Saroten e a Clomipramine; bem como medicamentos mais recentes, como Remeron (Mirtazapina). Lítio (para transtorno maníaco-depressivo) freqüentemente causa ganho de peso. Os antidepressivos mais comuns conhecidos como SSRI (por exemplo, Citalopram e Sertralina) geralmente não afetam significativamente o peso. Mais sobre depressão
Alguns anticoncepcionais freqüentemente contribuem para um leve ganho de peso, especialmente aqueles que contêm apenas progesterona e nenhum estrogênio, por exemplo, a minipílula, a injeção contraceptiva ou um implante contraceptivo. Mais sobre fertilidade
A medicação para pressão sangüínea na forma de betabloqueadores pode causar ganho de peso. Essas drogas incluem: Seloken, Metoprolol e Atenolol. Mais sobre pressão alta
Os medicamentos para epilepsia podem causar ganho de peso (por exemplo, carbamazepina e valproato).
Alergia medicamentos , anti-histamínicos podem causar ganho de peso, especialmente em doses elevadas. A cortisona é ainda pior (veja acima). Mais sobre alergias
Os antibióticos podem levar a um ganho de peso temporário, perturbando a microbiota intestinal e aumentando a quantidade de energia que absorvemos dos alimentos. Isso ainda é especulativo para os seres humanos, mas é outro motivo para não usar antibióticos, a menos que você realmente precise.

11. Stress menos, durma mais
Par descontraído, cama

Você já desejou mais horas de sono e uma vida menos estressante em geral? A maioria das pessoas tem – estresse e falta de sono podem ser más notícias para o seu peso.
O estresse crônico pode aumentar os níveis de hormônios do estresse, como o cortisol em seu corpo. Isso pode causar aumento da fome e resultar em ganho de peso. Se você está querendo perder peso, você deve rever possíveis maneiras de diminuir ou lidar melhor com o estresse excessivo em sua vida . Embora isso muitas vezes exija mudanças substanciais, até a alteração de pequenas coisas – como a postura – pode afetar imediatamente os níveis de hormônio do estresse e talvez o seu peso.

Você também deve fazer um esforço para dormir o suficiente, de preferência todas as noites . Esforce-se para acordar revigorado por conta própria, independentemente do despertador. Se você é o tipo de pessoa que sempre é brutalmente acordada pelo toque do alarme, você pode nunca estar dando descanso adequado ao seu corpo.

Uma maneira de combater isso é ir para a cama cedo o suficiente para o seu corpo acordar de forma autônoma antes que o despertador seja acionado. Deixar-se ter uma boa noite de sono é outra maneira de reduzir os níveis de hormônio do estresse.

A privação do sono, por outro lado, vem acompanhada de desejos por açúcar. Também tem um efeito adverso na autodisciplina e torna dolorosamente fácil ceder à tentação (não é coincidência que a privação de sono induzida seja uma técnica comum de interrogatório). Da mesma forma, a privação do sono enfraquece sua determinação em se exercitar.

Problemas de sono?
Você tem problemas para dormir mesmo que haja tempo suficiente para isso? Aqui estão cinco dicas de um especialista :

Fique com a mesma hora de dormir todas as noites. A longo prazo, isso ajudará seu corpo a se preparar para o sono naquele momento.
Nenhum café depois das 2 da tarde. Apenas não – e lembre-se que leva tempo para a cafeína deixar seu corpo.
Limite sua ingestão de álcool a três horas antes de dormir. Enquanto a bebida pode deixá-lo tonto, piora a qualidade do sono.
Limite o exercício nas quatro horas antes de dormir. A atividade física pode fazer você acabar e dificultar o sono por várias horas depois.
Obtenha 15 minutos de luz solar todos os dias. Isso é bom para o seu ritmo circadiano (o seu “relógio biológico”).
Finalmente, certifique-se de que seu quarto é escuro o suficiente e fique em uma temperatura agradável. Dorma bem!

Difícil, mas vale a pena
Muitos podem achar as diretrizes acima difíceis de seguir, talvez por falta de tempo (ou o equivalente – crianças pequenas!). Mas enfatizar menos e dormir mais não é apenas bom. Ele também pode ajudar você a ficar mais magro.

Leia mais sobre os benefícios do sono

12. Coma menos laticínios e nozes
Tigela batido

Você pode comer o quanto quiser e ainda perder peso? Sim, ele tende a funcionar muito bem com uma dieta baixa em carboidratos, como a regulação do apetite acontece sem esforço.

No entanto, apesar do fato de que uma dieta baixa em carboidratos geralmente torna fácil comer o suficiente, existem alimentos classificados como carboidratos baixos que se tornam um problema em grandes quantidades. Se você está tendo dificuldade em perder peso com uma dieta baixa em carboidratos, você poderia tentar ser mais cuidadoso com:

Laticínios (iogurte, creme, queijo)
Nozes
Os produtos lácteos contêm quantidades variadas de lactose (açúcar do leite), o que diminui a perda de peso. Além disso, parte da proteína do leite gera uma resposta significativa à insulina , que pode ter o mesmo efeito. Consequentemente, o corte de produtos lácteos pode acelerar a perda de peso. Isso se aplica especialmente aos produtos lácteos que normalmente carecem de gordura, como leite normal e vários iogurtes, mas tenha cuidado com laticínios integrais, como creme e queijo, mesmo assim. E não se esqueça do pó de proteína de soro, que é proteína pura do leite.

Isenta de todos esses avisos de produtos lácteos é manteiga , que é quase pura gordura. A manteiga pode ser consumida livremente como desejado.

Receitas com baixo teor de carboidratos e sem leite

Nozes, o segundo alimento a ser consumido, contêm uma quantidade razoável de carboidrato, e é muito fácil, inconscientemente, abaixar grandes quantidades. As castanhas de caju estão entre as piores fontes de carboidratos – você verá que elas contêm cerca de 20% de carboidratos por peso. Para alguém que segue uma dieta keto estrita com 20 gramas de carboidratos por dia, isso significa que consumir 100 gramas (o que acontece em um instante!) Terá preenchido sua cota diária. Amendoins tendem a ser em torno de 10-15% de carboidratos – não colocá-los na clara também.

Então, para aqueles que estão tendo problemas para perder peso: use nozes com moderação. Quando em uma situação em que as nozes são uma necessidade absoluta, saiba que as mais inofensivas em carboidratos são as nozes de macadâmia (geralmente em torno de 5% de carboidratos), ou castanha do Brasil (4%).

Porcas com baixo teor de carboidratos Porcas com baixo teor de carboidratos – as melhores e as piores

13. Suplementar vitaminas e minerais
Vitaminas e outros suplementos em uma dieta keto

Seu corpo precisa de uma certa quantidade de vitaminas e minerais essenciais para funcionar adequadamente. O que acontece quando você não recebe o suficiente deles? O que acontece quando você come pouca comida ou quando a comida que você come não é suficientemente nutritiva? Talvez nossos corpos percebam e respondam aumentando os níveis de fome. Afinal, se comermos mais, aumentamos as chances de consumir o suficiente do nutriente que nos falta.

Por outro lado, o acesso confiável a vitaminas e minerais pode significar diminuição dos níveis de fome e diminuição do apetite, promovendo perda de peso.

O acima é, naturalmente, especulação. Mas há estudos bem realizados que sugerem que talvez não esteja longe da verdade.
Vitamina D
A falta de vitamina D é provavelmente a deficiência mais comum em países do norte, como o Canadá, ou a maioria dos EUA. Três estudos recentes indicam que, quando comparado a um placebo, um suplemento de vitamina D pode diminuir seu peso de gordura ou a medida da cintura [ 1 2 3 ].

Em um dos estudos , 77 mulheres com sobrepeso ou obesas receberam um suplemento de 1.000 unidades de vitamina D, ou um placebo, todos os dias durante 3 meses. Aqueles que tomaram o suplemento de vitamina D diminuíram sua gordura corporal em 2,7 kg (6 libras) – significativamente mais do que o grupo placebo, que dificilmente diminuiu seu peso de gordura em tudo.

Multivitaminas
Um estudo de 2010 envolveu cerca de cem mulheres com problemas de peso, separando-as em três grupos. Um grupo recebeu um suplemento multivitamínico diário, o outro um suplemento diário de cálcio e o último grupo apenas um placebo. O estudo continuou por seis meses.

Não surpreendentemente, os resultados mostraram que nada havia acontecido com o peso das mulheres que recebiam cálcio ou o placebo. No entanto, o grupo que tomou o multivitamínico perdeu mais peso – cerca de 3 kg a mais – e melhorou seus marcadores de saúde. Entre outras coisas, sua taxa metabólica basal (a taxa em que o corpo queima calorias quando em repouso) aumentou.

Além disso, outro estudo anterior descobriu que os indivíduos diminuíram os níveis de fome tomando suplementos multivitamínicos durante dietas de fome, em comparação com um placebo.

Conclusão
Nutritivo, boa comida é certamente a base da perda de peso. Mas uma quantidade adequada de vitamina D pode ser difícil de ingerir via alimentos. No caso de falta de sol (como durante os meses mais escuros do outono e inverno), é sábio suplementar por várias razões de saúde – e talvez até pelo seu peso.

Se você está acima do peso e não tem certeza de que sua dieta fornece nutrientes suficientes, pode valer a pena tomar um comprimido multivitamínico. Infelizmente, eles ainda contêm apenas doses mínimas de vitamina D, então você precisa de ambos para o efeito completo.

14. Use jejum intermitente
Jejum intermitente e ceto

Há muitas coisas a considerar antes de passar para esta dica # 14, mas não deixe que isso te engane. Esta é uma das armas mais eficazes disponíveis para perder peso. É perfeito se você está preso a um patamar de perda de peso, apesar de “fazer tudo certo” – ou para acelerar sua perda de peso.

Esta super arma é chamada de jejum intermitente. Significa exatamente o que parece … não comer, durante um intervalo de tempo especificado.

Primeira opção recomendada – 16: 8
Provavelmente, a opção mais popular é o jejum de 16 horas (incluindo o sono), que geralmente é fácil de fazer em uma dieta cetônica. Requer apenas o café da manhã para uma xícara de café (ou algum outro líquido não calórico) e almoçar como a primeira refeição do dia. Jejum das 20h às 12h – por exemplo – é igual a 16 horas de jejum.

É claro que existem muitas outras versões de jejum intermitente, mas este método 16: 8 (16 horas de não comer com uma janela de 8 horas comendo) é o que eu recomendo como primeira opção. É eficaz, fácil de fazer e não requer contar calorias.

Você pode fazer um 16: 8 rápido quantas vezes quiser. Por exemplo, duas vezes por semana ou apenas durante a semana … ou todos os dias. Quanto mais vezes você faz isso, mais eficaz é.

De fato, em uma dieta keto algumas pessoas espontaneamente caem neste hábito, como seu apetite é reduzido (veja a perda de peso ponta # 4 , comer apenas quando com fome).

Outros tipos de jejum intermitente
Existem muitas outras opções. Basicamente, os períodos mais longos são mais difíceis de fazer, mas mais eficazes. Aqui estão mais duas opções comuns:

Jejum por 24 horas (muitas vezes jantar – jantar) uma ou duas vezes por semana. Eficaz e pode ser surpreendentemente fácil de fazer, especialmente em uma dieta cetônica.
A dieta 5: 2. Coma o quanto você precisa para se sentir satisfeito 5 dias por semana e depois comer com restrição de calorias em dois dias (500 calorias por dia para mulheres, 600 calorias para homens). Eu não recomendo isso, pois requer contagem de calorias e mais planejamento, mas algumas pessoas ainda acham que gostam disso.
Que tal comer quando estiver com fome?
O conselho sobre o jejum intermitente não contradiz o conselho de comer quando está com fome? Sim, de certa forma.

Eu recomendo comer quando estiver com fome como primeira opção, e eu recomendo sempre comer até que você se sinta satisfeito com as refeições. Mas se isso não for eficaz o suficiente, então o jejum intermitente é uma adição muito poderosa. Lembre-se – e isso é crucial – que entre os períodos de jejum você ainda deve comer até ficar satisfeito.

Jejum intermitente não é a mesma coisa que contar calorias obsessivamente e passar fome 24-7, ou seja, “restrição calórica como dieta primária” (CRaP). Ficar morrendo de fome é uma receita para a miséria e o fracasso.

O jejum intermitente é sobre comer tudo o que seu corpo precisa … enquanto ainda permite que ele, às vezes, repouse momentaneamente da alimentação constante.

O que é aceitável beber durante jejuns?
Durante um jejum você não pode comer, mas você deve definitivamente beber. A água é a bebida de eleição, mas o café e o chá também são ótimas opções. Durante jejuns mais longos, pode ser aconselhável adicionar um pouco de sal ou beber caldo de carne.

Qualquer coisa que você beba deve ser zero calorias. Mas pode ser aceitável fazer batota adicionando uma pequena quantidade de leite no seu café ou chá – se você absolutamente precisar dele para desfrutar da sua bebida.

O que comer entre jejuns
Então, o que você deve comer quando não está em jejum? Bem, se seu objetivo é perder peso, sugiro seguir todas as dicas acima, inclusive comer uma dieta cetônica. Combinar isso com o jejum intermitente é uma ótima combinação.

Em uma dieta pobre em carboidratos sua fome é reduzida e é muito mais fácil fazer um período de jejum. Além disso, a sua queima de gordura já é muito boa – por isso, quando estiver em jejum, queimará muita gordura facilmente.

Assim, enquanto em uma dieta baixa em carboidratos, os períodos de jejum tornam-se mais fáceis de fazer e mais eficazes. 1 + 1 é igual a 3.

Quem não deve fazer jejum intermitente
O jejum intermitente pode ser uma ótima idéia, mas nem todos devem fazê-lo:

Se você é viciado em comida ou açúcar, em seguida, o jejum intermitente pode aumentar os desejos de comida e aumenta o risco de uma recaída … por isso tenha muito cuidado. Eu recomendo sempre comer quando estiver com fome.
Se você está totalmente estressado ou privado de sono, então tome cuidado ou que o primeiro problema (veja a ponta da perda de peso # 11 ) ou o jejum pode ser muito estressante para o seu corpo.
Se você estiver tomando algum medicamento – especialmente insulina – as doses podem precisar ser ajustadas quando estiver em jejum. Discuta com seu médico primeiro.
Crianças em crescimento, mulheres grávidas e mulheres que amamentam não devem fazer períodos mais longos de jejum, pois têm uma necessidade maior de nutrientes. Eu recomendo comer quando com fome e usando as 14 dicas acima, se você precisa perder peso.
Mais
Jejum intermitente para iniciantes

Vídeo
Para mais informações sobre jejum, confira nosso material com nosso especialista em jejum, Dr. Jason Fung:

O que é o jejum? – Dr. Jason Fung
O que é o jejum?
– Dr. Jason Fung
05:21
Curso de jejum do Dr. Fung, parte 1: Uma breve introdução ao jejum intermitente.
Como maximizar a queima de gordura – Dr. Jason Fung
Como maximizar a queima de gordura – Dr. Jason Fung
03:52
Curso de jejum do Dr. Fung parte 2: Como você maximiza a queima de gordura? O que você deve comer ou não comer?
Como jejuar – as diferentes opções – Dr. Jason Fung
Como jejuar – as diferentes opções – Dr. Jason Fung
06:47
Parte 3 do curso de jejum do Dr. Fung: Dr. Fung explica as diferentes opções de jejum populares e torna mais fácil para você escolher o que melhor se encaixa.
Os 7 benefícios do jejum – Dr. Jason Fung
Os 7 benefícios do jejum – Dr. Jason Fung
07:33
O curso de jejum do Dr. Fung parte 4: Sobre os 7 grandes benefícios do jejum intermitentemente.
Os 5 principais mitos do jejum – Dr. Jason Fung
Os 5 principais mitos do jejum – Dr. Jason Fung
08:23
O curso de jejum do Dr. Fung parte 5: Os 5 principais mitos sobre o jejum – e exatamente porque eles não são verdadeiros.
Café da manhã! Será que é realmente importante? – Dr. Jason Fung
Café da manhã!
Será que é realmente importante?
– Dr. Jason Fung
07:08
Parte 6 do curso de jejum do Dr. Fung: É realmente importante comer o café da manhã?
O tratamento perfeito para perda de peso e diabetes – Dr. Jason Fung
O tratamento perfeito para perda de peso e diabetes – Dr. Jason Fung
45:20
Os médicos tratam o diabetes tipo 2 completamente errado hoje – de uma maneira que realmente piora a doença?
A chave para a obesidade – Dr. Jason Fung
A chave para a obesidade – Dr. Jason Fung
44:22
Como a toxicidade da insulina provoca obesidade e diabetes tipo 2 – e como reverter isso. Dr. Jason Fung na Convenção LCHF 2015.
Pergunte ao Dr. Jason Fung

15. Exercer com sabedoria
Exercício em uma dieta ceto

Você se pergunta por que essa dica de perda de peso não aparece até o número 15 da lista? É porque poucas coisas são tão superestimadas para perda de peso como o exercício é. 3

Você já assistiu “The Biggest Loser”? Os participantes deixam o emprego (e a família) por meses. Eles recebem apenas pequenas porções de comida e trabalham como se estivessem trabalhando em tempo integral – 40 horas por semana, às vezes mais. Este método é claramente insustentável para a pessoa comum a longo prazo.

Basta pegar as escadas em vez do elevador, ou descer do ônibus uma parada mais cedo, não vai mudar os números em sua balança de banheiro. É um mito . Desculpa. Estudos mostram que, se você começar a se exercitar, precisará de pelo menos uma hora de treinos intensos todos os dias para perder peso visivelmente.

Basicamente, o efeito do exercício em nosso peso é muito superestimado . É por isso que é apenas o número 15 nesta lista. Há outras coisas que você precisa cuidar primeiro. Não é uma boa idéia comer comida ruim, beber água com açúcar (as chamadas “bebidas esportivas”) ou usar medicações que forçam você a se exercitar por horas diárias apenas para compensar. Metaforicamente, isso é como cavar um buraco, no qual você coloca sua escada, na qual você fica de pé e pinta as janelas do nível do porão de sua casa.

Exercício não pode compensar outras questões em sua vida. Aqueles devem ser abordados primeiro.

As boas notícias
Se, por outro lado, você já tiver cuidado das etapas 1-12 , você deve ter um corpo descansado e recarregado que já esteja felizmente queimando gordura. Nesse caso, o aumento da atividade acelerará sua perda de peso e atuará como um ótimo bônus. Você estará queimando ainda mais gordura desde o primeiro passo.

Por exemplo, você pode fazer longas caminhadas (golfe), pedalar, dançar ou jogar qualquer esporte com o qual esteja feliz e confortável.

O exercício também queima os estoques de glicogênio do corpo, que são essencialmente carboidratos. Isto significa que depois de um treino, você pode comer um pouco mais de carboidratos do que você pode permitir a si mesmo, sem efeitos negativos sobre a insulina ou armazenamento de gordura. Além disso, não se esqueça de que os efeitos do exercício não relacionados ao peso são bastante impressionantes.

Efeitos hormonais
Para efeitos ainda mais impressionantes sobre a composição corporal: apontar para formas de exercício que provocam uma resposta hormonal positiva. Isso significa levantar coisas realmente pesadas (treinamento de força) ou treinamento intervalado. Tal exercício aumenta os níveis do hormônio sexual testosterona (principalmente nos homens), bem como o hormônio do crescimento. Não só os níveis mais elevados desses hormônios aumentam a massa muscular, mas também diminuem a gordura visceral (gordura da barriga) a longo prazo.

Como bônus final, o exercício pode fazer com que você se sinta e pareça melhor.

Que tipo de atividade você se encaixa?

16. Alcançar a cetose ideal
teste de cetona no sangue-16-9
Aviso : Não recomendado para diabéticos tipo 1, veja abaixo.

Chegamos agora à dica número 16. Se você ainda está tendo problemas para perder peso, apesar de seguir os 15 conselhos listados acima, pode ser uma boa ideia trazer a artilharia pesada: cetose ideal. Muitas pessoas que param em planaltos de peso, enquanto em uma dieta baixa em carboidratos descobriram cetose ideal útil. É o que pode derreter a gordura novamente .

Então, como isso funciona? Uma rápida explicação: a primeira dica era comer carboidratos baixos. Isso ocorre porque uma dieta baixa em carboidratos reduz seus níveis de insulina , permitindo que seus depósitos de gordura encolham e liberem sua energia armazenada. Isso tende a fazer com que você queira consumir menos calorias do que consome – sem fome – e perder peso. Várias das dicas mencionadas acima são sobre como ajustar sua dieta para melhorar este efeito.

Como você sabe que está tendo o máximo impacto hormonal de sua dieta com pouco carboidrato? Você faz isso alcançando o que é conhecido como “cetose ideal”.
Cetose
A cetose é um estado em que o corpo tem uma taxa extremamente alta de queima de gordura. Até o cérebro funciona com gordura, via corpos cetônicos. Estas são moléculas de energia no sangue (como o açúcar no sangue) que se tornam combustível para os nossos cérebros depois de serem convertidas de gordura pelo fígado.

Para incentivar a produção de cetona, a quantidade de insulina na corrente sanguínea deve ser baixa. Quanto mais baixa a insulina, maior a produção de cetona. E quando você tem uma quantidade bem controlada de cetonas no seu sangue, é basicamente uma prova de que sua insulina é muito baixa – e, portanto, que você está aproveitando o efeito máximo de sua dieta pobre em carboidratos. Isso é o que é chamado de cetose ideal.

Cetonas de medição
Hoje, existem aparelhos com preço razoável disponíveis para medir os níveis de cetona em casa. Uma picada de agulha no dedo, e em apenas alguns segundos você vai saber o seu nível de cetona no sangue.

As cetonas sangüíneas são melhor medidas em um estômago em jejum pela manhã (antes do café da manhã, isto é). Aqui estão algumas dicas sobre como interpretar o resultado:

Abaixo de 0,5 mmol / L não é considerado “cetose”. Nesse nível, você está longe da máxima queima de gordura.
Entre 0,5-1,5 mmol / L é a cetose nutricional leve. Você terá um bom efeito no seu peso, mas não é o ideal.
Cerca de 1,5-3 mmol / L é o que é chamado de cetose ideal e é recomendado para perda máxima de peso.
Números acima de 3 mmol / L não são necessários. Ou seja, eles não alcançarão nem melhores nem piores resultados do que estar no nível 1,5-3. Números mais altos também podem significar que você não está recebendo comida suficiente. Para diabéticos tipo 1, isso pode ser causado por uma grave falta de insulina, veja abaixo.
Cetonas na urina
Os níveis de cetona também podem ser medidos de uma forma mais antiga, com palitos de teste de urina (vendido sem receita nas farmácias ou na Amazon 4 ). Ketone sticks dão resultados menos confiáveis ​​por várias razões, e as recomendações acima não podem ser diretamente aplicadas a elas. Eles são, no entanto, muito mais baratos.

Minha experiência pessoal
Sinta-se à vontade para ler minhas contas de um teste pessoal de dois meses:

Experiência: Cetose ideal para perda de peso e aumento do desempenho
Quatro semanas de rigoroso monitoramento cetônico e cetônico
Relatório final: Dois meses de rigoroso monitoramento cetônico e cetônico
Embora eu estivesse feliz com meu peso antes desses testes, eles resultaram em uma perda adicional de 4,5 kg (10 libras) e 7 cm (3 polegadas) ao redor da minha cintura – sem exercício adicional ou até mesmo a menor semelhança de fome.

Como conseguir cetose ideal
Muitos que acreditam firmemente que estão comendo uma dieta estrita de carboidratos são surpreendidos quando medem suas cetonas no sangue. Eles podem estar em torno de apenas 0,2 ou 0,5 – bem longe do ponto ideal! Por quê?

O truque aqui não é apenas evitar todas as fontes óbvias de carboidratos (doces, pão, espaguete, arroz, batatas), mas também ter cuidado com a ingestão de proteínas. Se você ingerir grandes quantidades de carne, ovos e produtos similares, o excesso de proteína será convertido em glicose em seu corpo. Grandes quantidades de proteína também podem aumentar um pouco seus níveis de insulina. Isso compromete a cetose ideal.

O segredo para contornar isso é geralmente comer o seu preenchimento com mais gordura . Por exemplo, se você tiver uma porção maior de manteiga de ervas no seu bife, talvez não sinta vontade de ter um segundo bife e, em vez disso, fique satisfeito depois do primeiro.

Um truque popular que as pessoas usam para ingerir mais gordura é o “café gordo” (às vezes chamado de “Magic Bullet Coffee” ou MBC). Envolve a adição de uma colher de sopa de manteiga e uma colher de sopa de óleo de coco ao seu café (matinal) e requer um liquidificador para a textura certa.

Mais gordura na sua comida vai te encher mais. Isso irá garantir que você coma menos proteína e menos carboidratos. Sua insulina diminuirá e, com sorte, você será capaz de atingir a cetose ideal. E é aí que muitos patamares de peso teimosos são superados.

Se não funcionar
Estar em cetose ideal por um período prolongado de tempo (digamos, um mês) irá garantir que você experimente o efeito hormonal máximo de comer uma dieta baixa em carboidratos. Se isso não resultar em perda de peso perceptível, você pode estar certo de que muitos carboidratos não fazem parte do seu problema de peso e não o obstáculo à sua perda de peso. Existem, de fato, outras causas de obesidade e excesso de peso. As próximas três dicas desta série podem ajudá-lo.

Tente
Encomende online um medidor de cetona e comece a medir. Existem alguns modelos diferentes, o mais popular é provavelmente o medidor Precision Xtra ketone. Infelizmente, esses medidores são muito caros, já que as tiras de teste podem custar cerca de US $ 5 por teste.

Aqui está um pacote completo 5 com tudo que você precisa para verificar seus níveis de cetona no sangue.

Mais
Aprenda muito mais sobre dietas cetogênicas aqui:

Um guia rápido para dietas cetogênicas

Assista à minha entrevista em vídeo com o médico americano Peter Attia, com uma dieta estritamente cetogênica com baixo teor de carboidratos: desempenho muito baixo de carboidratos

Uma palavra de aviso
Se você tem diabetes tipo 1 , você não deve seguir o conselho acima sobre a cetose ideal – pode ser arriscado. Se você tem cetonas no seu sangue, você deve ter certeza de que seus níveis de açúcar no sangue são normais. Se eles são, você está em cetose normal – assim como a cetose de pessoas não diabéticas que aderem a uma dieta rigorosa de baixo carboidrato.

Níveis elevados de açúcar no sangue juntamente com cetonas elevadas no sangue, por outro lado, significará que você tem um nível patologicamente baixo de insulina – algo que não diabéticos não sofrem. Isso pode levar à cetoacidose – uma condição potencialmente fatal. Se isso acontecer, você precisará injetar mais insulina; Se não tiver certeza do que fazer, entre em contato com um profissional médico. Cetonas de sangue realmente exigentes para controle de peso não vale o risco para diabéticos tipo 1.

17. Obtenha seus hormônios verificados
Teste seus hormônios

Então você seguiu as dicas anteriores, implementou grandes mudanças no estilo de vida e estabeleceu que nem a medicação nem a deficiência de vitamina são um problema. Você até tentou manter a cetose ideal por um tempo (garantindo baixos níveis de insulina). E você ainda não consegue atingir a marca de peso normal?

Se isso se aplica a você, é hora de considerar a possibilidade de que os desequilíbrios hormonais sejam a causa de seus problemas. Existem três áreas problemáticas comuns:
Hormona da tiróide
Hormônios sexuais
Hormônios do estresse
Hormona da tiróide
Algumas pessoas, especialmente mulheres, sofrem metabolismo diminuído como resultado da deficiência de hormônio tireoidiano – hipotireoidismo. Sintomas comuns são:

Fadiga
Intolerância ao frio
Prisão de ventre
Pele seca
Ganho de peso
Nestes casos, o ganho de peso resultante da diminuição do metabolismo geralmente não excede quinze quilos.

O seu médico pode facilmente providenciar que você faça um exame de sangue para medir a concentração do hormônio estimulante da tireóide (TSH). Se o teste voltar e tudo parecer bem, sua glândula tireoide provavelmente está bem. Para um diagnóstico mais exato, você pode pedir-lhes para medir os níveis reais de hormônios da tireóide no sangue (T3 e T4).

Duas maneiras de evitar tornar-se deficiente no hormônio da tireóide:

Certifique-se de consumir suficiente iodo, que é um bloco de construção do hormônio da tireóide. Boas fontes são peixe, marisco e sal iodado (ou sal marinho).
Níveis muito baixos de hormônio da tireóide geralmente indicam uma reação auto-imune à própria glândula tireóide. Isto significa que você terá que tomar suplementos de hormônio da tireóide por via oral, geralmente a forma estável T4 (Levaxin), que o seu médico pode prescrever para você. Seu corpo irá transformar isso no hormônio T3 ativo quando necessário. A dose do suplemento deve ser ajustada de forma a atingir os níveis hormonais normais (TSH, T3, T4) e aliviar suficientemente os sintomas – embora algumas pessoas sintam-se melhor quando mantêm o TSH ligeiramente abaixo do normal.
Algumas pessoas sentem-se melhor suplementando o T3 já ativo (às vezes preparado a partir de glândulas tireóides de suínos), pois pode ter um efeito mais forte do que o hormônio T4, mas seu efeito é muitas vezes mais difícil de controlar. Os serviços de saúde suecos raramente prescrevem ou oferecem esse tipo de tratamento, já que muitas vezes não tem vantagens e podem representar um risco quando as doses são altas por um longo período de tempo.

Hormônios sexuais
Os hormônios sexuais também afetam seu peso:

Mulheres: As mulheres podem sofrer do distúrbio endócrino SOP – síndrome do ovário policístico – que eleva os níveis de testosterona e insulina. Isso pode significar ganho de peso e distúrbios menstruais (muito comum), infertilidade, acne e crescimento de pêlos masculinos (como pêlos faciais). Uma dieta baixa em carboidratos é um bom tratamento para isso. Mais sobre PCOS.

Durante a menopausa, o nível de estrogênio do hormônio sexual feminino cai. Isso geralmente causa algum ganho de peso, especialmente ao redor do intestino (a chamada obesidade central). O excesso de peso ganho após a menopausa tenderá a ser menos proporcional a uma mulher fértil, menos curvilínea.

Saber mais:
As 10 melhores dicas para perder peso em carboidratos para mulheres com mais de 40 anos

Homens: a partir da meia-idade e em diante, os homens experimentam níveis gradualmente decrescentes do hormônio sexual masculino testosterona. Isso leva a um leve ganho de peso, também tipicamente ao redor do intestino, e diminui a massa muscular.

O que você pode fazer com os hormônios sexuais?
A deficiência de testosterona pode ser pelo menos parcialmente tratada naturalmente, participando de rotinas de exercícios inteligentes e suplementando a vitamina D.

Naturalmente, você também pode afetar os níveis de testosterona fazendo com que seu médico prescreva um suplemento de testosterona (um exame de sangue confirmará qualquer deficiência). As mulheres podem usar suplementação de estrogênio para problemas de menopausa.

É importante que você leve em conta, entretanto, que a suplementação de testosterona ou estrogênio por anos a fio, em doses anormalmente grandes para a sua idade, aumentará o risco de câncer de próstata (em homens) e de mama (em mulheres).

Pode ser sábio aceitar que você não tem (e não deveria!) Ter o corpo de uma pessoa de 20 anos quando tiver várias vezes essa idade. A melhor opção pode ser tentar se concentrar em um estilo de vida saudável, e ser tão feliz e grato quanto puder pelo corpo que você tem.

Hormônio do estresse
O último culpado possível por trás de problemas de peso teimoso pode ser o hormônio do estresse, o cortisol. O excesso de cortisol aumenta os níveis de fome, trazendo consigo o ganho de peso subsequente. A causa mais comum de cortisol elevado é o estresse crônico e a falta de sono (ver dica nº 10 ), ou medicação com cortisona ( dica nº 9 ). É uma boa ideia tentar o seu melhor para fazer algo sobre isso.

Em casos raros e extremos, você pode estar lidando com um tipo específico de tumor que impulsiona a produção de cortisol. A condição é chamada síndrome de Cushing . Se você suspeitar que está sofrendo com isso, consulte o seu médico e eles executarão testes apropriados.

18. Considere pílulas para perda de peso (se estiver desesperada)
Comprimidos para perda de peso

Parece um sonho. Continue vivendo como você já faz, tome uma pílula por dia e, sem esforço, perca seu excesso de peso. É por isso que as pílulas para perda de peso são uma indústria bilionária.

Então eles funcionam? Sim. Mas eles não são muito eficazes.

Existem muitas drogas que resultam em uma perda de peso modesta (alguns quilos em média) à custa de efeitos colaterais significativos. Na minha opinião, há apenas uma droga que você pode querer considerar usar.

Antes de chegarmos a essa droga, resumiremos brevemente as outras opções e por que elas não são ótimas.
Suplementos sem receita médica

A internet está cheia de alegações de suplementos mágicos que podem torná-lo magro. Infelizmente, a única coisa que eles vão fazer emagrecer é a sua carteira.Isso é verdade mesmo se eles já foram mencionados no Dr. Oz – você sabe que é um show de entretenimento , certo?

Quaisquer suplementos isentos de prescrição para venda que não sejam perigosos ou ilegais (como esteróides) podem ter um efeito pequeno ou insignificante no seu peso.

Isto é verdade mesmo para os suplementos vitamínicos mencionados nos conselhos # 13 – o efeito é definitivamente pequeno , mas nesse caso também é seguro – talvez até saudável – e também barato, tornando-o potencialmente um bónus inteligente (note que não vendemos suplementos qualquer coisa e não ganhar dinheiro com este conselho).

Há também “bloqueadores de carboidratos” sem prescrição, que supostamente impedem o corpo de absorver os carboidratos que ingerimos. O efeito tende a ser relativamente pequeno , mesmo em estudos financiados pelas empresas que vendem os produtos. É definitivamente pelo menos dez vezes mais eficaz não comer os carboidratos em primeiro lugar (também é grátis).

Supressores de apetite mais velhos
PhentermineNos EUA, ainda é possível obter inibidores de apetite parecidos com anfetaminas prescritos para uso a curto prazo (semanas). Como eles são apenas para uso a curto prazo, não servem para o controle de peso a longo prazo. Esses medicamentos não são aprovados na UE.

Essas drogas têm efeitos colaterais como insônia, palpitações cardíacas e pressão arterial elevada. Também é possível se tornar viciado neles e, portanto, eles exigem uma prescrição especial de substância controlada. Exemplos incluem:

Adipex-P ou Suprenza (Phentermine)
Bondril (Phendiametrazine)
Didrex (benzfetamina)
O efeito dessas drogas é decididamente modesto e de curto prazo, dificilmente superando seus riscos. Eu não os recomendo.

A pílula de “descarga oleosa”
alli

Vamos passar para outra droga mais antiga, Xenical , recentemente vendida sem receita médica como “ Alli ” e com uma popularidade decrescente.

Esta droga impede o corpo de digerir a gordura nos intestinos. Em vez disso, apenas passa através de você e acaba no banheiro … ou em suas calças.

Os efeitos colaterais incluem cólicas estomacais, gases, vazamento de fezes oleosas e incapacidade de controlar os movimentos intestinais. E, finalmente, a “descarga oleosa”, que muitas vezes resulta quando as pessoas pensam que estão apenas passando algum gás.

Esta pílula não é compatível com o uso de calças brancas e não é compatível com a ingestão de gordura. Assim, não é compatível com uma dieta baixa em carboidratos. Isso não significa que você tem que usar calças brancas em uma dieta baixa em carboidratos, você só precisa comer gordura (você já entendeu isso, certo?).

Apenas esqueça essa droga. A maioria dos médicos já tem.

A pílula estúpida
EstúpidoExiste uma opção pior que o Xenical / Alli? Porque sim. É chamado Qsymia .

O Qsymia está disponível nos EUA, mas foi rejeitado na Europa (onde os efeitos colaterais foram sensivelmente julgados piores que os benefícios). Eu prefiro rotular esta droga a “pílula estúpida”.

Qsymia combina uma pequena quantidade da antiga Phentermine (ver inibidores de apetite acima) com uma pequena dose de topiramato, um medicamento anti-convulsivo.

O problema real? Efeitos colaterais comuns do topiramato incluem sonolência, fadiga, depressão, distúrbios da atenção, comprometimento da memória, distúrbio cognitivo, habilidades psicomotoras prejudicadas (isto é, tornar-se desajeitado), letargia, distúrbio do equilíbrio, sedação, anormalidade da marcha (ou seja, caminhar como se estivesse bêbado).

Basicamente, essa droga desacelera seu cérebro, como álcool ou sedativos. Você realmente vai fazer isso para perder alguns quilos, que você vai recuperar quando parar de tomar o remédio?

As pílulas “meh”
Mais dois medicamentos para controle de peso foram aprovados nos EUA em 2012 e agora estão disponíveis, Belviq e Contrave .

Belvic foi rejeitado na Europa por causa de preocupações de segurança. Contrave foi recentemente aprovado (sob o nome Mysimba).

Essas duas drogas funcionam em diferentes receptores no cérebro para controlar o apetite. O efeito é modesto – 6 a 8 libras perdidas em um ano, com recuperação parcial depois disso. Há preocupações de segurança em curso com ambas as drogas e um risco definido de efeitos colaterais como (para Contrave) náusea, constipação, dor de cabeça, risco de pensamentos suicidas e convulsões.

Para mim, esses benefícios modestos não superam o risco de efeitos colaterais.

O campeão reinante
E então há apenas mais uma droga de perda de peso aprovada. Felizmente este realmente mostra muita promessa e pode acelerar a perda de peso bastante significativa.

Esta droga é uma variante injetada de um hormônio da saciedade chamado GLP-1. Diminui a rapidez com que o estômago esvazia e diz ao cérebro que você não precisa comer ainda – uma ótima idéia para perder peso. Como um bônus, essa droga funciona bem enquanto uma está na dieta cetona e funciona ainda melhor com o jejum intermitente – para uma rápida perda de peso sem fome.

Esta droga foi inicialmente usada para controlar o açúcar no sangue em diabetes tipo 2 – sob a marca Victoza – onde tem o efeito colateral agradável de perda de peso significativa .

Testes em pessoas com obesidade (sem diabetes) mostram que em doses mais altas a droga é bastante eficaz como um tratamento de perda de peso puro , com pacientes perdendo em média 12,3 libras (5,6 quilos) mais do que um grupo placebo após um ano.

Saxenda

Esta droga foi recentemente aprovada nos EUA e na Europa para perda de peso, sob o nome Saxenda . Existem muitos outros medicamentos semelhantes ao GLP-1 para o tratamento do diabetes tipo 2, mas nenhum deles foi cuidadosamente testado ou aprovado para tratar a obesidade ainda.

Saxenda já está disponível ao custo fantástico de cerca de US $ 1.000 por mês .

Tanto nos EUA quanto na Europa, outra opção é o Victoza, que é exatamente o mesmo medicamento com metade da dose e metade do preço. Nesta dose mais baixa, a perda de peso resultante é de cerca de 75% da perda de peso quando se está em Saxenda. Victoza é aprovado apenas para o tratamento da diabetes tipo 2.

O principal efeito colateral de Saxenda / Victoza é o que acontece se o efeito de saciedade se tornar muito forte: náusea e vômito. Isto é bastante comum quando se inicia, por isso é necessário começar com uma dose baixa e depois aumentá-la lentamente à medida que o corpo se adapta à medicação.

O bônus
Se você tem diabetes tipo 2, há outro medicamento para diabetes que pode resultar em perda de peso perceptível: a droga farxiga “low-carb in a pill” (chamada Forxiga na Europa).

A linha de fundo
Não há pílula que facilmente faça as pessoas magras. Essas drogas são todas muito ruins ou pelo menos não muito eficazes.

A única exceção em minha mente é Saxenda – e esta é uma injeção diária, não uma pílula.

A desvantagem de Saxenda é o preço muito alto – o seguro pode cobrir apenas parte dele – e a náusea que as pessoas costumam experimentar nele.

Também está claro, pela minha própria experiência e por outras pessoas, tratar os pacientes de que não funciona bem para todos. Algumas pessoas experimentam apenas uma perda de peso mínima. Outras pessoas perdem muito mais do que os 12 quilos adicionais perdidos em um estudo recente – isso é apenas uma média.

Leia também: Womax gel lipo funciona

Finalmente, Saxenda só funciona enquanto você usá-lo. Uma vez que você pare, o peso tende a retornar. Então está perdendo cerca de 12 libras no valor de US $ 1.000 por mês e o risco de náusea? Só você pode decidir.

A maioria das pessoas que querem perder peso tem mais de 12 quilos a perder. É por isso que mesmo a melhor droga para perda de peso do mundo só pode ser um complemento opcional para outros tratamentos. É por isso que este conselho é o número 18 de 18. Pode ser uma adição útil para algumas pessoas, mas o conselho mais alto na lista é o que pode fazer a maior diferença, de longe.

Como ser saudável: 9 dicas fáceis para um estilo de vida mais saudável

Como ser saudável: 9 dicas fáceis para um estilo de vida mais saudável

Todos nós queremos saber como ser saudável, mas parece um objetivo tão elevado. Preparar-se para fazer mudanças saudáveis ​​no estilo de vida pode ser simultaneamente inspirador e intimidador. Quero dizer, onde você começa mesmo? Você precisa revisar toda a sua vida de uma só vez? A resposta, você pode ser feliz em saber, é: não. Quando se trata de adotar novos hábitos saudáveis ​​e fazê-los aderir, há muitas pequenas coisas que você pode fazer que farão uma grande diferença a longo prazo (e não deixá-lo louco no processo). Em vez de tentar melhorar a sua saúde com uma enorme reformulação, experimente estes nove movimentos pequenos, praticamente indolores, para obter resultados duradouros.
1. Coloque suas refeições para trás.
As pessoas muitas vezes se acumulam nos carboidratos, depois migram para a proteína e, em seguida, culminam com uma pequena quantidade de vegetais no espaço que resta. Em vez disso, vá em ordem inversa, Abby Langer, RD, proprietária da Abby Langer Nutrition em Toronto, diz SELF: Encha metade de seu prato com legumes e divida os quartos restantes entre proteína e amido, idealmente algo composto de carboidratos complexos em vez de refinados, como arroz integral.
Servir dessa maneira ajuda a garantir que você consuma as porções diárias recomendadas de vegetais (pelo menos 2 ½ xícaras, diz o USDA), além de aumentar o consumo de fibras e os níveis de hidratação graças ao teor de água dos vegetais.

Leia também: White Max funciona
2. Coloque sua comida longe quando você terminar de servir você mesmo.
‘Qualquer um vai comer mais se a comida estiver olhando para eles’, diz Langer. Sempre sinta-se à vontade para pegar mais, se estiver realmente com fome, mas, desse modo, você saberá que é por causa de uma necessidade física por mais comida em vez de pura conveniência ou tentação.
3. Beba um copo de água antes de cada refeição.
Beber a quantidade de água que você precisa por dia é necessário para que todos os sistemas do seu corpo funcionem sem problemas, mas também irá evitar que você coma demais devido à fome, tornando mais fácil uma abordagem mais consciente de suas refeições, diz Langer.
4. Para dobrar o mindfulness, mastigue cada mordida antes de engolir.
A lista de “razões pelas quais você precisa desacelerar seu rolar ao comer” é tão longa quanto o seu braço, explica Langer. Comer comida pode levar ao inchaço por causa do ar extra que você está engolindo, desse sentimento muito completo, porque você não dá ao seu corpo a chance de processar a saciedade antes de limpar o seu prato, e perder completamente o sabor delicioso. a comida é realmente.
VÊ ISTO
Exatamente quantas vezes você realmente precisa ver diferentes tipos de médicos

Você pode escolher um número de mastigações para cumprir por mordida, como 20, ou você pode optar por uma abordagem menos organizada, como garantir que está engolindo naturalmente, não engolir em seco para engolir apenas bocados mastigados.

5. Chame a comida de “saudável” e “menos saudável” em vez de “boa” e “ruim”.
“Quando as pessoas rotulam a comida como ‘boa’ e ‘ruim’, ela se torna um julgamento – se você come ‘boa’ comida, você é uma boa pessoa, se você come comida ‘ruim’, mal comportado ”, diz Langer. Isso não poderia estar mais longe da verdade, então pare de se colocar em um tempo emocional apenas por causa do que você come.
‘Na verdade, nenhum alimento é realmente ruim e nenhum alimento é realmente bom – alguns são mais saudáveis ​​do que outros’, diz Langer. Reprogramar seu pensamento dessa maneira provavelmente ajudará você a aprender a arte de se entregar à moderação em vez de consumir alimentos ‘ruins’, além de ser uma maneira melhor de se tratar.
6. Para cada hora que você passa sentado, levante-se e caminhe apressadamente por cinco minutos.
Ficar sentado o dia todo não é bom para a sua bunda ou para o seu coração. A atividade física é extremamente importante para a sua longevidade, e tudo isso se soma à especialista em saúde da mulher, Jennifer Wider, M.D., diz ao SELF. Às vezes, pode parecer impossível se encaixar em uma tonelada de exercícios quando você não está acostumado, mas o movimento apimentado ao longo do dia é muito mais viável.
Por exemplo, se você seguir essa regra enquanto está sentado durante oito horas por dia, você vai acabar andando por 40 minutos, colocando uma depressão recomendável na recomendação mínima de 150 minutos de atividade aeróbica de intensidade moderada por semana.
7. E se alguns tipos de exercício lhe parecerem terríveis, faça outra coisa.
Sim, dançar para Beyoncé em casa conta como exercício. Será que vai queimar tantas calorias quanto uma aula intensiva de boot camp? Não. Mas é sobre escolher exercícios que você realmente goste o suficiente para continuar fazendo, não o tipo que faz sua alma querer morrer, mas tem o máximo de retorno calórico imediato, Michelle Segar, Ph.D., diretora do Sport, Health, e Pesquisa de Atividade e Centro de Políticas da Universidade de Michigan e autor de No Sweat! Como a ciência simples da motivação pode lhe dar uma vida de aptidão, diz SELF.
Segue a recomendação de Segar: ‘Venha a partir de um ângulo de curiosidade e diga: ‘Que tipos de coisas positivas eu me sentiria motivado a fazer?” Esse tipo de abordagem ajuda você a

QUAIS AS DIFERENÇAS ENTRE CELULITE E ESTRIAS?

QUAIS AS DIFERENÇAS ENTRE CELULITE E ESTRIAS?

Quais as Diferenças Entre Celulite e Estrias?
A celulite e as estrias são problemas que esteticamente fazem com que as mulheres fiquem extremamente preocupadas, pois fazem com que a sua pele fique com aspecto de descuidadas e desleixadas. Porém, na realidade não é apenas isso acontece, pois ambos problemas são causados por problemas de herança genética, má alimentação e maus comportamentos

Saiba mais: Estrifree o que é

Esses problemas podem surgir juntos ou separados, sendo resultado do mesmo problema ou não. Se você deseja conhecer um pouco mais sobre esses temidos problemas da pele, confira a seguir as principais diferenças entre as estrias e a celulite

O QUE É A CELULITE?
A celulite é um problema que surge nas nádegas, nas coxas, no abdômen e nos quadris em forma de buraquinhos e furinhos que enrugam, causando na pele o aspecto de casca de laranja. A celulite é completamente comum nas mulheres, mas também pode surgir nos homens.

A celulite costuma causar inchaço e o endurecimento das células, que se enchem de gordura, toxinas e água, provocando desníveis e nódulos na pele. Além também de alterações na microcirculação e o aumento do tecido fibroso, que também causam a celulite. Ela pode ser encontrada em um nível mais leve, moderado ou grave, dependendo de seu grau de profundidade, aspecto em áreas elevadas, presença de lesões e também da flacidez da pele.

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DA CELULITE NA PELE?
O surgimento da celulite se dá principalmente por conta de uma má alimentação, que tem como principal consequência o aumento do peso, acúmulo de toxinas e também a lentidão do metabolismo. Por essa razão, existem algumas mudanças na rotina alimentar que podem até reduzir os buracos, principalmente quando se trocam as gorduras saturadas, açúcares e refrigerantes por sucos naturais, legumes, verduras, sementes e oleaginosas, além também da ingestão de bastante água.

As alterações hormonais, o sedentarismo aliados com os fatores genéticos também contribuem de forma direta para o surgimento das celulites.

QUAIS SÃO OS TRATAMENTOS MAIS INDICADOS PARA O COMBATE À CELULITE?
Os tratamentos existentes e eficazes contra a celulite são uma mudança nos hábitos alimentares e a prática de exercícios físicos. Além disso, você também pode fazer um tratamento de drenagem linfática, uma massagem modeladora, o uso de cremes anticelulite, a endermologia, radiofrequência, mesoterapia, cirurgias à laser, carboxiterapia, ultrassom com lipolíticos, gesso lipo redutor e diversos outros tipos de tratamento que auxiliam tanto para a redução quanto para o combate à celulite.

O QUE É A ESTRIA?
Ao contrário da celulite, as estrias são resultado da destruição das fibras elásticas e colágenas da pele, que acabam formando cicatrizes. Muitas vezes, essa destruição é causada pelo estiramento repentino da pele, como por exemplo a gravidez ou um emagrecimento rápido, provocando coceira ou ardência no local, mas muitas vezes, as estrias não apresentam sintomas.

Quando as estrias estão em sua fase inicial, costumam ser da cor roxa ou rosa, sempre acompanhadas por coceiras leves, por serem uma inflamação. Mas, uma inflamação antiga apresenta cor branca por já terem sofrido uma atrofia mais intensa das fibras elásticas e colágenas, por essa razão, sem o surgimento de inflamações.

As pessoas com pele mais escuras ou morenas costumam apresentar uma estria com coloração mais escura do que o seu tom de pele. As estrias costumam surgir nas coxas, glúteos, flancos, abdômen e seios e nos homens, as estrias surgem nos braços, nas costas e nos ombros, sendo que os homens que fazem uso de anabolizantes estão mais propensos a apresentarem as marcas provocadas pelas estrias.

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DAS ESTRIAS?
Além dos fatores genéticos que já são conhecidos, as estrias também podem se provocadas pelo estiramento da pele, muitas vezes causado pelo aumento do volume do corpo como uma gravidez, ganho de peso e a colocação de próteses nas mamas ou nas nádegas, o uso de anabolizantes e também problemas hormonais causados pelo uso dos hormônios adrenocorticais e o estrógeno.

O uso contínuo de corticoides por muito tempo também pode provocar o surgimento das celulites.

QUAL É O MELHOR TRATAMENTO PARA AS ESTRIAS?
As estrias podem ser reduzidas através de um tratamento com ácito retinoico, microdermoabrasão, tratamento infravermelho, laser ablativo, laser não-ablativo e também a subcisão, nesse ano de 2018 surgiu um novo produto que principalmente os artistas estão usando, conhecido com Revital.

COMO PREVENIR AS CELULITES E AS ESTRIAS?
A prevenção das estrias e celulites depende de diversos fatores, pois a estria costuma surgir por causa do efeito sanfona que a pessoa enfrenta, emagrecendo e engordando de forma extremamente rápida.

Para as estrias causadas pela gravidez, estrias do crescimento que você simplesmente não consegue evitar, além também da estria conhecida como estrião que os adolescentes costumam apresentar atrás da perna, nas costas e você simplesmente não tem como prevenir, pois ela se desenvolve de forma rápida e tudo que tem o crescimento rápido a pele acaba não suportando.

Identificou as diferenças entre as estrias e a celulite? A alimentação não influencia no surgimento da estria, sendo esse um problema de fragilidade na derme onde as fibras elásticas não conseguem aguentar os traumas. Além disso, a distensão da pele de forma muito rápida ou de forma lenta também pode causar o problema

A celulite também é um problema genético, uma tendência genética que também influencia em demais situações, mas na estria, é um fator extremamente importante diante dos fatores que causam a celulite como a alimentação e outros. A obesidade é fator determinante em ambos os casos, além também dos fatores genéticos, mas para a estria, a alimentação e demais fatores não influenciam

O essencial para evitar o surgimento de ambas é evitar ganhar peso, pois o efeito sanfona emagrecendo e engordando para as estrias é horrível, você precisa conseguir se manter dentro de um peso e evitar o excesso de peso durante a gravidez, ganhando peso sempre dentro dos limites considerados adequados e de forma saudável tanto para a gestante quanto para o bebê.

Se você segue todas as recomendações corretamente e ainda assim percebeu que a estria a celulite estão presentes na sua pele, não precisa se desesperar, você tem feito o suficiente, pois diversas formas de celulite e estrias dependerão de você e do que acontecerá se você deixar de ter cuidados essenciais.

7 dicas para emagrecer

7 dicas para emagrecer

Quando falamos em emagrecimento, logo vem em nossa mente muitos tipos de dieta que prometem alcançar as medidas ideais, tendo como exemplo de beleza as modelos que sempre aparecem na TV, nas capas de revistas, internet e por todos os veículos de divulgação. Por conta disso, não é difícil nos depararmos por aí com as chamadas “dietas da moda”.

Vai dizer que nunca ouviu falar na dieta da lua, dieta da proteína, dieta da sopa, da banana, do leite… ? Enfim, elas sempre prometem um emagrecimento rápido e sem complicações. Porém, o que parece ser inofensivo, pode trazer diversos problemas de saúde por conta das grandes restrições que são impostas.

Saiba mais: Kifina comprar

É sempre importante lembrar que cada um possui um porte físico diferente do outro, sendo que existem pessoas que tem tendência a engordar ou emagrecer com mais facilidade. Mas não é por conta disso que você vai desanimar e acreditar que nunca vai conseguir!

Para conseguir emagrecer definitivamente, é essencial que um profissional na área da nutrição acompanhe esse processo. Assim, ele irá conseguir desenvolver um plano alimentar com base nas necessidades de cada pessoa. Abaixo nós listamos 7 dicas que são indispensáveis para conseguir emagrecer de vez.

1 – evite ao máximo as guloseimas para emagrecer
As chamadas guloseimas como chocolate, balas, doces, salgadinhos, biscoitos, etc. devem ser evitadas se você busca o emagrecimento.
Mas então eu não posso mais comer nada disso?
Pode sim! O que não pode é exagerar, pois esses alimentos contêm muitas calorias, açúcares e gorduras ruins, que se forem consumidos em grande quantidade, podem ocasionar ganho de peso e sérios problemas à saúde.

2 – alimentos light/diet podem não ser a solução!
Esse tipo de alimento costuma conter uma quantidade menor de açúcar e gorduras, porém as calorias continuam lá. Por conta disso, consuma moderadamente até mesmo os produtos light e diet.

Confira aqui a lista com os 9 alimentos que emagrecem de verdade.

3 – frutas e verduras são indispensáveis para perder peso
Para seu organismo estar funcionando perfeitamente, é mais que necessário incluir as frutas e verduras em sua rotina alimentar.
Esses alimentos são extremamente ricos em minerais, vitaminas e fibras, que são responsáveis por aquela famosa sensação de saciedade, evitando que você acabe se alimentando de maneira inconsciente e errada.

4 – frituras devem ser evitadas para o emagrecimento
Evitar frituras é regra básica quando o assunto é emagrecimento. Fazendo isso, você estará livrando seu organismo de muita gordura e caloria. Ao invés de consumir frituras, você pode optar por alimentos assados, grelhados ou cozidos, que são muito mais saudáveis.

5 – aumente o consumo de alimentos integrais
Adicione em sua dieta alimentos integrais como o arroz, pão, macarrão, entre outros. Produtos integrais são saudáveis porque, diferentemente dos produtos refinados, mantêm consigo as suas propriedades nutricionais, como os minerais, as fibras e vitaminas. No entanto, muito cuidado com o excesso, pois até mesmo os alimentos integrais contêm calorias e podem fazer o papel de vilão caso não haja um consenso da quantidade ingerida.

6 – opte pelos sucos naturais para emagrecer
Talvez o maior de todos os vilões da obesidade são os refrigerantes. O açúcar é parte principal de suas composições e, por esse motivo, dê preferência aos sucos naturais, que ajudam na hidratação do corpo e são excelentes fontes de vitaminas e minerais.

7 – atividades físicas corretas para emagrecer
Fazer atividades físicas adequadas para seu corpo ajuda a intensificar o processo de emagrecimento, acelerando seu metabolismo.

8 MELHORES ÓLEOS ESSENCIAIS PARA CONCENTRAÇÃO, FOCO E CLAREZA MENTAL

8 MELHORES ÓLEOS ESSENCIAIS PARA CONCENTRAÇÃO, FOCO E CLAREZA MENTAL

Óleos essenciais contêm compostos de plantas poderosas que oferecem uma incrível variedade de benefícios, tanto física como mental. Você já se encontrou em uma reunião ou ouvindo um discurso quando de repente percebe que não tem ideia do que acabou de dizer porque você se afastou, pensando sobre seus planos para o fim de semana ou como você vai resolver um problema em particular?

Muitas pessoas se deparam com sua mente vagando sem perceber como isso aconteceu. Nos dias atuais tudo se tornou acelerado. Ainda mais com tantos aplicativos no celular e aparelhos eletrônicos, não é de admirar que coisas como concentração e foco sejam difíceis de se encontrar.

Leia também: Óleo de baobá funciona

A boa notícia é que certos óleos essenciais oferecem propriedades que aumentarão sua clareza mental, foco e concentração, para que você possa melhorar o desempenho na escola, faculdade, trabalho e em sua vida cotidiana.

1. Óleo Essencial de Limão
Óleos cítricos como limão são conhecidos por serem muito edificantes. O limão não só ajuda a promover a clareza mental, melhorar o foco e a concentração, mas é ótimo para melhorar o humor e reduzir os efeitos do estresse. É especialmente útil para aqueles que têm TDAH(Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) e tendem a ficar estressados ​​realizando as tarefas diárias, pois pode induzir uma sensação de calma para facilitar o foco. Pessoas com TDAH são mais propensas a ter outras questões como ansiedade ou depressão, e alguns estudos descobriram que o óleo essencial de limão pode ajudar com isso também, pois ajuda na regulação da dopamina e serotonina no cérebro.

Óleo essencial de limão é ótimo quando usado em um spray de ambiente. Simplesmente adicione algumas gotas a um borrifador com água para criar um ambiente que ajudará a melhorar seu foco, concentração e clareza mental, enquanto aumenta os níveis de energia e eleva seu humor.

limão
Leia mais: Faça você mesmo: colares naturais aromatizados

2. Óleo Essencial de Vetiver
Vetiver é nativo da Índia, e seu óleo essencial tem sido usado na medicina tradicional no sul da Ásia, sudeste da Ásia e oeste da África há milhares de anos. Na Índia e no Sri Lanka, é frequentemente chamado de “óleo da tranquilidade”. Tem uma fragrância exótica, fumegante e doce, e uma energia tranquila que ajuda a acalmar as emoções e é usado em traumas para ajudar na autoconsciência e estabilização.

Tradicionalmente, é usado como parte da aromaterapia para relaxamento e para ajudar a aliviar o estresse emocional, além de ataques de pânico, trauma, ansiedade, insônia e depressão. As propriedades potentes do Vetiver são ótimas para aliviar o cansaço mental e aumentar a capacidade de concentração e concentração. Quando foi usado em um estudo de 2001 focado nos efeitos para crianças com TDAH, após 30 dias de inalação todos os dias, os sintomas foram significativamente reduzidos.

Vetiver pode ser usado de várias maneiras, incluindo simplesmente segurando um frasco sob o nariz. Ao esfregá-lo nos pés antes de ir para a cama, ele pode ajudá-lo a ter um sono de melhor qualidade, o que também ajuda a melhorar a clareza mental, o foco e a concentração no dia seguinte. Durante o dia, você pode querer adicionar algumas gotas de óleo essencial de vetiver em um difusor. Permita que seu perfume se espalhe pela sala – se o aroma é muito terroso para você, você pode adicionar algumas gotas de outro óleo essencial, como lavanda.

vertiver
3. Óleo Essencial de Lavanda
Falando em lavanda, é um dos óleos essenciais mais versáteis que existe. É conhecido por ajudar a melhorar o foco e a concentração, promover relaxamento e um sentimento de calma e regular a ansiedade também. Na verdade, é um dos melhores óleos para aqueles que lutam contra a ansiedade. Uma pesquisa da Universidade Médica da Áustria, em Viena, descobriu que uma preparação de óleo de lavanda foi capaz de diminuir a ansiedade, funcionando tão bem ou até melhor do que o medicamento sintético Ativan.

O óleo essencial de lavanda tem sido usado há séculos para ajudar os que lutam contra a insônia a dormir bem novamente. Um estudo revelou que usá-lo como parte da aromaterapia pode ajudar a retardar a atividade do sistema nervoso, promovendo o relaxamento e melhorando a qualidade do sono. A erva realmente reduz a frequência cardíaca e reduz a pressão arterial, proporcionando um estado mais relaxado, razão pela qual as flores de lavanda foram aprovadas para uso como um chá para tratar a inquietação e insônia na Alemanha.

Acredita-se também que as propriedades calmantes da lavanda ajudam as pessoas com TDAH a permanecer concentradas, além de estabilizar o humor de uma pessoa, o que pode ser especialmente útil para aqueles que apresentam sintomas de hiperatividade.

O óleo essencial de lavanda pode ser aplicado topicamente, com 2 ou 3 gotas colocadas nos pulsos, peito ou nuca, ou inalado através de um difusor.

Lavanda
4. Óleo Essencial de Sálvia Esclareia
O óleo essencial de sálvia de esclareia é destilado a vapor a partir dos brotos e folhas da planta sálvia. É nativo da Europa e é por vezes referido como óleo Moscatel, por ser usado para dar sabor ao vinho moscatel. A erva tem sido usada medicinalmente por séculos e foi descrita pela primeira vez por escrito em 4 a.C.. Hoje, sabe-se que é benéfico no tratamento da depressão, do estresse crônico e da ansiedade, ao mesmo tempo em que ajuda a melhorar a memória, a concentração, o foco e a agilidade mental.

Para usar óleo de sálvia, coloque algumas gotas em um difusor ou inspire do frasco ou de um lenço, quando necessário.

Sálvia esclareia
Leia mais: A aromaterapia e seu poder de mudar as emoções

5. Óleo Essencial de Alecrim
O alecrim é uma erva bem conhecida e é comumente usada na cozinha, mas oferece muito mais do que o uso culinário. Extraído das flores frescas através da destilação a vapor, o aroma suave da erva pode ajudar a acalmar a mente, melhorar o foco, combater o stress e aliviar a ansiedade. Esta erva perene nativa dos países mediterrânicos também foi estudada e ela pode melhorar a cognição e alerta mental, e melhorar temporariamente a memória também. Para intensificar o estado de alerta, tente combiná-lo com óleo essencial de limão.

alecrim
6. Óleo Essencial de Sândalo
Tradicionalmente, o óleo essencial de sândalo era usado em cerimônias religiosas, como casamentos e nascimentos de bebês na Índia. Ele continua a ser usado em cerimônias religiosas hoje, pois possui um cheiro doce e amadeirado, oferecendo clareza mental, particularmente o tipo procurado durante a meditação. Ele ganhou respeito em muitas civilizações e religiões, especialmente no hinduísmo, onde é considerado sagrado e é usado em rituais sociais e religiosos. Seus efeitos sedativos ajudam a reduzir a inflamação, acalmar o estresse e a ansiedade, promover o relaxamento e melhorar a concentração, a visão interna e o pensamento positivo.

Adicione 1 ou 2 gotas a um óleo corporal, como o de amêndoa ou de coco e aplique na parte de trás do pescoço pela manhã e ao deitar. Todas as manhãs, inspire por alguns minutos também. Tenha em mente que existem três variedades de sândalo: evitar sândalo australiano (Santalum Spicatum), pois não fornece os mesmos benefícios para a saúde, e sândalo havaiano (Santalum ellipticum), pois é muitas vezes mais caro, sem oferecer valor adicional. Prefira sempre o sândalo indiano (Santalum Album), pois é considerado o melhor.

sandalo

7. Óleo Essencial de Patchouli
Os principais benefícios do óleo de patchuli são o alívio do estresse, combatendo a depressão e promovendo uma sensação de calma e relaxamento. Descobriu-se, em um estudo de 2002, que o óleo essencial de patchouli inalatório diminui a atividade simpática (parte do sistema nervoso responsável pela regulação da pressão arterial, frequência cardíaca e resposta de “luta ou fuga”) em 40%. Lidar com esses fatores durante uma situação estressante é bom para ajudar a melhorar o foco e a concentração.

Além disso, é comprovado que ele alivia os sintomas da depressão, enchendo-os de esperança, aliviando a tensão e elevando o ânimo, já que inalar seu aroma tem um efeito positivo sobre os hormônios, inclusive estimulando a liberação de hormônios “felizes” como a dopamina e a serotonina. Seus benefícios medicinais, em geral, podem ser atribuídos ao fato de ser um antidepressivo, diurético, antiflogístico, antisséptico, tônico, afrodisíaco, adstringente, febrífugo e sedativo.

Use óleo essencial de patchouli adicionando algumas gotas do óleo a um banho quente à noite e absorvendo-o para aliviar a ansiedade e restaurar a calma. Use durante o dia aplicando topicamente, misturando 5 gotas do óleo com uma colher de sopa de óleo transportador. Massageie suavemente a mistura em suas têmporas.

patchoulli
8. Óleo Essencial de Cipreste
Cipreste foi usado frequentemente em tempos antigos para fazer sarcófagos para múmias egípcias. Os gregos também a utilizaram para criar estátuas de seus deuses, devido à durabilidade e resiliência da madeira, que em última análise era a razão para a crença de que ela continha poderosas forças protetoras que poderiam ser levadas da vida para a morte. O óleo tem um perfume verde refrescante com tons balsâmicos e é, hoje, amplamente valorizado por suas muitas propriedades medicinais, graças às suas propriedades como antisséptico, adstringente, sedativo, tônico respiratório e antiespasmódico, entre outros.

Como também é um diurético, pode ajudar a desintoxicar o corpo, removendo toxinas e limpando o fígado. Mas, sem dúvida, seu principal benefício é melhorar o estado mental de uma pessoa, incluindo a clareza mental e a capacidade de concentração e concentração, devido a seus efeitos calmantes e sedativos que também podem ajudar a estimular sentimentos mais felizes.

Como este óleo essencial é conhecido por ser um tranquilizador emocional, é excelente para uso durante a meditação, pois evoca uma sensação de calma, ao mesmo tempo que melhora o foco e a clareza mental. Adicione algumas gotas a um difusor enquanto medita, ou apenas desfrute de respirar o aroma amadeirado e levemente mentolado.

cipreste
Onde Comprar Óleos Essenciais
Você só experimentará os benefícios dos óleos essenciais se usar um óleo essencial puro, não adulterado e sem aditivos. Infelizmente, muitos óleos no mercado são de baixa qualidade usando fragrâncias artificiais e enchimentos. Por isso, sempre compre em casas de produtos naturais que você confia e leia o rótulo, pois um óleo essencial precisa ter o nome científico descrito no rótulo.

ÓLEOS CORPORAIS PARA USAR NO BANHO

ÓLEOS CORPORAIS PARA USAR NO BANHO

Não faz muito tempo que eu comecei a usar óleos para hidratar o corpo. Na verdade, eu demorei pra colocar o produto na minha rotina por acreditar em alguns mitos sobre ele. Foi só depois de ler uma matéria mais completa sobre óleos corporais que eu decidi dar uma chance pra eles.

Leia também: O que é Óleo de Argan 

Claro que não demorou muito pra eu me apaixonar e ficar totalmente dependente desse produtinho milagroso. Hoje eu não posso mais negar seus benefícios: ele realmente deixa a pele mais macia, iluminada, com toque aveludado e um perfume super gostoso que dura o dia inteiro. Como não amar?

Além do tradicional óleo corporal também as versões para banho que são muuuuuuuito mais práticas! É só passar em todo o corpo quando a pele estiver molhada, deixar ele agir na pele uns minutinhos, enxaguar e depois se secar com a toalha. O resultado vocês sente na hora!

Fiz uma listinha com os meus favoritos pra você experimentar também. Olha só:

Óleo Corporal Carmelito – O Boticário
o-boticario-carmelito_oleo-corporal-bifasico
“Contendo caramelo em sua fórmula, o óleo corporal é super prático e hidrata durante o banho. Bifásico ele hidrata por até 48 horas e deixa sua pele perfumada na medida com aquele cheiro docinho que você adora.” Compre aqui

Óleo Corporal Bifásico Bromélia – L’Occitane Au Brésil
loccitane-au-bresil-bromelia
“O Óleo Bifásico Bromélia desodoriza a pele, deixando-a levemente perfumada com uma radiante fragrância floral. Suas propriedades suavizantes e hidratantes proporcionam maciez e conforto para a pele, sem toque pegajoso.” Compre aqui

Óleo Hidratante Lichia – O Boticário
o-boticario-lichia_oleo-hidratante
“Tem um jeito supergostoso de hidratar e ao mesmo tempo proteger a sua pele: fazendo um tratamento diário no banho. Com os óleos hidratantes e perfumados da linha Nativa SPA, aquele momento de relaxamento vai renovar a sua pele. Criando uma camada protetora por todo o seu corpo, o óleo exótico de lichia ajuda a combater o envelhecimento e ainda espalha o delicioso aroma dessa fruta. Deixe seu corpo sentir esse prazer todo dia.” Compre aqui

Óleo de Banho Hidratante Amande – L’Occitane
o-boticario-amande-shower-oil
“Em contato com a água transforma-se em uma espuma leve e cremosa – uma textura original e única – que deixa a pele macia e acetinada. Rico em óleo de Amêndoa e óleo de semente de uva deixa a pele suave e hidratada. Limpa suavemente e deixa um perfume delicado.” Compre aqui

Óleo de banho Peach Skin – The Beauty Box
the-beauty-box-peach-skin
“O Óleo de Banho Peach Skin Bombom de Baunilha, da Produtinhos da Beauty, hidrata a sua pele durante o banho e tem um blend de óleos que deixa a sua pele macia e aveludada como um pêssego. Além disso, tem emolientes que fecham os poros, evitando a desidratação. Ah, e tem o delicioso cheirinho doce e confortável de bombom de baunilha.” Compre aqui

ALÉM DO COMBATE À OLEOSIDADE: MÁSCARAS FACIAIS TÊM AINDA MAIS BENEFÍCIOS PARA PELE, INCLUINDO AÇÃO ANTI-IDADE

ALÉM DO COMBATE À OLEOSIDADE: MÁSCARAS FACIAIS TÊM AINDA MAIS BENEFÍCIOS PARA PELE, INCLUINDO AÇÃO ANTI-IDADE

As máscaras faciais são a pedida certa para complementar a sua rotina de cuidados diários

Se você está querendo dar um up no visual e na saúde da pele, as máscaras faciais são a pedida certa para complementar a sua rotina de cuidados diários. Além das mais populares, para ajudar a diminuir a oleosidade, sabia que existem opções para várias outras necessidades, como hidratar e minimizar efeitos do envelhecimento precoce? Aposte nesse tipo de produto para garantir um rosto ainda mais macio, uniforme e iluminado!

Descubra os benefícios das máscaras para a pele
Por ter uma alta concentração de ativos, as máscaras possuem efeito imediato e intenso. Por isso, devem ser usadas como um elemento extra em sua rotina diária de cuidados. O indicado é utilizar o produto de uma a duas vezes por semana, ou a cada 15 dias, dependendo da composição. Para aplicar, basta estar com a pele limpa e seca. Passe uma fina camada, cobrindo todo o rosto. Depois, é só esperar o tempo indicado na embalagem e enxaguar. Pele renovada em instantes!

Leia também: o que é Máscara Preta

As máscaras faciais ajudam a controlar a oleosidade excessiva da pele graças aos ativos que regulam a produção de sebo
As máscaras faciais ajudam a controlar a oleosidade excessiva da pele graças aos ativos que regulam a produção de sebo

Máscaras faciais para todas as necessidades da pele: combate à oleosidade, hidratação e ação anti-idade
As máscaras faciais são muito conhecidas por ajudar a controlar a oleosidade excessiva da pele graças aos ativos que regulam a produção de sebo e ajudam a desobstruir os poros. Mas também existem mais opções para atender outras necessidades da pele! Para revigorar a aparência e textura do rosto envelhecido ou até mesmo prevenir os primeiros sinais, procure por uma versão rica em antioxidantes e vitamina C, que vai garantir um visual luminoso. Agora, para dar um boost na hidratação de peles secas, o ideal é que o produto tenha substâncias de nutrição profundas para reequilibrar a pele do rosto.

Antes de começar a usar algum produto, contudo, procure um dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia para montar uma rotina de cuidados que atenda às características da sua pele!

Chá de gengibre: saiba como preparar e os seus benefícios Bebida alivia enjoo, má digestão e até previne o câncer

Chá de gengibre: saiba como preparar e os seus benefícios Bebida alivia enjoo

O gengibre é uma raiz tuberculosa nativa da Ásia que tem sido usada tanto na culinária quanto na medicina. Outros nomes do gengibre são mangarataia ou mangaratiá. A partir da infusão de pedaços dessa raiz é possível fazer o chá de gengibre.

O gengibre tem diversos benefícios terapêuticos, dentre eles uma ação bactericida, fungicida, antioxidante, antisséptico e anti-inflamatório. O chá de gengibre pode ser benéfico, em pequenas quantidades, para aliviar náuseas (inclusive durante a gravidez ou quimioterapia), ajudar na digestão e no combate a doenças de garganta e respiratórias.

Ele também ajuda a prevenir gastrite e úlceras, uma vez que atua no combate à bactéria H. pylori, uma das principais causas do problema.

O gengibre é conhecido por ser um alimento termogênico, ou seja, que acelera o metabolismo, aumenta a temperatura corporal e pode ajudar quem deseja emagrecer, mas este benefício só será notado se combinado a uma dieta saudável e prática de exercícios físicos.

O gengibre é encontrado nos mercados em natura, conserva, em forma de cápsula, cristal ou pó. Para fazer o chá, o melhor é utilizar a raiz pura. Na hora de comprar, prefira ela íntegra e fresca, com casca mais lisa, sem furinhos, que não esteja murcha ou mofada. A parte interna deve estar amarelada e não muito fibrosa.

Quais nutrientes possui?
O gengibre é rico em cobre, vitaminas A, B, C e D, potássio, selênio, zinco e magnésio. No caso do chá de gengibre, especificamente, os benefícios também estão muito relacionados à liberação dos óleos essenciais que fazem parte da sua composição: timol, carvacrol e eugenol.

Leia também: chá de gengibre funciona

Esses óleos são os responsáveis principalmente pela ação anti-inflamatória do chá de gengibre. Ou seja, o nosso corpo produz diversas substâncias inflamatórias, como as ocitocinas, mas os óleos essenciais do gengibre podem ajudar a inibir a inflamação. Inclusive, existem estudos em animais que mostram os seus benefícios para reduzir as inflamações das articulações relacionadas a artrites.

Para o estômago, principalmente, estudos mostram que ele afeta a aderência da bactéria H. Pylori, o que diminui o risco de desenvolver gastrite, úlcera, e até câncer de estômago em quem o ingere com maior frequência.

Note que a tabela de valores nutricionais abaixo considera 100 gramas de gengibre, porém o uso diário não pode ultrapassar 3 gramas.

Água (g) 78,88
Calorias (Kcal) 80
Proteínas (g) 1,82
Lipídios totais (g) 0,75
Carboidratos (g) 17,77
Fibras (g) 2
Cálcio (mg) 16
Ferro (mg) 0,6
Magnésio (mg) 43
Fósforo (mg) 34
Potássio (mg) 415
Sódio (mg) 13
Zinco (mg) 0,34
Cobre (mg) 0,22
Manganês (mg) 0,22
Selênio (mcg) 0,7
Vitamina C (mg) 5
Tiamina (mg) 0,025
Riboflavina (mg) 0,034
Niacina (mg) 0,75
Vitamina B6 (mg) 0,16
Composição do gengibre para cada 100 g:

Benefícios do chá de gengibre
Ajuda no emagrecimento: O chá de gengibre é um aliado para quem quer emagrecer, uma vez que é um alimento termogênico, ou seja, que acelera o metabolismo, aumenta a temperatura corporal e acaba ajudando a perder peso. Contudo, não adianta apenas tomar o chá de gengibre e esperar uma perda de peso significativa, os seus benefícios só serão notados se aliados a uma dieta saudável e prática de exercícios físicos.

Saiba mais: Conheça sete alimentos termogênicos que te ajudam a emagrecer
Diminui a náusea: Alguns estudos mostraram que o chá de gengibre pode ajudar a diminuir o enjoo depois de comer. Quando o alimento não “cai” bem, ele ajuda a diminuir esta sensação de má digestão. No entanto, se a causa deste enjoo for um tumor, por exemplo, ele não surtirá este efeito. Por ajudar na digestão, o seu uso também está relacionado a um alívio dos sintomas dos gases.

Também pode ser usado para diminuir as náuseas em pessoas que fazem quimioterapia ou grávidas, por exemplo, mas é importante sempre conversar com o seu médico antes de começar a fazer uso do chá nestas situações.

Previne úlceras e gastrites: Como o chá de gengibre ajuda a combater a bactéria H. pylori, uma das principais causas de gastrite e úlceras estomacais, ele também ajuda a prevenir que as doenças aconteçam. Esse mecanismo acontece da seguinte forma: a bactéria entra no corpo humano através da alimentação e se fixa no estômago, provocando gastrite e úlceras. Contudo, o chá diminuiria a sua aderência ao estômago, dificultando que ela se fixe e que provoque as doenças.

Pode ajudar na prevenção de cânceres: Dentre os cânceres que estudos mostram que o gengibre e seu chá podem ajudar a prevenir está o câncer de estômago, uma vez que ele é relacionado, em grande parte dos casos, a alterações provocadas por úlceras estomacais. Ele atua também na prevenção do câncer cólon-retal, pois possui uma substância chamada 6-gingerol, que impediria o desenvolvimento e a proliferação de células cancerígenas nessa região do intestino. Estudos em animais também mostram a diminuição do risco de desenvolvimento de câncer de fígado.

Prevenção de doenças respiratórias: Como o chá de gengibre tem ação antioxidante no corpo, ele age na prevenção da gripe e do resfriado. Ele também tem ação anti-inflamatória, melhorando os sintomas de tosse e dor muscular e das doenças como asma e bronquite.

Como preparar o chá de gengibre
Para que o chá de gengibre mantenha os seus benefícios, é importante não ferver a raiz com a água. O chá deve ser preparado da seguinte forma:

Lave bem a raiz do gengibre
Corte em pedaços pequenos ou rale a raiz
Enquanto isso, leve a água em fogo alto até ferver
Adicione o gengibre à água e tampe a panela, abaixando um pouco o fogo
Aguarde de 5 a 10 minutos para tirar do fogo
Coe e sirva.
Como consumir o chá de gengibre
A pessoa não deve consumir mais do que três gramas de gengibre por dia. Estas três gramas podem ser divididas em três ou quatro xícaras de chá ao longo do dia, por exemplo. Mas sempre tomando cuidado, uma vez que muito chá de gengibre pode causar irritação estomacal.

Saiba mais: Receita de bolo integral de cenoura e gengibre
Receitas de chá de gengibre
Chá de gengibre com canela – Foto: GettyImages
Chá de gengibre com canela – Foto: GettyImages
Chá de gengibre tradicional

Chá de limão siciliano e gengibre

Chá de morango e gengibre

Chá de maçã, canela e gengibre

Chá de folha de amora e gengibre

Quais as contraindicações deste chá?
Pessoas que já têm problemas estomacais ativos, como gastrite e úlceras, não devem consumir o chá de gengibre, pois ele pode piorar a irritação no local. Como o gengibre estimula a circulação sanguínea, pessoas com hemofilia – condição que dificulta a coagulação sanguínea – também não devem consumir o chá. Quem tem alguma cardiopatia, hipertensão, hipotireoidismo ou diabetes deve consultar o médico antes de fazer uso deste chá.

Consumo em excesso
O consumo do chá de gengibre em excesso pode aumentar demais o metabolismo, ainda mais se for combinado com alimentos com cafeína, como o café, e provocar vômitos diarreia, enjoo, irritação no estômago e gastrite.

Conheça os tipos de máscaras faciais e seus benefícios

Conheça os tipos de máscaras faciais e seus benefícios

As máscaras faciais apresentam uma concentração de ativos que pode rejuvenescer, hidratar e até clarear manchas na pele

Leia também: Máscara de pepino comprar

É possível utilizar as máscaras faciais se quiser acelerar Para ter uma pele bonita e saudável, além de se alimentar corretamente e beber bastante água, existem também outros macetes para conseguir tal feito, como as máscaras faciais. O procedimento, que contém uma concentração maior de nutrientes, é mais potente e age rapidamente na derme.

“Elas aumentam a penetração das substâncias na pele, que são absorvidas em poucos minutos. São indicadas para acelerar o tratamento e os resultados”, afirma Iracema Bazzo, dermatologista, de São Paulo.

Por dentro das máscaras faciais
Existem vários tipos de máscara e cada um tem sua composição específica. “Eles podem conter ativos como o ácido hialurônico, que vai hidratar a pele, vitamina C para clarear e auxiliar no rejuvenescimento, ácido ferúlico para clarear as manchas, ou nicotinamida e azeoglicina para tratar a pele rosácea, e muitos outros”, aponta Iracema.

Já as máscaras faciais que promovem hidratação, contêm óleos, sais minerais e vitaminas. “Gosto de ressaltar que se a pessoa tiver sensibilidade a alguma substância da máscara facial (hipersensibilidade), o ideal é aplicá-la apenas uma vez por semana”, ensina André Braz, dermatologista.

E mesmo para quem não tem sensibilidade às substâncias, também é indicado o uso das máscaras faciais a cada sete dias, já que o procedimento é bastante potente e pode irritar a pele.

Máscaras faciais e suas diversas finalidades
São diversas as finalidades das máscaras faciais. Existem aquelas para o rejuvenescimento da pele, outras que trazem o “efeito Cinderela”, antiacne, calmante, regeneradora, hidratante, clareadoras, de pedras preciosas, LED vermelho e muitas outras.

As máscaras faciais de rejuvenescimento são indicadas para pele envelhecidas e sem vida. “Já as máscaras tensoras (o chamado efeito Cinderela), possuem fórmulas à base de proteínas que, ao serem aplicadas sobre a pele, se desidratam e se retraem, exercendo assim um efeito tensor instantâneo na pele, o que melhora a firmeza e corrige imperfeições”, conta Marília Sobreira, esteticista da Clínica Dr. André Braz, no Rio de Janeiro.

Esse procedimento deve ser feito antes de um evento social – e quanto mais espessa a camada aplicada, maior será o efeito tensor. E para quem sofre com espinhas, as máscaras antiacne vão auxiliar no tratamento do problema, ao secar a espinha mais rapidamente.

“Máscaras clareadoras vão potencializar o tratamento de clareamento da pele. Por isso, é importante nunca esquecer do uso do protetor solar associado”, diz Iracema.

Pedras preciosas e LED vermelho
As máscaras faciais de pedras preciosas (litoterapicas) auxiliam no tratamento de peles oleosas e acneicas, têm ação anti-inflamatória e cicatrizante. Podem ser utilizadas uma vez por semana.

Máscaras de LED vermelho são utilizadas para rejuvenescimento e acne. Promovem a cicatrização e regeneração mais rápida da pele. Nesse caso, o procedimento pode ser utilizado diariamente, pois melhora as linhas de expressão.

“E independente de qual máscara facial tenha feito, é bom saber que a maquiagem, o filtro solar e qualquer outro item devem ser passados por cima e somente de 10 a 15 minutos depois de aplicado o produto”, avalia Marília.

Queda de cabelo: 10 causas e 10 soluções

Queda de cabelo: 10 causas e 10 soluções

Queda de cabelo? Socorro! (Foto: Istock)
Nada mais aflitivo do que olhar pra escova ou pro pente e ver aquele tufo enorme de fios em queda livre… Mas, afinal, quando é necessário se preocupar de fato com a queda de cabelo? A Associação Brasileira de Cirurgia de Restauração Capilar afirma que 25% das brasileiras entre 35 e 40 anos e 50% daquelas com mais de 40 anos sofrem com o problema. Sim, os dados são aterrorizantes mas, calma lá! Antes de entrar em desespero, saiba que cada caso é um caso.

Leia mais
Escova de cabelo: encontre a ideal para você
Pré-xampu traz benefícios para o fio e o couro cabeludo. Conheça!
“Cabelo envelhece, sabia?”: identifique sinais de envelhecimento do fios

Leia também: queda de cabelo solução

“Existem as quedas genéticas, as sem causa definida (eflúvio telogênico ou telogeno) e as endócrinas ou metabólicas (tireoide, doenças crônicas)”, afirma o dermatologista Murilo Drummond, da Clínica Murilo Drummond (RJ). Para todas as causas, há cuidados específicos. Portanto, diagnosticar é o passo prioritário antes de começar a cuidar.

A rotina da queda
Você acorda, levanta e percebe muitos fios no travesseiro. Vai pro banho e o ralo parece um ninho de passarinho, e o mesmo vale para sua escova. Quando sai na rua, tem sempre uma amiga tirando um fio caído na sua blusa. Em média, caem cerca de 80 fios por dia dos 150 mil que temos na cabeça. Essa é uma média esperada. Quando esse número é ultrapassado, você provavelmente está com problemas.

Também vale ressaltar que a “vida” de um fio tem três fases. A primeira é o crescimento (com duração média de três a seis anos), a segunda é quando param de crescer (dois anos) e a terceira (três meses) é quando o fio está velho e fraco (e cai, crescendo outro em seu lugar. Dito isto, vamos às causas da queda!

1. Tá no sangue
As causas hereditárias uma hora ou outra vão bater na sua porta. E não tem jeito, a genética é algo inevitável. O jeito é remediar.

O que fazer: segundo Murilo, pode ser tratada com medicamentos locais, à base de minoxidil − um fármaco que amplia a fase de crescimento do cabelo − e orais, com finasterida, um dos mais conhecidos remédios para calvície.

2. Alterações hormonais
É batata, se há deficiência hormonal, lá vem a queda na sequência. Isso porque quando há irregularidade em certas glândulas endócrinas (como tireoide, suprarrenal e hipófise), os folículos capilares sofrem com a falta de chegada de nutrientes. Geralmente, mulheres que acabaram de virar mamães sofrem uma readequação hormonal que pode também gerar uma visível queda. Nesse caso, a readaptação pode levar alguns meses.

O que fazer: busque um médico endocrinologista para regular os hormônios.

3. Anemia
Essa doença implica na fragilidade dos cabelos. Com ela, vem a diminuição de ferro em nosso organismo. Esse mineral nunca pode faltar em nosso organismo. Além da queda dos fios, também provoca falta de ar, mal-estar, dor de cabeça, fraqueza e cansaço.

O que fazer: para lutar contra a anemia, deve-se forçar uma dieta enriquecida de ferro. Aposte em carnes vermelha, feijão e vegetais verde-escuros.

4. Alopecia areata
Esse nome esquisito é de uma doença autoimune bastante estranha: são áreas arredondadas do nosso couro cabeludo que ficam carecas. Pavoroso, né? Isso acontece porque o nosso próprio sistema imunológico destrói tecidos saudáveis. Mais comum em jovens de até 20 anos, pode ser tratada com cremes e injeções de corticoides. A causa dessa doença é desconhecida.

O que fazer: um dermatologista poderá recomendar medicação como esteroides, anti-inflamatório ou imunossupressora, que reduz a resposta imunológica.

5. Alimentar
Não tem jeito. Quando fazemos alguma dieta restritiva de grupos de alimentos, podemos até eliminar alguns quilos, mas acabamos prejudicando nosso corpo com a falta de nutrientes. E os cabelos são um dos pontos afetados, pois o folículo demanda uma grande quantidade de minerais (principalmente o ferro) para nascer. Daí vem a queda e aquele fio mais “ralinho”.

O que fazer: o mais indicado é buscar uma dieta saudável, com carboidrato, proteína e mineral, e também reforçar a ingestão de vitaminas do complexo B e C, zinco e ferro.

Leia mais
Hidratação power! Cinco formas de turbinar sua máscara para os cabelos
Como diminuir o frizz do cabelo já!
Cabelo curto e autêntico é mania de beleza
6. Estresse
Se você estiver passando por uma crise de estresse ou ansiedade, saiba que seu corpo está utilizando mais energia para funcionar do que o normal. Isso implica numa grande perda de vitaminas e minerais, o que causa a queda. Aqui, ela pode ser severa, viu?

O que fazer: veja aqui 10 dicas para aliviar o estresse.

7. Fatores externos
Secador, chapinha, banho quente e penteados podem prejudicar quem já tem tendência a cabelos frágeis. No caso do calor, geralmente há uma formação de bolhas de ar dentro do fio. E daí é que vem a queda. Mas também pode vir da água quente, que retira o sebo que tem função de proteção do couro cabeludo. Já nos penteados a questão é a força usada para prender os fios. Rabo de cavalo ou coque muito tente à cabeça acabam tencionando o fio, o que pode gerar a quebra ou (pior ainda) uma inflamação no folículo capilar.

O que fazer: a saída para ambos os casos (tensão ou calor) é reduzir a agressão externa e deixar o cabelo “descansar” por longos períodos, evitando uso de secador, chuveiro e chapinha a altas temperaturas.

8. Oleosidade
Sim, oleosidade excessiva pode causar queda, pois ela facilita a proliferação de fungos, causa coceira e descamação do couro cabeludo.

O que fazer: reduza o intervalo de lavagem. “Evite grandes fricções, lavando com delicadeza e evitar banhos muito quentes e prolongados, além de só usar xampus indicados pelo médico especialista”, explica Murilo.

9. Medicamentos
Alguns remédios podem afetar nossa saúde capilar. Alguns deles são antidepressivos, anti-hipertensivos, antibióticos e anabolizantes. O pior deles é o antidepressivo, pois ele fragiliza e interrompe o ciclo de vida do fio.

O que fazer: converse com seu médico. Ele pode ou mexer na dose ou recomendar outro tipo de substância.

10. Abuso da química
Alisamentos, descoloração, coloração…quem faz química deve saber que o fio tende a ficar mais fraco. Ele perde sua massa capilar. Esse é um caso em que não há a queda propriamente dita, mas o corte químico.

O que fazer: o tratamento, reconstruções e fortalecimento do fio é imprescindível antes de bombardear as madeixas com mais química.

Cuidados extras
Alguns tratamentos são indicados para estimular o crescimento de novos fios. Um deles é a mesoterapia, um microagulhamento indicado para quem sofre queda. “A mesoterapia fará estimulo mecânico pelo trauma da agulha e melhora da circulação”, explica Luciana Labouriau, dermatologista da Clínica Murilo Drummond (RJ). O processo com duração de 20 minutos é levemente doloroso, mas suportável. São de 5 a 10 sessões semanais.

“O resultado depende do estímulo do pelo que demora a crescer, então não é imediato. O paciente tem que ter noção da expectativa para aguardar o efeito. Até porque a ansiedade de ver resultado piora alguns casos de queda”, avisa Luciana.

Algumas pessoas também têm usado a latanoprosta como tratamento. Trata-se de uma loção com uma substância usada em colírios para tratar glaucoma. Aparentemente, a loção faz crescer novos fios, permite que os fios em fase de crescimento continuem crescendo e evita a queda. Mas nada disso é comprovado cientificamente. Está mais para um “acidente científico”, pois quando usado como colírio, as pessoas perceberam crescimento nos cílios.

7 Remédios Caseiros para Cólica Menstrual

7 Remédios Caseiros para Cólica Menstrual

Os chás com ação analgésica e anti-espasmódicas sãos os mais indicados para combater a cólica menstrual. Bons exemplos são os chás de lavanda, gengibre e calêndula.

Mas além de tomar um destes chás deve-se evitar o excesso de doces e salgados, colocar compressas de água morna sobre o abdômen, evitar a ingestão de alimentos com cafeína, como café, chocolate, chá e coca-cola também são ótimas opções para diminuir a dor e o desconforto que as cólicas menstruais provocam.

Veja como preparar cada receita:

1. Chá de lavanda
Uma excelente solução caseira para cólicas menstruais é o cataplasma de alfazema, pois esta planta medicinal é estimulante da circulação periférica.

Ingredientes

50 g de folhas de lavanda
1 litro de água
Modo de preparo

Colocar as folhas de alfazema na água e deixar ferver. Depois deixar esfriar, retirar as folhas e aplicá-las sobre o abdômen cerca de 2 a 3 vezes por dia.

2. Chá de folhas de Mangueira
O chá das folhas de mangueira possui propriedades anti-espasmódicas sendo útil para amenizar as cólicas.

Ingredientes

20 gramas de folhas da mangueira
1 litro de água fervente
Modo de preparo

Coloque os ingredientes numa panela e deixe ferver por 5 minutos. Tape e deixe amornar, a seguir, coe e, para adoçar este chá, adicione 1 colher de chá de mel de abelhas, por xícara. Porém, essa adição deve acontecer apenas no momento de beber, e não no litro todo de chá.

Para que a cólica fique menos intensa, de forma natural, este chá deve ser tomado 4 vezes por dia, nos dois dias que antecedem a descida da menstruação e no primeiro dia da menstruação.

3. Chá de Agnocasto
O chá de agnocasto possui propriedades sedativas e antiespasmódicas que ajudam a equilibrar os níveis hormonais, sendo eficaz não só no alívio das cólicas, mas também de outros sintomas relacionados a menstruação, como espinhas, TPM e irregularidades no ciclo menstrual.

Leia também: Atroveran para cólica

Ingredientes

1 colher de sopa de agnocasto
200 ml de água fervente
Modo de preparo

Juntar os ingredientes e deixar repousar durante cerca de 15 minutos. Depois coar e beber 2 a 4 vezes por dia.

Deve-se ter cuidado ao administrar as doses do chá, pois altas dosagens podem provocar problemas intestinais.

4. Chá de Alfavaca
O chá de alfavaca para cólicas menstruais possui propriedades relaxantes e anti-espasmódicas que aliviam as dores causadas pelas cólicas.

Ingredientes

1 colher (de sopa) de alfavaca
500 ml de água
Modo de preparo

Colocar os ingredientes numa panela e deixar ferver durante alguns minutos. Deixar esfriar e beber a seguir. Deve-se beber este chá de 6 em 6 horas, sem açúcar, porque o açúcar pode piorar as cólicas menstruais.

5. Chá de artemísia
Um ótimo remédio caseiro para acabar com as cólicas é o chá de artemísia, porque tem ação antiespasmódica que diminui a dor e o desconforto abdominal, causado pelas cólicas intestinais ou menstruais.

Ingredientes

1 colher (de sopa) de folhas de artemísia
1 xícara de água fervente
Modo de preparo

Juntar os ingredientes e deixar repousar durante cerca de 5 minutos. Depois tapar, deixar esfriar e beber 2 a 3 xícaras por dia.

Para aumentar o efeito deste chá, a mulher pode colocar um saco de água morna sobre a barriga e deitar-se de lado.

6. Chá de gengibre
Uma ótima solução natural para as cólicas menstruais é o chá de gengibre com camomila. Esse chá é uma mistura eficaz, pois enquanto o gengibre age como anti-inflamatório diminuindo as dores, a camomila age como calmante proporcionando o relaxamento necessário durante este período do mês.

Ingredientes

1 colher (chá) de gengibre picado
1 colher (chá) de camomila seca
250 ml de água
Modo de preparo

A raiz de gengibre deve ser fervida em um recipiente tampado por aproximadamente 5 minutos, após a solução ser retirada do fogo adicione a camomila. O recipiente deve ser tampado novamente e permanecer em infusão por 10 minutos. Após ser coado e adoçado com mel, o chá está pronto para ser bebido. Tomar 3 xícaras por dia são o suficiente para a diminuição das cólicas menstruais.

7. Chá de calêndula
O chá de calêndula com erva-doce e noz moscada, devido as suas propriedades anti-espasmódicas, analgésicas, anti-inflamatórias, calmantes e reguladoras da menstruação.

Ingredientes

1 punhado de flores de calêndula
1 colher (de chá) de noz moscada
1 colher (de chá) de erva-doce
1 copo de água
Modo de preparo

Colocar os ingredientes numa panela e deixar ferver por 10 minutos. Depois apagar o fogo, tapar a panela e deixar esfriar. A seguir, adoçar a gosto, coar e beber duas vezes ao dia.

Em casos mais graves, o tratamento da cólica menstrual é indicado pelo ginecologista através de remédios antidepressivos ou o uso de uma pílula de uso contínuo. Outras maneiras de combater as cólicas menstruais são evitar ingerir alimentos com cafeína, como café, chocolate ou beber coca-cola, beber cerca de 2 litros de água por dia ou fazer exercícios físicos leves como Yoga ou Pilates regularmente.

Wallababie capa protetora para Bebê

O perigo da contaminação por bactérias nos bebês
Como funciona o Wallababie?
Wallababie pode ser usado como cueiro ou trocador?
Serve para qualquer tamanho de carrinho de bebe?
Protege contra H1N1, Bronquiolite, Pneumonia, Coqueluche, Meningite e Dengue?
Depoimento de Mãe
O site para comprar é seguro?
Devo comprar ou não Wallababie?
4.8 (95.05%) 97 votes
Quando temos um bebê, tudo o que mais queremos é colocar ele em uma bolha para evitar que os perigos do mundo possam prejudicar ele de qualquer forma possível.

No entanto, sabemos também que isso é algo impossível e que temos que aprender a lidar com essas situações da melhor maneira possível, que é prevenindo.

O fato é que nossos bebês são tão lindos e indefesos que tudo o que queremos é protege-los de todas as formas possível, afinal, somos os responsáveis por eles.

Foi pensando nisso que surgiu a Wallababie, que ajuda os papais a deixarem seus bebês muito mais seguros e protegidos do mundo de vírus e bactérias que existem por aí à solta.

Pois bem, para quem ainda não sabe, o Wallababie nada mais é do que uma capa multifuncional, que é produzida em um tecido especial e tecnológico que ajuda a criar uma barreira física contra germes, vírus e bacterias.

Seu uso é muito simples e ela pode ser aplicada de diversas maneiras no dia a dia do bebê, facilitando a rotina e protegendo a criança.

Mais do que isso, o tecido ainda oferece proteção solar UV 50+, que protege o bebê da ação nociva do sol.

O perigo da contaminação por bactérias nos bebês
Os adultos, com o passar dos anos, vão adquirindo anticorpos e seu sistema imunológico vai se fortalecendo. No entanto, o sistema imune de um bebê ainda está se desenvolvendo, o que o deixa muito mais vulnerável à ação de agentes externos.

O fato é que o perigo é invisível e tem feito com que diversos bebês venham sendo internados em UTI’s por seus pediatras.

Há até o caso de uma mãe que pediu que as pessoas não beijem um bebê recém-nascido, que ganhou repercussão. O fato é que nossa boca realmente possui muitas bactérias que, para nós, são inofensivas, visto que temos um sistema de defesa já desenvolvido.

No entanto, em crianças, essas bactérias podem ser altamente nocivas, causando uma série de problemas de saúde e ninguém quer isso, não é mesmo?!

O fato é que o perigo está em todos os lados, como carrinhos de supermercado, restaurantes, parquinhos e muitos outros. Existem casos de mortes de bebês por contaminação no Rio de Janeiro e muitos outros.

A ameaças estão em todas as partes e se prevenir nunca é uma má ideia quando estamos falando da saúde e do bem estar dos nossos pequenos.

Como funciona o Wallababie?
O Wallababie, como já foi sito anteriormente, é uma capa protetora inteligente que ajuda a proteger o bebê de ameaças externas.

Leia também: comprar Wallababie

Você sabia que já foi comprovado que os carrinhos de supermercado possuem mais de 14 mil bactérias em cada centímetro quadrado? É pior que um banheiro público!
Portanto, se a ideia é mesmo a proteção do seu bebê, saiba que o Wallababie pode ser usado como uma capa protetora do assento do carrinho, não permitindo que seu filho (a) entre em contato com essa infinidade de perigos.

O bebe conforto também foi estudado e se constatou que ele tende a acumular mais bactérias que um banco de ônibus, por exemplo, mesmo que seja limpo, o que não impede o bebe de contrair uma infecção.

O Wallababie pode ser usado nesse caso também, para aumentar a segurança e a proteção nesse momento.

O Wallababie ainda pode ser utilizado para amamentar, criando um momento mais íntimo entre você e seu filho. Além de proteger contra germes bactérias e vírus, o Wallababie ainda pode ajudar a proteger seu filho de mosquitos, do frio, do vento e de curiosos desconhecidos que tocam nas crianças sem higienizar as mãos.

O produto é multifuncional, o que ajuda a diminuir o peso da sacola do bebê e o tempo que todos nós sabemos que leva para arrumar tudo para uma simples saída de casa.

Wallababie pode ser usado como cueiro ou trocador?
Claro que sim! Uma das funcionalidades do Wallababie é como trocador, ou seja, não importa onde você esteja, pode esticar o seu Wallababie, deitar o bebê em cima e realizar a troca de fraldas.

Tudo isso com muita segurança e proteção, não importante a superfície que você tem disponível, afinal, ele mantém a pele do seu filho longe de agentes nocivos.

Serve para qualquer tamanho de carrinho de bebe?
Sim, essa é outra grande vantagem do produto! Como ele é produzido em um tecido com elasticidade, ele pode ser utilizado nos mais variados carrinhos, bebês confortos e assentos de tamanho padrão no mercado brasileiro!

Protege contra H1N1, Bronquiolite, Pneumonia, Coqueluche, Meningite e Dengue?
O modo de ação do Wallababie é evitar que a criança tenha contato direto tanto com adultos infectados quando com outros bebês. Além disso, ele evita que haja o contato do seu bebê com superfícies que possam estar contaminadas por bactérias e germes, impossibilitando que haja a infecção cruzada.

Por fim, o Wallababie ainda ajuda a protege o bebê de insetos, incluindo aqueles mosquitos que são responsáveis pela transmissão de doenças. Portanto, se usado corretamente, o Wallababie pode proteger contra essa série de doenças sim.

Depoimento de Mãe

O site para comprar é seguro?
Completamente! O site oficial do Wallababie é muito seguro e também possui proteção contra a ação de recursos mal-intencionados. Mais do que isso, eles garantem a total proteção dos dados pessoais dos clientes fornecidos no momento da compra.

Isso porque essas informações são completamente sigilosas, segundo descrito na Política de Privacidade deles.

A entrega também é garantida e a confiabilidade disso pode ser vista no grande número de mamães e papais que já estão felizes usando o seu Wallababie e protegendo seus filhos. Lembre-se que centenas de Wallababie são vendidos diariamente pelo site!

Devo comprar ou não Wallababie?
Você se preocupa com a saúde e o bem estar do seu filho? Se a resposta é sim, você deve comprar o seu Wallababie agora mesmo.

O melhor de tudo é que o produto possui garantia, o que quer dizer que, se por qualquer motivo, você não ficar satisfeita, você tem 7 dias para solicitar o reembolso total da sua compra, sem burocracia ou complicação.

Então, não perca mais tempo e compre agora mesmo o seu Wallababie, para manete o seu filho mais protegido dos perigos invisíveis que o rondam.

Receita de Suco Detox para Tomar a Noite

Os sucos detox vem ganhando cada vez mais força entre as pessoas que buscam uma dieta equilibrada e que desejam aproveitar todos os benefícios dos alimentos de forma prática e rápida, já que eles são de simples preparação e consumo rápido, além de terem uma absorção imediata.

A finalidade da maioria das receitas é promover uma desintoxicação do organismo e levar ao corpo nutrientes essenciais que são difíceis de serem introduzidos de uma vez na dieta.

Porém, quando falamos de suco detox para tomar a noite, o cuidado precisa ser redobrado, pois a maioria dos ingredientes encontrados nas receitas são estimulantes naturais e devem ser evitados antes de dormir.

É o caso de proteínas ou chás com cafeína.

Leia também: Phytophen funciona

Para te ajudar nisso, separamos no artigo de hoje uma opção saudável e altamente desintoxicante, por trazer na sua composição básica verduras como a couve, que é excelente para o sistema digestivo, além de ser pouco calórica.

A couve também é uma opção ótima para ser consumida a noite, pois tem propriedades relaxantes e calmantes.

Há estudos que indicam que a couve pode ser eficaz no combate à depressão e problemas de ansiedade.

Leia também: Max Detox reclamações

Leia também:
Conheça alguns Benefícios do SUCO DETOX

Suco Detox que ajuda a eliminar Inchaço e a Emagrecer

Receita de Suco Detox para Desintoxicar o Fígado

Leia também: Kifina funciona

Além da couve, o limão presente nos ingredientes também pode ser consumido a noite, por ser uma fruta leve e não-estimulante.

O limão também é rico em vitamina C e traz melhor absorção de nutrientes – é por esse motivo que é bem comum encontrar receitas de sucos detox com o limão em grandes quantidades.

Devemos também citar a maçã, que foi adicionada tanto para dar um sabor extra ao suco e deixá-lo mais agradável, como também devido às suas propriedades de limpeza do sistema digestivo.

Por fim, a alface roxa, que traz mais saúde devido ao seu número elevado de antioxidantes, que protegem o organismo de doenças em geral. Isso sem mencionar o fato de que a alface roxa é um calmante natural, fazendo com que este suco detox para tomar a noite seja o ideal!

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Receita de Suco Detox para Tomar a Noite

INGREDIENTES
4 folhas de couve grandes
6 a 8 folhas de alface roxa (ela deve ser em maior quantidade devido às suas propriedades calmantes)
1 limão espremido
1 maçã fatiada
Adoçante Stévia ou açúcar mascavo caso seja necessário

MODO DE PREPARO
Separe as folhas de couve no liquidificador com um litro de água
Bata até que fique bem homogêneo
Adicione as folhas de alface roxa
Bata novamente
Adicione o limão espremido e a faça fatiada
Experimente e, se precisar, adiciona açúcar mascavo
Bata novamente

Rendimento: Esse suco rende, em média, 1 litro e pode ser tomado antes de dormir ou até substituir o jantar em alguns dias específicos da semana.

A dica é tomar, no máximo, dois copos.

Lembre-se que os sucos não são como refeições e eles devem ser utilizados com moderação.

E se você gostou da receita de hoje, compartilhe e curta com os seus amigos. Até a próxima!

Benefícios do colágeno hidrolisado

O colágeno é um desses ingredientes que possuem características funcionais, é uma proteína de origem animal, cuja função no organismo é contribuir com a estrutura dos tecidos. Confira abaixo quais são os benefícios do colágeno hidrolisado para a sua saúde!

O colágeno, em forma de fibras ou pó, pode ser submetido à reação de hidrólise, produzindo gelatina e colágeno hidrolisado.

O colágeno hidrolisado tem como característica principal sua composição de aminoácidos, fornecendo glicina e prolina, dois aminoácidos essenciais para estabilidade e regeneração das cartilagens.

Uma das principais causas do envelhecimento é a perda de colágeno pelo organismo que ocorre a partir dos 30 anos, quando o corpo começa a perder 1% da proteína ao ano, tornando necessária a suplementação a base de colágeno hidrolisado. A musculatura fica flácida, diminui a densidade óssea e as articulações e os ligamentos perdem elasticidade e força motora.

Essa forma do suplemento é feita através da extração do colágeno do osso e da cartilagem bovina, que será submetido ao processo de hidrólise (quebra das moléculas de proteína) para que seja melhor absorvido pelo organismo, sendo considerada a melhor forma de consumo, pois torna o colágeno puro, concentrado e livre de gordura, apresentados em forma de cápsulas e em pó, ingeridos por via oral.

Tipos de colágeno
Existem pelo menos 16 tipos de colágeno. Os quatro principais tipos são I, II, III e IV.

Tipo I: Este tipo é responsável por 90% do colágeno do corpo e é feito de fibras densamente compactadas. fornece estrutura para a pele, ossos, tendões, cartilagem fibrosa, tecido conjuntivo e dentes.
Tipo II: Este tipo é feito de fibras mais soltas e é encontrado na cartilagem elástica, que protege as articulações.
Tipo III: Este tipo suporta a estrutura dos músculos, órgãos e artérias.
Tipo IV: Este tipo ajuda na filtração e é encontrado em camadas da sua pele.
À medida que você envelhece, seu corpo produz menos e menos colágeno de qualidade.

Leia também: Fascia colágeno funciona

Um dos sinais visíveis disso está na sua pele, que se torna menos firme e flexível. A cartilagem também enfraquece com a idade.

Nutrientes que aumentam a produção de colágeno
Todo o colágeno começa como pró-colágeno.

Seu corpo produz pró-colágeno combinando dois aminoácidos: glicina e prolina. Este processo usa vitamina C.

Leia também: Skin renov funciona

Você pode ajudar seu corpo a produzir essa proteína importante, certificando-se de obter os seguintes nutrientes:

Vitamina C: é encontrada em frutas cítricas, pimentões e morangos.
Prolina: é encontrada nas claras de ovos, germe de trigo, laticínios, repolho, aspargos e cogumelos.
Glicina: grandes quantidades são encontradas na pele de porco, pele de frango e gelatina, mas a glicina também é encontrada em vários alimentos contendo proteínas.
Cobre: é encontrado em carnes de órgãos, sementes de gergelim, cacau em pó, castanhas de caju e lentilhas.
VEJA TAMBÉM: O que é magnésio dimalato e como usar
Além disso, seu corpo precisa de proteínas de alta qualidade que contenham os aminoácidos necessários para produzir novas proteínas. Carne , aves, frutos do mar, laticínios, legumes e tofu são excelentes fontes de aminoácidos.

O que danifica o colágeno?
Talvez seja ainda mais importante evitar os seguintes comportamentos destruidores de colágeno:

Açúcar e carboidratos refinados: O açúcar interfere na capacidade do colágeno de se auto-regenerar. Minimize o consumo de açúcar adicionado e carboidratos refinados.
Muito sol: a radiação ultravioleta pode reduzir a produção de colágeno. Evite exposição excessiva ao sol.
Fumar: reduz a produção de colágeno. Isso pode prejudicar a cicatrização e levar a rugas.
Alguns distúrbios autoimunes, como o lúpus, também podem danificar o colágeno.
Benefícios do colágeno
Dois tipos de suplementos estão ganhando popularidade: colágeno hidrolisado (hidrolisado de colágeno) e gelatina. A gelatina é criada quando o colágeno é cozido.

Estes já dividiram a grande proteína em peptídeos menores, que são mais facilmente absorvidos pelo corpo.

Não existem muitos estudos sobre suplementos de colágeno, mas aqueles que existem prometem benefícios nas seguintes áreas:

Massa muscular: um estudo de 2015 em homens idosos mostrou que uma combinação de suplementos de peptídeos de colágeno e treinamento de força aumentou mais a massa muscular e força do que um placebo.
Artrite: Outro estudo deu suplementos para pessoas que sofrem de osteoartrite. Eles experimentaram um declínio significativo na dor durante o estudo de 70 dias, em comparação com aqueles que tomaram um placebo.
Elasticidade da pele: as mulheres que tomaram um suplemento mostraram melhorias na elasticidade da pele em um estudo de 2014. O colágeno também é usado em tratamentos tópicos para melhorar a aparência da pele, minimizando linhas e rugas.
Possui efeito antioxidante e antienvelhecimento.
Melhora da firmeza da pele.
Proteção dos danos articulares.
Anti-hipertensivo.
Proteção contra úlcera gástrica.
Cicatrização e regeneração dos tecidos em caso de corte ou cirurgia.
Auxilia na hidratação do corpo.
Manutenção e reconstituição da pele, dos ossos, dos tecidos cartilaginosos e da matriz extracelular.
Deixa unhas e cabelos, fortes, resistentes e brilhantes.
Oferece mais elasticidade para a pele, porém, isto terá pouca influência no aspecto e evolução da celulite.
Prevenção e tratamento de constipação e disfunções gastrointestinais devido ao consumo de fibras dietéticas.
VEJA TAMBÉM: Efeitos do chá de canela na menstruação
Além desses citados, outros benefícios do colágeno hidrolisado em forma de suplementação é por ser um excelente aliado para pessoas que fazem dietas de baixas calorias, devido ao alto conteúdo de proteína e por não conter gordura e carboidratos, e grande quantidade de água, o que auxilia na sensação de saciedade.

Nos últimos anos, o colágeno vem sendo muito utilizado como ingrediente funcional na prevenção e tratamento da osteoartrite e da osteoporose. Doses diárias de 10g têm sido usadas, mostrando eficiência na diminuição de dores articulares e melhora da mobilidade desses pacientes.

Há muitos benefícios aos idosos e a outros grupos como atletas, pacientes no pós-operatório de cirurgias de grande porte ou que sofreram lesões graves ou queimaduras em que as propriedades imunoestimulantes e antioxidantes das
proteínas do soro de leite bovino e as propriedades protetoras e reparadoras das cartilagens e dos tecidos conjuntivos, atribuídas ao colágeno, possam agir beneficiando os idosos.

Pele madura: como fazer reposição de colágeno na pele madura

Pele madura: como fazer reposição de colágeno na pele madura

Por: Folha de Dourados

Especialistas apontam os melhores métodos para recuperar o colágeno da pele mesmo após os 50 anos

A reposição de colágeno, proteína importante para manter a pele firme, é um assunto que preocupa tanto os homens, quanto as mulheres. A proteína impacta diretamente na aparência e é ela que mantém as células firmes e unidas, sustentando a pele – além de deixar cabelos e unhas mais fortes, entre outros benefícios.

O colágeno representa 25% de toda proteína em nosso corpo. A partir dos 30 anos há uma perda de aproximadamente 1% da proteína que produzimos durante um ano, o que traz causa a redução da elasticidade e flacidez da pele.

Leia também: Nutren Beauty

Aos 50 anos, principalmente com a chegada da menopausa nas mulheres, o corpo produz apenas 35% do colágeno necessário para que nossa pele mantenha sustentação. O nosso organismo então passa a precisar de suplementação da proteína com a chegada da idade. “No envelhecimento cronológico, a espessura da pele diminui como consequência da redução das fibras colágenas e elásticas. As consequências podem ser amenizadas com uma combinação de tratamentos com o objetivo de repor parte desse colágeno perdido”, explica Dr. Bruno Vargas, dermatologista e membro titular da Sociedade Brasileira De Dermatologia (SBD).

Essa suplementação é possível. Mas o que fazer para restituir essa proteína perdida ao longo dos anos? Há varias dicas de métodos para recuperar o colágeno e os especialistas apontam quais são os melhores:

TRATAMENTOS ESTÉTICOS

A aplicação de Sculptra®, que pode ser realizado em consultório médico, consiste na aplicação de uma substância chamada ácido poli–L–láctico, um estimulante da produção natural do colágeno do organismo que melhora a flacidez e o contorno facial.

Leia também: Skin renov funciona

Revolucionário, o Sculptra® é um bioestimulador de colágeno injetável, composto por ácido poli-L-láctico, uma substância absorvível pelo nosso organismo.

Sculptra® atua de dentro para fora, suavizando os sinais do envelhecimento e melhorando a flacidez. O tratamento consiste em cerca de três sessões, com intervalo médio de 30 dias entre cada uma delas. Os resultados são graduais e começam a surgir a partir da terceira semana após a primeira sessão, sendo mais visíveis após seis meses. Devido ao exclusivo mecanismo de ação de Sculptra, os resultados são duradouros e percebidos por até 25 meses.

“Os resultados que o Sculptra® proporciona devem-se ao estímulo de uma resposta inflamatória controlada que leva à formação de colágeno novo nos tecidos. Na prática, isso implica na melhor qualidade e enrijecimento da pele e na melhoria da flacidez e contorno facial, levando ao rejuvenescimento global da face”, afirma Dr. Bruno Vargas.

Uma pesquisa* com 383 mulheres, entre 35 e 69 anos, sobre o comportamento do consumidor de tratamentos estéticos faciais anti-idade, mostrou que os pacientes preferem resultados graduais e duradouros, ao invés de imediatos. 75% das mulheres questionadas sobre suas preferências quanto a tratamentos estéticos desejam algo gradual, com resultados que duram dois anos.

*Weinkle S, Lupo M. Attitudes, awareness, and usage of medical antiagingtreatments. Results of a patient survey. J Clin Aesthetic Dermatol. 2010;3(9):30-33.dual, com resultados que duram dois anos.

ALIMENTOS

O colágeno pode ser reposto em nosso organismo com uma alimentação equilibrada. Muitos alimentos são ótimas fontes de proteínas e colágeno. Existem alimentos que são firmadores da pele como como carnes, peixes, óleo de peixe (ômega-3), gelatina, leite desnatado, frutas cítricas, oleaginosas (castanhas, amendoins)

Além disso, as frutas cítricas são ricas em vitamina C, substância indispensável para a formação de colágeno. Indicação de quatro porções ao dia. Já a aveia é uma fonte de silício, um dos nutrientes necessários para a formação de colágeno.

COLÁGENEO HIDROLISADO

No mercado também está disponível suplementos de colágeno hidrolisado com peptídeos bioativos que o organismo absorve mais facilmente. Esse suplemento é feito geralmente a partir de ossos e de cartilagem bovina, que pode ser utilizado para promover a produção de colágeno pelo corpo, ajudando a melhorar o aspecto da pele e a fortalecer articulações. O colágeno hidrolisado pode ser encontrado na forma de cápsulas ou em pó, sem sabor e com sabor, esse último pode ser diluído em água, sucos ou chás. Fica a gosto e critério de quem está tomando.

Veja 10 dicas para amenizar as dores da cólica menstrual

Cerca de 50% das mulheres podem sentir o incômodo em algum momento da sua vida
Como se não bastasse o incômodo e a irritação durante a TPM (Tensão Pré-Menstrual), algumas mulheres sofrem com cólicas durante o ciclo menstrual. Nesse período, podem ocorrer dores pélvicas, no baixo ventre. Se a dor for muito forte ou persistir após o final da menstruação, as causas devem ser investigadas pelo médico. Cerca de 50% das mulheres podem sentir cólica menstrual em algum momento da sua vida, e as dores podem ser de fraca a forte intensidade, interferindo negativamente na qualidade de vida.

Segundo a ginecologista e obstetra Erica Mantelli, a cólica menstrual é uma dor aguda que vai e volta. Quando é muito forte, pode estar associada a outros sintomas como náuseas, vômitos e dor de cabeça.

LEIA MAIS
TPM e cólica menstrual: veja dicas do que fazer e do que evitar para lidar com o período
Saiba como escolher o absorvente mais adequado para o período menstrual
A mulher precisa menstruar todos os meses?
— A dor é causada pela produção de prostaglandina, um hormônio responsável pela contração do útero nessa fase. Em algumas mulheres esse processo de contração é mais intenso e o fluxo menstrual maior — explica.

A cólica menstrual pode ser primária ou secundária. No primeiro caso, o mais comum, trata-se apenas de uma condição normal do ciclo menstrual, produzida pelas prostaglandinas. Já a secundária ocorre devido a alguma patologia como miomas uterinos, alterações no ovário, cistos, infecção pélvica, endometriose, uso do DIU (dispositivo intrauterino) e pólipos, entre outras doenças que podem afetar o sistema reprodutivo.

Geralmente, quando as cólicas são mais intensas, provocam outros males. Na maioria dos casos, a dor pode estimular o enjoo e a diarréia porque o trânsito intestinal aumenta.

— Quando esses sintomas se tornam constantes é preciso ser feita uma avaliação médica mais precisa, pois a dor forte pode significar outras doenças, principalmente, a endometriose — alerta a ginecologista.
Sinal de alerta para a endometriose
A mulher deve ficar atenta à intensidade da cólica menstrual, principalmente, as adolescentes, já que as dores costumam incomodar mais entre 17 e 34 anos.

— Trata-se de uma doença que pode ocorrer em qualquer momento da fase fértil, da primeira até a última menstruação. Algumas mulheres só descobrem que tem a doença quando tentam engravidar e não conseguem. Por isso, é importante consultar o ginecologista sempre que sentir fortes dores no baixo ventre — avisa a ginecologista.

Veja dicas de como minimizar as dores causadas pelas cólicas:
1 – Descanse
Durante o período de menstruação, é natural sentir-se cansada e sem ânimo. E com dor fica ainda mais difícil ir trabalhar ou se divertir. A recomendação é relaxar e descansar. Procure deitar com a barriga para baixo, apoiada em um travesseiro, comprimindo-a. Isso já ameniza as dores e pode garantir uma boa noite de sono nos dias de cólica menstrual.

2 – Faça exercícios físicos
Aposte em atividades como alongamento, ioga, caminhada ou andar de bicicleta. Feitos de forma regular e moderada, os exercícios liberam endorfina que tem a capacidade de diminuir a dor.

3 – Abuse de alimentos certos
Na lista, estão: soja, banana, beterraba, aveia, tofu, couve, abobrinha, salmão, atum e castanha-do-pará. Eles servem como relaxantes musculares e têm poder anti-inflamatório natural.

Leia também: Cólica menstrual dicas caseiras

4 – Esqueça os alimentos gordurosos
Evite comer frituras, hambúrgueres ou alimentos ricos em gorduras, pois aumentam a produção de hormônios que causam contração no útero. Evite alimentos embutidos e bebidas com cafeína, por exemplo, café, chá preto e refrigerante.

5 – Fuja do estresse
Situações estressantes podem deixar a mulher mais irritada e sem paciência aumentando a intensidade da dor. Por isso, procure ficar relaxada e evite situações que podem causar estresse.

VEJA TAMBÉM
Entenda a doença de Simaria, da dupla sertaneja com Simone
Em tratamento contra o câncer, Ana Furtado faz exercícios usando máscara; entenda
Conheça a história da gaúcha que terá ajuda de Whindersson Nunes para tratar doença grave na Itália
6 – Chás são aliados
Beba chá de canela, pois a canela age como analgésico amenizando a cólica. Além dele, os chás de hortelã e erva cidreira com propriedades calmantes também contribuem para o bem-estar.

7 – Use bolsa de água quente
A bolsa de água quente pode ser uma forte aliada. O calor emitido estimula a irrigação, relaxando a musculatura e amenizando o impacto das contrações do útero.

8 – Aposte em massagens
Movimentos suaves no abdômen e nos pés podem amenizar a cólica. Alivia a tensão muscular, melhora a circulação sanguínea e, consequentemente, diminui a dor. Comprimir essa região também pode ser uma forma de massagem.

9 – Acupuntura
As agulhas aplicadas em pontos estratégicos, entre eles, a região abdominal e lombar, podem auxiliar na liberação de endorfina e reduzir o incômodo causado pela dor abdominal.

10 – Quando optar pelos medicamentos
Pode parecer um sintoma simples, mas só um médico pode recomendar o melhor medicamento para diminuir a cólica menstrual. De acordo com a médica, algumas mulheres recorrem ao analgésico, mas por ser uma inflamação que provoca contrações no útero, os anti-inflamatórios e antiespasmódicos são mais indicados para combater a cólica menstrual. A mulher deve ser avaliada periodicamente pelo seu ginecologista para descartar doenças graves que podem se manifestar com dores do tipo cólica. Apesar de muitas vezes ser intensa, a cólica pode ser tratada e praticamente passar despercebida, sem prejudicar a rotina da mulher.

Como alongar o pênis? Aqui estão os melhores exercícios!

Você sabia que existem métodos para alongar o pênis?

Se você acha que tem um pênis pequeno, provavelmente já informou um pouco sobre isso. E você terá lido sobre tudo e mais. Alguns dizem que o aumento do pênis não é possível, que explica que só é possível através de uma operação cirúrgica arriscada, que ainda promete explicar como alongar o pênis em uma noite e sem esforço.

E também sei como você se sentirá, perplexo, duvidoso e confuso. Garanto-lhe que é perfeitamente normal, dada a confusão que existe sobre o assunto, e que hoje vamos tentar dissipar definitivamente. Veremos que o alongamento do pênis é possível e também relativamente fácil, desde que conheçamos os métodos corretos e os exercícios corretos.

Neste artigo, irei esclarecer o tópico, explicando quais são os métodos que não funcionam e aqueles que funcionam em seu lugar. Vou então dizer-lhe como um programa de crescimento do pênis deve ser configurado corretamente. Por fim, falarei com você sobre os três exercícios mais eficazes.

E se você quer saber mais sobre dicas de problemas sexuais? Conheça nosso blog de confiança para problemas sexuais, o blog da cis.

A verdade sobre o aumento do pênis

Existem basicamente duas opiniões sobre o aumento do pênis. Por um lado, médicos e sexólogos explicam que isso não é possível e que, portanto, você pode manter seu pênis pequeno que não é um grande problema. Por outro lado, especialmente na internet, existem produtos milagrosos que explicam como alongar seu pênis de um dia para o outro.

Eu lhe digo que alongar o pênis é possível. Mas você não terá sucesso se seguir o conselho dessas duas categorias: na verdade, os métodos sugeridos não apenas não funcionam, mas também correm o risco de causar mais danos do que benefícios, mesmo que você decida não fazer nada. Vamos ver mais em detalhes porque.

Operação cirúrgica

Alguns andrologistas recomendam o funcionamento do aumento do pênis no caso do micropênis (ou micropenia) , mas estes são métodos bastante experimentais e nem sempre têm um bom resultado. De fato, muitos médicos aconselham contra isso. Meu conselho é, a menos que você sofra de alguma patologia específica, abandonar esses métodos, cujos efeitos colaterais podem exceder em muito os benefícios, tornando a operação vã.

Desenvolvedores Penis

Dada a limitada efetividade da operação cirúrgica, os desenvolvedores para o pênis foram facilmente distribuídos, ferramentas que estendem o pênis devem permitir o seu alongamento. Mas estes são métodos caros, que podem levar a efeitos colaterais extremamente desagradáveis. Em suma, portanto, eu aconselho você contra essas ferramentas, se você quiser aprender a alongar o pênis.

Comprimidos para alongar o pênis

Também neste caso confirmo que estes são remédios totalmente ineficazes. Talvez essas pílulas para alongar o pênis não sejam feitas de substâncias naturais, mas é até tolice acreditar que uma pílula permite que o pênis fique mais longo. Acima de tudo, então, de um dia para o outro, como os produtores desses remédios quase sempre anunciam.

Como eu lhe disse, você não deve se resignar. Existe um método, agora testado em milhões de homens, que permite um aumento eficaz, seguro e natural do pénis. É uma técnica que se baseia nos mesmos princípios de treinamento na academia, mas que é adaptada às características do pênis, como veremos no restante deste artigo.

O método para alongar o pênis

Então vamos ver o método que eu uso pessoalmente, e isso permitirá que você aumente gradualmente o tamanho do pênis e finalmente tenha um pênis grande que dê enormes satisfações às mulheres.

Antes de começar, vamos desmascarar um mito. Aqueles que argumentam que não é possível aprender a alongar o pênis, diz que isso não é um músculo. Bem, isso é falso, porque o pênis é anatomicamente composto por 50% do tecido muscular liso , um tipo de musculatura diferente daquela, por exemplo, do bíceps, mas que pode ser similarmente treinada.

Enquanto treinamos os músculos do corpo indo para o ginásio, mas também o coração, por exemplo, fazendo fitness, para que possamos aprender a treinar o pênis, seguindo mais ou menos os mesmos princípios, mas com técnicas adaptadas a este tipo de músculo.

O método que eu ensino pode ser dividido em 5 fases, vamos vê-las.

Fase 1: medição do pênis

Esta fase parecerá óbvia, mas é muito importante aprender a medir o pênis, por dois motivos. Uma medição precisa permitirá que você não apenas entenda seu status inicial em comparação com a média de outros homens, mas também monitore o progresso ao longo do tempo. Isso não é nada difícil, mas é importante que a medição seja bem executada.

Fase 2: montando uma mesa de treinamento

Uma vez que sua situação inicial seja entendida, é importante definir com precisão os objetivos a serem alcançados e elaborar uma tabela de treinamento. Esta tabela seguirá alguns princípios básicos, que permitirão maximizar o resultado e evitar todos os efeitos colaterais que possam ocorrer. Esta tabela incluirá então as rotinas de treinamento, a serem seguidas com cuidado.

Fase 3: escolha dos exercícios para aumento do pênis

Depois de definir quantas vezes terá de treinar o seu pénis, será altura de escolher os exercícios certos, com base nos objetivos a alcançar e nos métodos de treino escolhidos. Há muitos exercícios para escolher, mas que podem ser resumidos em três categorias de exercícios, que veremos abaixo. Os exercícios, antes de serem realizados, devem, obviamente, ser cuidadosamente aprendidos e, então, realizados de forma consistente.

Fase 4: treinamento e controle de sinais corporais

Depois de definir seu programa de treinamento e os exercícios a fazer, você pode começar o treinamento. Quanto a tudo, mesmo neste caso, é necessária uma personalização, que você aprenderá aprendendo sobre os sinais que o seu corpo lhe envia. Este é um ponto muito importante, que permitirá que você continue a ganhar centímetros dia a dia.

Etapa 5: monitoramento do progresso

Neste ponto, você pode começar a monitorar o progresso ao longo do tempo. Você precisará realizar as medições novamente e compará-las com as anteriores. Com base nos resultados, você pode redefinir sua tabela de treinamento e escolher exercícios mais avançados, reiniciando o ciclo.

Babosa: Benefícios Medicinais, Curiosidades e Cultivo

Babosa: saiba tudo! Aprenda sobre os benefícios medicinais, as curiosidades envolvendo essa planta que é cultivada desde a Antiguidade e as dicas de cultivo.

Babosa: Benefícios Medicinais, Curiosidades e Dicas de Cultivo

Nomes populares e origem
A babosa, também conhecida por aloé, babosa-grande, babosa-medicinal, erva-de-azebre, caraguatá, caraguatá-de-jardim, erva-babosa, aloé-do-cabo.

A babosa é uma planta herbácea, suculenta e que atinge até 1 metro de altura. É provável que sua origem seja africana.

História e Curiosidades
É uma das plantas medicinais mais antigas cultivadas, inclusive pelos judeus, que costumavam envolver os mortos com lençol embebido em sumo de babosa para a retardar a putrefação e extrato de mirra, para disfarçar o cheiro de morte. Dizem até que o corpo de Jesus Cristo foi embalsamado assim.

Dizem também que Cleópatra usava a babosa na pele e por isso era tão linda.

Características
Folhas

Suas folhas são grossas, carnosas, suculentas, afinadas em direção à base, cerosas e com espinhos nas margens. As folhas, verde-azuladas, são dispostas em roseta e presas a um caule curto. Quando cortadas deixam escorrer um suco viscoso, amarelado e muito amargo.

Detalhe das folhas da Babosa

Inflorescências

As inflorescências são longas e ficam acima das folhas. As flores são duráveis, muito visitadas por beija-flores e formadas principalmente durante o inverno.

Detalhe das inflorescências da Babosa

Dicas de Cultivo
Onde cultivar

É uma planta que deve ser cultivada no sol direto, ficando linda em jardins de pedra, isoladamente ou em grupos como bordaduras ou formando conjuntos no meio de canteiros. Podem também ser cultivadas em vasos e jardineiras.

Tipo de solo

É uma planta de muito fácil cultivo, pois é resistente a terras pobres e secas. A babosa gosta de solo arenoso e não precisa de muita água para sobreviver. No Nordeste do Brasil ela cresce naturalmente em algumas regiões.

Temperatura

A babosa também tolera baixas temperaturas do inverno, podendo ser cultivada em quase todas as regiões secas do Brasil.

Multiplicação

Para multiplicá-la, separe os brotos que nascem ao redor da planta mãe.

Propriedades Medicinais
A babosa é muito cultivada para fins medicinais e cosméticos.

Para os cabelos

Na medicina popular ela é muito usada por mulheres para tratar os cabelos.

Cicatrizante e antimicrobiana

A babosa tem propriedades cicatrizantes e antimicrobianas sobre bactérias e fungos.

Queimaduras e ferimentos

Como o sumo da babosa é muito cicatrizante, é usado em casos de queimaduras e ferimentos superficiais da pele. Esse gel claro acelera a cicatrização e reduz o risco de infecção.

Pode-se cortar uma folha e aplicar o sumo diretamente ou usar a parte interna como um pincel. Pode-se aplicar umas 2x por dia.

Detalhe da folha da Babosa usada como pincel

Hemorróidas

Para hemorróidas inflamadas, usam pedaços pequenos, sem a casca, como supositório.

Leia também: vantagens da Babosa

Contusões, entorses e dores reumáticas

Para tratar contusões, entorses e dores reumáticas, geralmente é feito uma alcoolatura, misturando pequenos pedaços das folhas, aproximadamente 50g com meio litro de uma mistura da álcool e água e depois passada através de um pano limpo. Essa mistura pode então ser aplicada em forma de compressas e massagens nas partes doloridas.

Laxante

Pode-se fazer também uma mucilagem obtida das folhas cortadas e deixadas escoar por 1 a 2 dias, que é aproveitada pela indústria cosmética ou é posta para secar ao sol ou ao fogo até que saia toda a água até formar uma espécie de resina, que apresenta propriedades laxantes.

Úlcera péptica e para síndrome do intestino irritável

Graças ao poder curativo e protetor da babosa, ela também é usada internamente. Seu gel ou suco pode ser usado para úlcera péptica e para síndrome do intestino irritável.

Atenção!
Não use a babosa internamente se estiver grávida ou amamentando, nem se tiver hemorroidas ou problema renal.

Evite ingerir babosa em grande quantidade por que ela pode ser tóxica em altas doses. A diferença entre o remédio e o veneno é a dose!

Aliás, é sempre bom consultar um médico ou fitoterapeuta antes de ingerir qualquer medicamento caseiro.

A babosa “verdadeira”, a Aloe Vera, tem as flores amarelas. A que tenho em casa é a Aloe arborescens, também conhecida por aloe-candelabro, áloe e babosa. E existe ainda a Aloe ferox, cuja floração é um pouco diferente e avermelhada. Todas são parentes e utilizadas da mesma forma.

Veja mais sobre Ervas Aromáticas e Medicinais.

E aí? O que você achou da babosa? Já conhecia essa planta? Qual foi sua experiência com ela? Conta para mim nos comentários abaixo.

ENTRE EM CONTATO COMIGO:
Sempre que você quiser entrar em contato comigo, é só escrever para: [email protected] e mandar fotos das plantas ou as suas dúvidas que eu respondo. Não respondo sempre de imediato, tá? Porque nem sempre eu consigo. Mas assim que eu tiver um tempinho eu sempre respondo, com certeza!

E você também pode se inscrever aqui no site e fazer parte da minha lista VIP. Veja no final do post do lado direito da tela. Toda semana você irá receber uma newsletter com as novidades e poderá responder à newsletter com as suas dúvidas e sugestões.

Dietas low-carb podem te engordar: veja como os

carboidratos podem te ajudar a emagrecer Crédito: Reprodução Dietas low-carb são um sucesso no mundo todo. Na internet, não é difícil achar depoimentos de pessoas que conseguiram emagrecer e melhorar a saúde por reduzir a ingestão de carboidratos. Mas será que esse tipo de dieta realmente é saudável? Quer ter uma alimentação saudável? Veja como conseguir se reeducar! Aprenda 6 dicas para potencializar seu treino e ganhar massa muscular mais rápido Descubra um treino completo para ganhar músculos em 20 minutos Bom, apesar de ter se tornado praticamente um estilo de vida, a dieta low-carb exige cuidados e, antes de cair de boca nesse tipo de restrição alimentar, vale a pena estudar bastante e procurar um nutricionista. Nós resolvemos ir atrás de informações recentes sobre a dieta low-carb, e encontramos dados divulgados por um instituto de pesquisa no Reino Unido. Crédito: Reprodução “A confusão de carboidratos” levou as pessoas a não perder peso, já que evitar carboidratos é insustentável, disseram especialistas do Slimming World, uma organização de perda de peso com sede no Reino Unido que fornece programas de gerenciamento de peso de estilo de vidaOs comentários vieram depois que uma pesquisa descobriu que mais de um terço (37%) das pessoas que fazem dietas usaram dietas modernas de baixo consumo de carboidratos. Dois terços (66%) dos 2.103 entrevistados ouviram que as dietas com pouco carboidrato são melhores para perda de peso. Mas seguir uma dieta low-carb é difícil, já que mais da metade dos entrevistados desistiu porque gosta muito de carboidratos (52%), 46% se sentiram famintos e 30% acharam o processo entediante. AS DIETAS LOW-CARB SÃO PERIGOSAS? CRÉDITO: REPRODUÇÃO Incentivar as pessoas a cortar o pão e a massa branca é “irresponsável”, disseram especialistas da Slimming World, empresa que encomendou a pesquisa da YouGov. “Há um equívoco profundo de que as pessoas devem evitar carboidratos quando estão tentando perder peso”, disse Jacquie Lavin, chefe de nutrição e pesquisa da Slimming World. No entanto, a verdade é que os carboidratos desempenham um papel importante tanto em uma dieta saudável quanto na perda de peso sustentável – e a atual confusão entre os carboidratos está alimentando o problema da obesidade no Reino Unido, onde a pesquisa foi realizada. “A obesidade não só tem um impacto sobre a nossa saúde pessoal, mas coloca uma enorme pressão sobre o nosso Serviço Nacional de Saúde, que tem de lidar com uma série de condições relacionadas à obesidade.” Crédito: Reprodução Há uma evidência crescente de que os alimentos ricos em proteínas e carboidratos são muito mais saciantes que os alimentos ricos em gordura, segundo a pesquisa. Comer alimentos mais densos e com menor consumo de energia (os alimentos que têm menos calorias por grama), que incluem carboidratos como macarrão, arroz e batatas, permite que as pessoas consumam uma grande quantidade de alimentos sem consumir muitas calorias. Chocantemente, quando perguntados se os carboidratos ricos em amido devem ser a principal fonte de calorias em uma dieta saudável e equilibrada, de acordo com a orientação atual do governo, 81% dos entrevistados achavam que isso era um mito ou não tinham certeza se era um mito ou fato. DIETAS LOW-CARB PODEM CAUSAR EFEITO REBOTE Crédito: Reprodução O grupo de perda de peso disse que é importante pensar em soluções de longo prazo que são atingíveis, em vez de métodos de moda passageira de curto prazo.

Leia também: E-book 101 Receitas Low Carb loja

O Dr. Lavin disse: “O que as pessoas precisam é de ajuda e conselhos para perder peso e mantê-lo.” “Aconselhar pessoas com excesso de peso a seguir dietas com baixo teor de carboidratos, que sabemos ser insustentáveis ​​e potencialmente eliminar um grupo de alimentos essenciais para uma dieta saudável e equilibrada, é irresponsável.”, diz. “Isso leva as pessoas ao fracasso e provavelmente as deixará lutando com sentimentos de culpa e baixa auto-estima, além de recuperar o peso que perderam”, completa. Na crise da obesidade, cerca de 58% das mulheres e 68% dos homens no Reino Unido estão com sobrepeso ou obesidade. Nos EUA, a prevalência de obesidade foi de 39,8% em 2015 para 2016. No Brasil, dados inéditos do Ministério da Saúde mostram que 18,9% da população acima de 18 anos nas capitais brasileiras é obesa. O percentual é 60,2% maior que o obtido na primeira vez que o trabalho foi realizado, em 2006, quando essa parcela era de 11,8%. Quer emagrecer ou realmente precisa perder peso? Então, veja como os carboidratos podem te ajudar a emagrecer: CARBOIDRATOS PODEM TE AJUDAR NA SENSAÇÃO DE SACIEDADE Crédito: Reprodução No Slimming World, carboidratos ricos em amido, como macarrão, arroz, batatas, cuscuz e quinoa são considerados “Alimentos Livres”, que você pode comer livremente para satisfazer o seu apetite. “Esses alimentos são volumosos e proporcionam fibras, o que os torna preenchedores e satisfatórios, especialmente quando ingeridos com alimentos que contêm proteínas”, disse Lavin. “Eles vão te encher com menos calorias, enquanto que comer a mesma quantidade de gordura significa que você precisaria consumir muito mais calorias para se sentir satisfeito.” Uma revisão publicada em 2015 na revista Tendências em Ciência e Tecnologia de Alimentos analisou todas as pesquisas sobre saciedade e descobriu que a combinação de proteínas, carboidratos e pequenas quantidades de gordura é a mais propícia à saciedade e à perda de peso. CARBOIDRATOS TE AJUDAM A IR AO BANHEIRO Crédito: Reprodução Segundo a pesquisa, os ingleses não obtêm fibras suficientes e isso pode levar à lentidão e constipação, deixando-nos desconfortáveis ​​e inchados – o que não é bom para a perda de peso ou a nossa saúde. Carboidratos ricos em amido, como arroz, macarrão e verduras contêm fibras, o que te ajuda a ir ao banheiro. Embora as recomendações atuais para a ingestão diária de fibras sejam em torno de 30 gramas por dia, a mulher média britânica, por exemplo, consome pouco mais de 17 gramas por dia. CARBOIDRATOS ESTÃO REPLETOS DE NUTRIENTES Crédito: Reprodução O dr. Lavin disse: “Se você está realmente restringindo ou cortando completamente os carboidratos, o que acontece em muitas dietas low-carb, corre o risco de perder muitas vitaminas, minerais e especialmente fibras”. Carboidratos se transformam em glicose em seu sistema e estes incluem açúcares simples para aqueles encontrados em frutas e legumes, bem como carboidratos ricos em amido encontrados em alimentos como arroz, massas, cereais integrais, leguminosas e legumes. “Os carboidratos ricos em amido fornecem vitaminas e minerais essenciais, especialmente as vitaminas B, que são essenciais para o funcionamento do sistema nervoso e sustentam uma pele saudável”, disse o Dr. Lavin. “Algumas dietas com baixo teor de carboidratos até cortam frutas, vegetais e laticínios com baixo teor de gordura, o que o coloca em risco de deficiências em nutrientes essenciais, como ferro, magnésio e cálcio”. “Carboidratos ricos em amido, tais como arroz integral, milho, cevada, cuscuz e lentilhas são ricos em vitaminas do complexo B e são essenciais para o metabolismo normal e a liberação de energia dos alimentos e para o funcionamento de células sanguíneas saudáveis”, afirmou. CARBOIDRATOS TE AJUDAM A CONTROLAR O PESO Crédito: Reprodução As pessoas podem inicialmente perder peso em regimes com baixos níveis de carboidratos, mas podem não conseguir manter o peso a longo prazo porque cortar carboidratos não é sustentável na vida cotidiana, disse o Dr. Lavin. “É mais difícil ter um plano de perda de peso saudável e sustentável quando você proibiu alimentos, especialmente aqueles de que gosta, que fazem parte da vida cotidiana”, explica. “Cortar os carboidratos torna mais difícil para as pessoas comerem normalmente (por exemplo, quando comem fora) e os coloca em risco de se sentirem privados e ficarem com fome”, completa. Isso pode causar frustração e fazer com que a pessoa desista de emagrecer, acreditando que ela falhou e que simplesmente não pode perder peso. Porém, na verdade foi a dieta restritiva que falhou com ela. CARBOIDRATO É COMBUSTÍVEL Crédito: Reprodução A fonte de combustível preferida do seu corpo é a glicose e, embora ela consiga produzir isso a partir de proteína e gordura, ela é obtida de forma mais rápida e eficiente a partir de carboidratos. “Você também pode queimar gordura como combustível, mas isso não é tão eficiente e não começa a acontecer imediatamente”, disse o Dr. Laving. Claro, você pode obter sua glicose a partir de açúcares simples, como chocolate, bolos ou salgadinhos, mas estes também são de alto teor calórico, eles não vão te encher e fornecem calorias vazias, potencialmente fazendo você querer mais. Não é uma boa ideia. Carboidratos são armazenados em seus músculos como uma substância chamada glicogênio, que o corpo exige energia para alimentar o seu treino.


Leia também: Kifina funciona

De longe, a melhor fonte de combustível para os músculos são carboidratos ricos em amido, especialmente a variedade integral. Experimente comer carboidratos ricos em amido algumas horas ou na noite anterior ao seu treino e você terá um suprimento adequado de glicogênio em seu sistema para impulsionar sua musculação, sua corrida, seu boxe ou qualquer outra atividade física. Por isso, dietas low-carb podem ser perigosas para quem também pratica atividade física com regularidade. SEU CÉREBRO AMA CARBOIDRATOS Crédito: Reprodução Você pode estar evitando carboidratos para perder peso, por exemplo, na dieta cetogênica. Isso estimula a evitação de carboidratos, de modo que o corpo produz cetonas – uma substância que destrói gordura – para usá-lo como combustível. Parece uma ótima ideia em teoria, certo? O Dr. Laving disse: “Seu corpo pode usar cetonas, mas não é uma fonte ideal de combustível, especialmente para o cérebro, que precisa da glicose para funcionar em seu nível mais alto”, ele explica. “Se você usa cetonas como combustível, seu corpo está basicamente no modo de sobrevivência, o que coloca o corpo sob enorme pressão. Com o tempo, esses corpos cetônicos começam a se acumular no sangue e isso pode causar problemas, até mesmo danos nos rins. Mas mesmo a curto prazo, privar o cérebro de sua principal fonte de combustível pode levar a baixa energia, aumento da fome, problemas de sono, náusea e baixo desempenho no exercício, que não favorecem a perda de peso”, conclui. Crédito: Reprodução Os carboidratos estimulam a liberação de serotonina, o neurotransmissor do bem-estar, bem como endorfinas que têm uma função semelhante.


Leia também: Farinha seca barriga funciona

É por isso que você pode precisar de carboidratos quando sente a necessidade de levantar os ânimos. O problema, nesse caso, é que você parte para carboidratos refinados ou açucarados e acaba gerando um efeito negativo. Ao fornecer ao seu corpo uma ingestão regular de carboidratos ricos em amido idealmente algumas vezes por dia, você fornece ao seu cérebro o combustível constante necessário para funcionar de forma ideal e liberar os químicos que você precisa para se manter feliz e em sua jornada de perda de peso. É MELHOR LIMITAR O AÇÚCAR Crédito: Reprodução O açúcar é classificado como um carboidrato, mas não vai ajudar na sua perda de peso – na verdade, ele te impedirá de emagrecer. “O açúcar pode fornecer muitas calorias sem qualquer nutrição benéfica, então você não está recebendo muitas (se houver) vitaminas e minerais com alimentos açucarados”, disse o Dr. Laving. Ele também pode levar a um aumento acentuado nos níveis de açúcar no sangue e um acidente subsequente que pode levar a mais “desejos” e ganho de peso. Então, limite a sua ingestão de açúcar a alguns quadrados de chocolate ou outros pequenos alimentos por dia. CUIDADO COM O TIPO DE CARBOIDRATO QUE VOCÊ CONSOME Crédito: Reprodução O pão é um carboidrato que deve ser ingerido em quantidades medidas e não consumido livremente, como outros carboidratos ricos em amido, como macarrão, batata e arroz. “O pão não contém a mesma quantidade de água que os outros carboidratos e, portanto, não é tão farto”, disse Lavin. “Além disso, as pessoas raramente comem pão por conta própria, geralmente ele é acompanhado de outras coisas ricas em calorias, como manteiga ou geleia. Por outro lado, a massa, as batatas e o arroz formam a maior parte da refeição, ao contrário do pão, frequentemente consumido ao lado da refeição”, explica.


Leia também: Farinha seca barriga funciona

PROCURE POR CARBOIDRATOS COM ALTO TEOR DE FIBRAS E ÁGUA Crédito: Reprodução Grãos como quinoa, milhete e trigo sarraceno, arroz integral e massas, bem como vegetais de raiz, como batata e batata-doce, não são apenas fontes de fibra, mas também ricos em água (naturalmente ou porque são cozidos na água). “Alimentos como macarrão ou arroz absorvem água quando são cozidos, o que pode torná-los muito mais recheados do que os carboidratos mais secos, enquanto ainda fornecem a mesma quantidade ou quantidades ainda maiores de nutrientes e fibras”, disse Lavin. CONTROLE A GORDURA Crédito: Reprodução Dietas com baixo teor de gordura não estão tão na moda quanto dietas low-carb, mas elas realmente levam à perda de peso – em um estudo que analisou todas as evidências publicadas no British Medical Journal em 2012, os pesquisadores fizeram uma revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados sobre dietas com pouca gordura. Eles concluíram que as dietas com baixo teor de gordura levaram a perda de peso a longo prazo estatisticamente significativa. “Recomendamos às pessoas que procurem fontes mais saudáveis ​​de gorduras, como azeite de oliva, abacate, nozes e sementes, mas como a gordura é rica em calorias, também as recomendamos em quantidades limitadas”, disse Lavin. O SEGREDO É SABER COMO COZINHAR Crédito: Reprodução Junto com o que você coloca neles, a maneira de cozinhar seus carboidratos é essencial para onde eles se encaixam em sua dieta. “Se você está assando sua batata, tudo bem”, disse o Dr. Lavin. “Obviamente, cozinhar batatas fritas com muita gordura não ajuda na perda de peso, mas há uma maneira mais saudável de fazer batatas fritas – você as corta em pedaços, as emparelha e as coloca no forno com um pouco de spray de óleo. Se você deixar a casca das batatas, você ainda vai receber uma quantidade extra de fibras”. E aí, perdeu o medo dos carboidratos? Será que as dietas low-carb realmente são interessantes para o seu objetivo?

Os poréns do jejum intermitente

O limite de horas e a prática associada de exercícios devem ser decididos com a orientação de um profissional de saúde


Leia também: Kifina reclame aqui

Tendo o emagrecimento rápido o principal motivador de adesão da estratégia, o jejum intermitente, devido a diversa gama de formas de fazer, ainda carece de estudos científicos. De acordo com Maria Lúcia Diniz Araújo, nutricionista pós-doutoranda pela Universidade Federal de Pernambuco e membro do Conselho Regional de Nutricionistas – 6ª Região (CRN6), “não existem evidências científicas que comprovem uma maior eficácia da utilização da estratégia de jejum intermitente em comparação com outros protocolos como o de dieta hipocalórica, por exemplo”.

Leia também: Jejum Intermitente emagrece

Sobre o assunto
O que comer após as horas de jejum
O que pode o jejum?
Jejum com responsabilidade
Ponderando que se trata de uma estratégia que tem sido cada vez mais estudada, Walmir Coutinho, diretor do Departamento de Obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), acredita que “para que seja recomendado rotineiramente, ainda são necessários mais estudos” acerca do jejum.


Leia também: Phytophen reclame aqui
A rotina, o limite de horas sem comer, o tempo a seguir com o jejum são questões ainda não fechadas. De acordo com Coutinho, “não se pode fazer vários dias seguidos de jejum, pois o indivíduo pode ter carência nutricional, mas não existe ainda um período pré-estabelecido como máximo”. É o que também adverte a médica nutróloga da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran), Marcela Voris.

Leia também: Farinha seca barriga reclame aqui

“O jejum pode ser válido, mas pontual para pacientes que buscam redução do peso corporal, desde que feito com o acompanhamento de um profissional da saúde, como o médico nutrólogo, por exemplo. A prática não deve, entretanto, ser realizada por um período prolongado porque pode desencadear desregulações no sistema nutroneurometabólico, que mantém a regulação corporal e sua disponibilidade energética”, aponta. Para nutricionista Mirella Freire, “não é aconselhável fazer todos os dias nem muito menos por tempo indeterminado”.

Já por quantas horas deve ser feito, Voris recomenda não passar de 24 horas de jejum. Enquanto a endocrinologista Maria Fernanda Barca sugere que 18 horas seja o limite máximo de tempo sem ingestão calórica. “É aconselhado começar com o de 8 horas e só depois ir estendendo, em um período que seja confortável para o paciente”, indica Voris.

Até mesmo o emagrecimento que o jejum provoca tem de ser avaliado, cometa Lara Natacci, nutricionista, mestre e doutora pela Faculdade de Medicina da USP, coordenadora da comissão de comunicação da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (Sban). “O emagrecimento ocorre em função do déficit calórico. Ocorre perda de gordura, mas também de massa magra, o que pode afetar negativamente o metabolismo”, alerta. Para evitar isso, o jejum deve ser associado a prática esportiva.

Após três meses seguindo o jejum em dias alternados, a dentista Gabriela Passaglia, 21, relata não ter perdido peso, mas trocou cerca de três quilos de massa gorda por músculos, conforme o seu acompanhamento nutricional. Isso foi possível graças à dieta e à musculação. Sem sentir fome pela manhã, Gabriela faz os exercícios nas primeiras horas do dia, em jejum, e diz não sentir diferença na disposição.

O risco da compulsão

Especialista indicam que a dieta pode mascarar ou favorecer distúrbios alimentares, como a anorexia, e compulsões. De acordo com Walmir Coutinho “existem estudos ligando a prática de restrição calórica (mesmo que não o jejum, mas qualquer tipo de dieta) ao aparecimento de compulsão alimentar”. Voris aponta que “estudo científico feito em animais mostra que, embora esse tipo de dieta possa promover redução no ganho de peso e trazer alguns benefícios para a saúde, há também consequências indesejáveis. Uma dessas consequências é que a dieta altera o controle do apetite no hipotálamo, fazendo com que os ratos tenham fome o tempo todo, mesmo quando comem”.

Massagem redutora, modeladora e drenagem linfática: saiba diferenciar cada uma

Aprenda as diferenças e os diversos benefícios de cada uma

Redutora, modeladora e drenagem linfática: muita gente confunde esses três tipos de massagem justamente porque seus objetivos são parecidos – driblar a celulite e a gordura localizada. O tratamento completo tem de oito a doze sessões – já é possível notar uma melhora após a primeira. Tire suas dúvidas sobre as técnicas.

Drenagem linfática
A técnica manual é a campeã de audiência nas clínicas de estética. Merecidamente: esse tipo de massagem, que deve ser feita com movimentos delicados e rítmicos, varre as toxinas do organismo, elimina o inchaço e colabora com a oxigenação da pele, suavizando o aspecto da celulite. A sessão dura aproximadamente uma hora.

Tem que doer para fazer efeito?

“De jeito nenhum!”, garante a esteticista Cláudia Fontenele, de São Paulo. “O objetivo dela é só agilizar o fluxo da linfa, ou seja, melhorar um processo que o nosso organismo faz naturalmente”, diz. “E, como a linfa trabalha de forma vagarosa, a massagem deve ser suave, relaxante até”, garante.

Tudo bem se deixar hematoma?

Também não. “Isso indica que houve rompimento de algum vaso capilar, ou seja, uma pressão muito forte”, fala a esteticista.

Pode ser associada a outra massagem?

Pode, mas deve ser feita sempre depois da redutora ou da modeladora.

A drenagem consegue reduzir a gordura localizada?

Sim, porque ativa o metabolismo, facilitando a eliminação da adiposidade.

Precisa usar creme?

Não necessariamente, mas o produto facilita o deslize das mãos.

Massagem modeladora
Muito confundida com a drenagem linfática, essa massagem sob medida para desenhar curvas é realizada com maior vigor e – importante – no corpo todo. A esteticista pressiona os pontos de celulite e de acúmulos de gordura e, assim, suaviza esses problemas. Cada sessão dura de 40 minutos a uma hora.

Tem que doer?

Dói um pouco, sim, mas dá para aguentar.

Tudo bem se deixar hematoma?

Ela pode até deixar, dependendo da sensibilidade de cada pessoa.

Tem que usar creme?

O uso de cosméticos específicos, com ativos que atuam na queima da gordura, pode ajudar a potencializar o resultado.

Leia também: Kifina é bom

Massagem redutora
É feita com movimentos de deslizamento e amassamento profundos, seguindo um ritmo acelerado. De acordo com Cláudia Fontenele, a diferença da massagem modeladora para a redutora é que a última é aplicada somente em áreas específicas, como abdômen e culote.

Leia também: massagem redutora funciona

O profissional também usa acessórios para potencializar a ação das manobras. Os efeitos aparecem se você fizer, no mínimo, uma sessão por semana. Dura cerca de 40 minutos.

Tem que doer?

Pode doer, sim. Tudo depende da sua sensibilidade e da experiência da esteticista.

Leia também: Phytophen é bom

Tudo bem se deixar hematoma?

Marcas roxas significam que algum vasinho estourou – então, não pode.

Tem que usar creme?

Leia também: Farinha seca barriga é bom

Os cremes redutores podem ajudar no resultado, mas os dermatologistas dizem que não há estudos científicos de peso que justifiquem o seu uso.

20 opções de chás naturais para emagrecer

A ingestão dos chás deve ser aliada com a prática de exercícios físicos e com uma dieta leve

Os chás são sempre excelentes acompanhamentos para quem pretender emagrecer, sendo um eficaz substituto de outras bebidas mais calóricas. Conheça 20 receitas de bebidas naturais que contribuem para a perda de peso.

No entanto, é importante salientar que a ingestão dos chás para o emagrecimento deve ser aliada com a prática diária de exercícios físicos e o consumo de uma dieta leve.

Chás para emagrecer
1. Chá de canela

O chá de canela consegue controlar os níveis de açúcar no organismo (Foto: depositphotos)

A canela é responsável por ajudar a controlar os níveis de açúcar no organismo do indivíduo. Isso acaba tendo um impacto na fome e no armazenamento de gordura, pois quando a glicose está regulada, haverá menos apetite e o corpo saberá usar a gordura como fonte de energia, no lugar de armazená-la.

Faça decoção de uma porção de casca da canela e ferva com uma xícara de água. Deixe no fogo por mais cinco minutos e depois desligue. Abafe a bebida até amornar e consuma.

2. Chá de gengibre
A bebida natural ajuda a melhorar o sistema digestório, controlar os níveis de glicose no organismo e ainda manter a fome controlada por um período de tempo maior.

Ferva um litro de água e acrescente duas colheres (de sopa) de gengibre ralado. Depois de fervido, desligue o fogo e abafe o recipiente por alguns minutos. Depois consuma.

3. Chá de gengibre com abacaxi
A mistura de gengibre com o abacaxi ajuda a acelerar o metabolismo, aumenta a sensação de saciedade e, por ser rico em fibras, contribui para o funcionamento do intestino.

Misture um litro de água com a casca de meio abacaxi e de uma laranja com uma colher (de sopa) de gengibre.

Leve ao fogão para ferver durante três minutos. Depois de fervido, desligue o fogo e acrescente a 10 gramas de carqueja. Deixe repousando por alguns minutos e coe antes de consumir.

Consuma a bebida entres as três principais refeições do dia.

4. Chá verde
A bebida acelera a queima de gordura, sendo uma ótima opção de bebida natural para ser ingerida antes da prática de exercícios físicos.

Coloque uma colher (de sobremesa) de chá verde em um recipiente e despeje água quente sobre ele. Abafe a bebida por alguns minutos e coe antes de consumir.

O indicado é ingerir três xícaras de chá verde por dia, evitando ingeri-lo tarde da noite, pois a bebida contém cafeína.

Veja também: Chá de salsa emagrece? Veja e fique sabendo

5. Chá verde com amora
O chá verde também pode ser uma ótima receita para emagrecer quando unido com a amora. A bebida contribui para desinchar o corpo, controlar o apetite, aumentar o metabolismo do organismo e ainda contém propriedades diuréticas.

Para preparar a bebida, separe uma colher (de chá) de folhas secas de amora e de chá verde em um recipiente e adicione água fervente. Tampe por dez minutos e coe antes de beber. Consuma-o antes do almoço e jantar.

6. Chá de hibisco

O chá de hibisco combate a retenção de líquido (Foto: depositphotos)

Uma das principais causas do tão incômodo inchaço na barriga é a retenção de líquido. O chá de hibisco contém propriedades que ajudam a combater essa retenção, além de regularizar o intestino.

Leve um litro de água misturado com uma colher (de sopa) de flor de hibisco e deixe ferver. Depois de pronto, abafe o recipiente por dez minutos e coe antes de consumir. Beba, no máximo, dois litros da bebida por dia.

7. Chá de hibisco com canela
A junção da canela com o hibisco resulta em uma bebida que ajuda a diminuir a retenção de líquido, aumentar o metabolismo do organismo e contribuir no processo da digestão.

Coloque um litro de água para ferver e adicione uma colher (de sopa) de hibisco e cavalinha e um pau de canela. Depois de fervido deixe o recipiente abafado por cerca de dez minutos. Coe antes de beber.

Consuma a bebida três vezes por dia, trinta minutos antes das principais refeições.

8. Chá de oolong
O chá oolong tem propriedades antioxidantes, que além de proteger o organismo contra inúmeras doenças, ainda ajuda a manter o metabolismo acelerado.

A bebida também contribui para a queima mais rápida de gordura, além de manter controlados os níveis de açúcar do sangue.

Assim como o chá verde, o chá oolong possui cafeína, sendo um ótimo substituto do café, já que é uma bebida mais leve que ele.

Duas xícaras de chá oolong já podem acelerar seu metabolismo e te ajudar a queimar gordura mais rápido.

Ferva um litro de água e, em seguida, desligue o fogo. Adicione sete colheres de Camellia Sinensis e deixe abafado por cinco minutos. Consuma o chá duas vezes ao dia.

9. Chá de alcachofra
Desintoxica o organismo, acelera o metabolismo e facilita o processo de digestão.

Esquente uma xícara de água e quando ferver, desligue o fogo e acrescente uma colher (de chá) das folhas de alcachofra. Deixe o recipiente abafado por dez minutos, coe e tome três vezes todos os dias.

Veja também: Chá de casca de laranja emagrece?

10. Chá de cavalinha
Muitas pessoas que sofrem de ansiedade e estresse acabam descontando a tensão na comida, contribuindo para o aumento do peso.

O chá de cavalinha, além de ajudar na retenção de líquidos, controla problemas de ansiedade, reduzindo a compulsão por comida.

Coloque uma xícara de água para ferver e quando estiver fervida, coloque em um recipiente e adicione uma colher (de chá) de folhas de cavalinha. Deixe abafado por dez minutos e coe antes de consumir, bebendo três xícaras por dia.

11. Chá de hortelã

Esse chá é uma ótima opção para controlar a sensação de fome (Foto: depositphotos)

Uma bebida com poucas calorias, o chá de hortelã também é uma ótima opção para controlar a sensação de fome e ajudar no relaxamento.

O chá de hortelã também é uma excelente fonte de fibras, ajuda a queimar gordura, traz movimentações saudáveis ao intestino e previne inchaços e celulites.

Coloque três colheres de folhas secas (trituradas) de hortelã e uma xícara de água quente em cima. Deixe repousando por dez minutos e consuma três vezes ao dia.

12. Chá branco
O chá branco também ajuda a acelerar o metabolismo, é um diurético natural, ajudando a eliminar inchaços e ainda é um poderoso anti-inflamatório.

Coloque um litro de água para ferver e quando levantar fervura, desligue o fogo. Acrescente duas colheres (de sopa) na água e deixe abafado. Consuma um litro da bebida por dia, preferencialmente fracionado em quatro vezes.

13. Chá de dente de Leão
O chá de dente de leão ajuda a eliminar todas as toxinas do organismo, contribuindo para manter o fígado saudável, algo fundamental em processos metabólicos que afetam diretamente o peso.

Ferva um litro de água e adicione duas colheres (de sopa) da planta. Quando ferver, desligue o fogo e deixe abafado por dez minutos. Depois, coe a bebida e consuma-a três vezes ao dia.

Leia também: Kombucha funciona

14. Chá mate com limão
O chá mate com limão aumenta a sensação de saciedade e facilita a queima de gordura, pois aumenta o metabolismo. Além disso, diminui o inchaço e o volume do corpo, pois possui ação diurética que ajuda na retenção de líquidos.

Coloque duas colheres (de chá) de mate em uma xícara e esprema meio limão. Depois adicione uma xícara de água fervente e deixe abafado por dez minutos. Consuma três xícaras ao dia.

Leia também: Phytophen funciona

Veja também: Como fazer chá de cravo

15. Chá de erva-mate
Uma bebida rica em antioxidantes, cafeína, minerais, aminoácidos e diversas outras propriedades que ajudam a estimular o sistema nervoso, aumentar o metabolismo, diminuir o apetite e ainda promove o relaxamento.

Leia também: comprar Kifina

Coloque um litro de água no fogo e diminua a intensidade da chama antes de ferver. Coloque duas colheres (de sopa) de erva-mate e desligue. Deixe o recipiente abafado por dez minutos. Consuma um litro da bebida por dia, intercalando entre as principais refeições.

16. Chá de boldo

O chá de boldo é um poderoso diurético (Foto: depositphotos)

O boldo contém propriedades responsáveis por estabilizar os níveis de açúcar no sangue, reduzindo o desejo por doces e comidas gordurosas, é antioxidante e um poderoso diurético.

Ferva uma xícara de água e despeje-a em uma xícara com uma colher (de chá) de folhas de boldo picado. Deixe o recipiente descansar por dez minutos e coe em seguida. Consuma a bebida três vezes ao dia.

17. Chá de feno-grego e alcachofra
Uma mistura extremamente rica em fibras, o chá de feno-grego e alcachofra ajuda a soltar o intestino, além de aumentar o metabolismo e contribuir para desinchar o corpo.

Coloque meia colher (de chá) das sementes em pó e uma colher (de chá) de folhas secas de alcachofra em uma xícara. Adicione 150 ml de água fervente e deixe repousar por dez minutos. Consuma a bebida coada e três vezes ao dia.

18. Chá de carqueja
O chá de carqueja ajuda a regular o funcionamento do intestino, evitando prisão de ventre e gordura abdominal.

Coloque um litro de água para ferver, apague o fogo e adicione uma colher (de chá) da erva, deixando repousar por dez minutos. Coe e consuma três xícaras ao dia.

19. Chá de pétalas de rosa

Esse chá favorece o funcionamento dos rins, possibilitando a liberação de toxinas (Foto: depositphotos)

Um diurético suave e natural, as pétalas da rosa estimulam os rins a liberarem sódio através da urina, garantindo a limpeza do organismo.

Depois de lavar as rosas, coloque dez pétalas em um litro de água e leve para ferver. Desligue o fogo e deixe o recipiente descansar por alguns minutos. Consuma duas vezes ao dia.

Com diferentes nutrientes, leite pode ajudar no emagrecimento saudável

Com uma rotina corrida, nem sempre é fácil encontrar formas de manter uma dieta saudável e fazer boas escolhas quando o assunto é alimentação. Mas com o verão batendo à porta, muita gente se preocupa em perder aquele peso extra que às vezes insiste em aparecer nos meses de inverno.

Um alimento que cada vez mais se destaca como aliado de dietas é o leite. Os esclarecimentos da nutrição e a máxima de que qualquer dieta saudável demanda o consumo de diferentes grupos alimentares faz com que o leite seja consumido com frequência no dia a dia. Agora, ele se apresenta também como um parceiro das dietas de quem quer perder peso. E a nutrição tem explicações para isso.

Segundo a nutricionista Gisele Dallazen, as proteínas e lipídios em sua composição ajudam a aumentar a sensação de saciedade e acabam reduzindo o consumo calórico em determinadas refeições. O mesmo princípio faz com que a bebida contribua para deter aquela vontade incontrolável de comer doces.

Leia também: melhores Dietas de emergência

– As proteínas encontradas no leite são nutrientes que demandam mais tempo de digestão se comparadas com os carboidratos, portanto, uma dieta proteica pode ajudar na perda de peso – esclarece a nutricionista.
Juntamente com as proteínas, o cálcio, um dos principais nutrientes encontrados no leite, também atua na manutenção da massa magra durante o processo de emagrecimento. Ou seja, aliados a uma dieta equilibrada, favorecem a perda de gordura e a manutenção da massa magra.

Leia também: comprar Kifina

Leia também: Phytophen é bom

Que tipo de leite beber?
Para adultos que estão de dieta, a orientação de nutricionistas é consumir o leite com menor teor de gordura:

– Para manter o peso, é importante optar pelas versões de leite desnatado. Apesar de ter menos gordura, as quantidades de proteínas e cálcio permanecem inalteradas no produto – explica Gisele.

O leite desnatado possui menos gordura e, portanto, menos calorias. Em comparação com leite integral, a bebida desnatada traz a mesma quantidade de proteínas, cálcio e nutrientes, mas com a vantagem de diminuir a soma calórica no fim do dia.

Desde que aliado a uma dieta variada e adequada às suas necessidades, o consumo de leite pode ajudar a ter uma vida mais saudável e mais saborosa. Inclua o leite em diferentes refeições do seu dia e aproveite os benefícios deste alimento tão completo.

Meu homem tem problemas de ereção

“Olá, tenho 43 anos e meu companheiro é 52. Nossos relacionamentos íntimos estão indo muito bem, porque há muitas preliminares, mas a ereção do meu companheiro não é completa e a penetração só dura. um a três minutos Quais poderiam ser as causas?”

Olá,

Em primeiro lugar, infelizmente não serei muito preciso para responder à sua pergunta porque sinto falta de algumas informações: esses problemas de ereções sempre existiram ou não? Seu companheiro tem uma boa ereção pela manhã depois de acordar e durante a masturbação? Quando se fala em penetração que dura apenas de um a três minutos, é porque a ereção diminui ou porque ejacula rapidamente? Esses distúrbios são sistemáticos, em cada relação sexual ou não?

Muitas vezes, as causas da disfunção erétil são fisiológicas e psicológicas. Seu companheiro tem 52 anos, “colapsos” podem acontecer com mais frequência nessa idade, já que será mais difícil para ele encontrar uma segunda ereção depois do sexo do que quando ele tinha 20 anos de idade. Alguns fatores também influenciam a ereção, incluindo por exemplo álcool, tabaco, excesso de peso ou alguns medicamentos. Para descobrir se as causas fisiológicas são importantes, seu animal de estimação pode determinar se ele tem ereções noturnas / matinais e se suas ereções durante a masturbação são melhores. Se ele também tiver problemas de ereção nestas duas situações, aconselho-o a procurar um urologista que possa fazer exames adicionais.

No nível psicológico, vários fatores também podem ser levados em conta: perda da auto-estima, depressão, problema conjugal, ansiedade de desempenho, medo da intimidade, problemas pessoais / profissionais … Além disso, geralmente, observaremos que os homens que sofrem de problemas de ereção vai entrar numa espiral descendente: quando os primeiros problemas, muitas vezes eles vão dizer “tudo bem, será melhor na próxima vez”, a “próxima vez Eles vão temer sexo “eu vou chegar lá?” Se os problemas persistirem, eles podem evitar contato mais íntimo, começar a deprimir …

Quais são os possíveis tratamentos? Não hesite em ir ao médico que pode, a princípio, observar se os problemas são de origem fisiológica ou psicológica. Ele também pode prescrever tratamento oral ao seu companheiro e aconselhá-lo a consultar um urologista e / ou sexólogo.

Se você acha que a causa é mais de origem psicológica, vá a um terapeuta sexual que possa lhe oferecer um tratamento terapêutico depois de ter determinado mais precisamente de onde vem o problema.

Enquanto isso, uma dica para você: tire o máximo proveito do sexo e continue a estimular seu parceiro mesmo quando a ereção cair. Alguns pensamentos a evitar: as reações agressivas “Você nem se dobra, você é ruim”, as reações são silenciosas “Minha pobre querida, não importa, eu te amo mesmo assim” (para ele, provavelmente é sério) ou as reações de culpa “é minha culpa, eu tirei 2kg …”. Por sua vez, posso aconselhar seu companheiro a aproveitar ao máximo os estímulos percebidos durante o contato íntimo, mesmo quando sua ereção cai.

Seja como for, saiba que existem muitas soluções (que chegam até a cirurgia) e que há também uma maneira de adaptar a sexualidade para viver alegremente com problemas de ereção.

Saúde também é sobre sexo, então cuide-se!

E se você tiver com algum problema sexual conheça o produto Tauron.

O desejo sexual, ou libido, é um estado psicológico que se manifesta no desejo de se envolver em comportamento sexual.

Não existe uma definição reconhecida do que constitui um nível “normal” de desejo sexual e agora foi demonstrado que o comportamento sexual (masturbação, relações sexuais) é apenas uma testemunha indireta e não confiável do desejo sexual sentido. .

Por isso, é importante definir se há falta de libido em relação a uma norma teórica que se teria internalizado, comparado ao nível de desejo do parceiro, comparado a outro período de sua vida ( ou a vida dele como casal), ou em relação a outro parceiro.

Vamos especificar se é uma falta de desejo sexual:

  • Primário (= sempre) ou secundário (= após um período sem dificuldade) 
  • Generalizado (= sem pensamentos, fantasias e desejos sexuais, seja sozinho ou entre si) ou situacional (por exemplo, o desejo de se masturbar está presente, mas nós não experimentamos nenhum desejo sexual pelo parceiro)

Uma distinção importante deve ser feita entre a falta de desejo sexual espontâneo (= querer iniciar um ato sexual) e o desejo sexual reativo (= desejo surgindo em resposta ao desejo do outro ou à estimulação sexual).

Na última grande pesquisa sobre a sexualidade dos franceses, 2% dos homens e 7% das mulheres disseram que sentiam “muitas vezes” falta de desejo nos últimos 12 meses, eram 20% dos homens e 29% das mulheres no passado. experimentou “às vezes”

A ausência ou insuficiência do desejo habitual (= “muitas vezes” ou “às vezes” nos últimos 12 meses) está aumentando com a idade :

  • 20% das mulheres (e 11% dos homens) com idade entre 18 e 24 anos
  • 32 a 35% das mulheres (e 13 a 18% dos homens) entre 25 e 49 anos
  • 46 a 49% das mulheres (31 a 43%) entre 50 e 69 anos

No entanto, ter um problema sexual nem sempre é um problema.

Entre aqueles que disseram que muitas vezes tiveram falta de desejo sexual no ano passado, metade dos homens e 2/3 das mulheres sentiram que isso não era um problema para o casal.

5 Farinhas que Emagrecem

Algumas farinhas auxiliam no processo de emagrecimento, e têm se tornado cada vez mais populares, por serem práticas e muitas vezes fáceis de serem encontradas. Ricas em fibras, vitaminas e minerais, eliminam peso de forma saudável, sem comprometer a saúde do organismo.

Leia também: Farinha seca barriga Anvisa

Saciam a fome e ainda equilibram o metabolismo, reduzindo assim a absorção de açúcar e gordura pelo organismo. Regulam o apetite, atrasando o esvaziamento gástrico: ou seja, a fome demora mais a aparecer e ainda de quebra, as farinhas fazem uma verdadeira “limpeza” no organismo, eliminando toxinas.

As fibras contidas nas farinhas aumentam a absorção das vitaminas e dos minerais, melhorando o funcionamento do organismo como um todo, favorecendo a perda de peso. Mas o resultado só aparece se você consumir de forma continuada. É também importante beber bastante água para facilitar a ação das fibras.

Como consumir a farinha?
A farinha pode ser acrescentada em sucos, iogurte, frutas, sopas e até na própria comida. O recomendado é que se consuma 2 colheres de sopa da farinha por dia.

Leia também: Phytophen Anvisa

Outra recomendação é alternar entre as farinhas, escolhendo dois ou três tipos. Assim, você garantirá nutrientes diferentes ao organismo. Na hora da compra, evite farinhas sem identificação do produto, ou se o armazenamento estiver inadequado, pois alguns tipos de farinha podem se oxidar e tornarem-se inadequadas para o consumo.

E quais farinhas ajudam no emagrecimento?
São várias as opções de farinhas que podem ser usadas por quem quer perder peso. Para ajudar na escolha, fiz uma seleção com 5 farinhas para emagrecer. Saiba mais sobre as suas propriedades:

Farinha de Maracujá

Em geral, as fibras ajudam a promover a sensação de saciedade. Porém, a fibra contida na farinha de maracujá é especial: é a pectina, uma fibra do tipo insolúvel. Sua propriedade mais importante é de absorver líquido e então se tornar um gel, capaz de reter por mais tempo o bolo alimentar no estômago e intestino, tornando a absorção dos nutrientes mais lenta. O resultado é a sensação de saciedade por mais tempo, evitando a fome e um maior consumo calórico.

Farinha de Berinjela

É rica em fibras, que, assim como na farinha de maracujá, ajudam a regular o funcionamento do intestino e também dão a sensação de saciedade e resultam em menos fome por mais tempo.

A berinjela é rica em vitaminas A, C e no complexo B, que colaboram para melhorar visão e as defesas do corpo. Além disso, é um legume rico em água, que apresenta pouca gordura. Na casca da berinjela estão substâncias que ajudam a prevenir o câncer. A farinha de berinjela tem até dez vezes mais fibras que a berinjela in natura, por isso é tão eficiente na redução da fome.

Farinha de Banana Verde

O forte dessa farinha é o amido resistente. Ele reduz a carga glicêmica da refeição evitando os picos de açúcar no sangue e o aumento da produção de insulina – hormônio que, em excesso, faz o organismo estocar gordura. Este amido também ajuda o intestino funcionar melhor, facilitando a perda de peso.

A farinha da banana verde tem sabor neutro e pode ser utilizada em diversas preparações, inclusive substituindo a farinha de trigo.

Farinha de Feijão Branco

O feijão branco é rico em Faseolamina A, uma proteína que inibe a digestão dos carboidratos e que diminui a absorção de açúcares pelo nosso organismo. Sendo assim, torna-se uma grande aliada no emagrecimento.

O consumo da farinha de feijão branco reduz em até 20% o índice de carboidratos absorvidos durante as refeições. Na prática, é como se você tivesse consumido uma porção menor. Sua grande quantidade de fibra faz aumentar a velocidade do trânsito intestinal e acelerando o metabolismo e auxiliando o processo de emagrecimento.

Farinha de Linhaça

Na forma de farinha, a linhaça se mostrou ainda mais eficiente para afinar a cintura. Isso porque o ômega 3, guardado dentro da semente, fica mais acessível e deixa as células menos inflamadas.

Essa gordura boa ainda interfere na leptina – hormônio que controla o apetite. Triture a semente em casa para preservar o ômega 3. Outra opção é comprar a farinha estabilizada, mas, ainda assim, armazene-a num pote escuro e na geladeira.

Atenção: é importante lembrar que o uso de todas essas farinhas no emagrecimento atuam como coadjuvante, ou seja é necessário também ter uma alimentação saudável além da prática de exercícios físicos.

Onde encontrar?
A maior parte das farinhas você pode fazer em casa, mas se você não tiver tempo, as farinhas são encontradas em casas de produtos naturais. Na Natue, você encontra algumas delas

Disfunção Erétil

Disfunção Erétil

O que é
A disfunção erétil (DE), também chamada de impotência sexual, é a dificuldade de manter a ereção peniana, em pelo menos 50% das tentativas, por tempo suficiente para permitir a penetração vaginal e a satisfação sexual. Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), cerca de 50% dos homens brasileiros acima de 40 anos têm alguma queixa em relação às ereções.

Um dos estudos mais respeitados sobre o tema, o Massachusetts Male Aging Study, realizado com 1.290 homens entre 40 e 70 anos idade nos Estados Unidos, demonstrou que 52% deles apresentavam certo grau de disfunção e que 10% tinham total ausência de ereção.

A DE ocorre devido a um desequilíbrio entre a contração e o relaxamento da musculatura lisa do corpo cavernoso. A ereção é o resultado de um trabalho conjunto do sistema nervoso vascular e hormonal. As células das artérias penianas recebem a mensagem para relaxar o tecido muscular, propiciando aumento no fluxo sanguíneo e, assim, inchando o órgão.

As causas da DE variam e podem ser relacionadas a motivos psicológicos, orgânicos ou ambos os casos.

Sintomas
Muitos acreditam que a disfunção sexual só acontece em homens que estão na terceira idade (acima de 60 anos). Mas alguns jovens também podem desenvolver o problema. Fique atento aos sinais e procure um médico se detectar algum deles:

Redução do tamanho e da rigidez peniana
Incapacidade de obter e manter a ereção
Redução dos pelos corporais
Atrofia ou ausência testicular
Pênis deformado
Doença vascular periférica (causa o estreitamento e endurecimento das artérias que transportam o sangue para os membros inferiores do corpo)
Neuropatia (distúrbio das funções do sistema nervoso)
Fatores de risco
A disfunção erétil (DE) pode aparecer em qualquer idade, mas alguns fatores contribuem para o seu surgimento. Veja quais são eles e busque ajuda profissional para voltar a ter uma vida sexual ativa e saudável:

Álcool: quantidades exageradas de álcool ou consumo a longo prazo estão ligadas a problemas de ereção. A desidratação causada no organismo prejudica a circulação na região íntima.
Distúrbios psicológicos: o problema pode começar num dia qualquer em que, por causa da ansiedade, o homem não conseguiu ter a ereção. Se não controlar o medo de sofrer impotência nas próximas oportunidades, a cobrança se torna cada vez maior, o que atrapalha ainda mais o desempenho sexual.
Doenças hormonais: o diabetes pode estar associado à DE porque altera o fluxo de sangue e não há fluxo suficiente para o tecido erétil. Além disso, a queda de testosterona pode impedir uma relação sexual satisfatória.
Doenças neurológicas: lesões na medula, Alzheimer e Parkinson podem impedir que homem tenha ereções.
Doenças vasculares: causam entupimento nas artérias e veias, o que pode prejudicar a chegada de sangue ao pênis.
Medicamentos: o uso de remédios para controlar a pressão alta (hipertensão) pode afetar a ereção como efeito colateral.
Tabagismo: fumar afeta o sistema vascular do corpo e os músculos das paredes das veias e das artérias, alterando a qualidade da circulação sanguínea do corpo. O uso do tabaco aumenta a formação de placas nas artérias, o que dificulta a ereção.
Prevenção
A prevenção da disfunção erétil pode ser de duas formas:

Causa psíquica: a educação dos meninos pela família e escola deve garantir a autoconfiança e autoestima, combatendo mitos, tabus, preconceitos ou ideias errôneas a respeito da sexualidade.
Causa física: bons hábitos devem ser mantidos, como praticar atividade física com regularidade, dormir bem, ter uma alimentação balanceada, evitar bebidas alcoólicas e cigarro e controlar diabetes. Além disso, é importante evitar traumas na região para não comprometer as ereções.
Tratamento
O tratamento da disfunção erétil varia de acordo com a causa e o estilo de vida do paciente. Após o diagnóstico e a análise clínica, há vários recursos terapêuticos que podem ser utilizados, como:

Injeções intra-cavernosas: agem cerca de 15 minutos após a aplicação e não é necessário qualquer estímulo para que o homem tenha a ereção. A substância injetada estimula a circulação e promove a dilatação das artérias no local, o que aumenta o fluxo sanguíneo no pênis levando à ereção. A duração varia conforme a quantidade injetada.

Medicamentos orais: geralmente, são a primeira opção terapêutica, desde que o paciente não apresente lesões nas artérias do pênis. Essas substâncias melhoram o fluxo sanguíneo para o órgão, o que favorece a ereção. Elas devem ser ingeridas com estômago não muito cheio, por volta de uma a duas horas antes da relação sexual, e variam quanto ao tempo de ação e potência máxima.

Prótese peniana: é um tratamento mais complexo, pois se trata de uma cirurgia. O médico introduz uma haste metálica envolvida em silicone no pênis do paciente, o que faz com que ele fique ereto o suficiente para a penetração. A intervenção dura cerca uma hora e a vida sexual pode voltar ao normal após um mês.

Terapia: se houver algum bloqueio psicológico, um terapeuta com formação em sexologia poderá ser indicado. Conversar com um especialista pode ser útil para mudar a forma de se relacionar com a parceira e as cobranças.

Diagnóstico
Para ter o tratamento correto da disfunção erétil, o diagnóstico precoce é fundamental. Ao consultar um urologista, ele poderá solicitar um teste de intumescência peniana noturna que deverá ser realizado com ajuda de equipamentos específicos. O aparelho mede a ereção do homem enquanto ele dorme.

O equipamento possui dois anéis conectados a eletrodos, colocados em volta do pênis, que analisam a qualidade das ereções noturnas. Se as ereções espontâneas forem satisfatórias, significa que o sangue chega ao pênis.

Além disso, o ecodoppler peniano pode ser utilizado para medir o fluxo arterial e identificar eventuais obstruções arteriais penianas. Há também as injeções intracavernosas (dentro do corpo cavernoso do pênis) que aumentam o fluxo sanguíneo das artérias, diminuem o calibre das veias e relaxam a musculatura local, produzindo a ereção.

A maioria dos exames têm como intuito identificar se o problema é orgânico ou psicológico.

Perguntas frequentes
Não consigo manter minha ereção após a primeira ejaculação. O que pode ser isso?

O tempo necessário para uma nova ereção varia de pessoa para pessoa e não existe valor definido como normal. Ocorrendo a relação sexual completa, com ereção e ejaculação, a probabilidade de comprometimento físico é mínima.

Após algum tempo de manter relações sexuais, chego ao orgasmo muito rápido. Como faço para prolongar a minha ereção?

Naturalmente a ejaculação é um processo rápido. A fim de prolongar a relação sexual, os seres humanos aprenderam a controlar o reflexo ejaculatório. No entanto, a habilidade para controlar esse processo pode ser afetada por inúmeras influências. Só é possível avaliar se há algum problema com exames.

Após cirurgia de retirada de próstata o homem se torna impotente?

A maioria das cirurgias da próstata não causa impotência. No caso de pacientes operados para tratamento de doenças benignas, a probabilidade de impotência é praticamente nula. No caso de pacientes operados por câncer de próstata, o risco de impotência varia de 30 a 100%, dependendo do caso (estágio da doença, tamanho do tumor, estado da função sexual antes da operação, idade). Todavia, em qualquer caso que o paciente tenha ereções, a sensação de orgasmo permanece praticamente a mesma. Somente a ejaculação está ausente (nos casos de câncer) ou é retrógrada (nos casos de doença benigna).

Estou ejaculando muito rápido. O que pode ser isso?

Um homem pode apresentar diferentes tipos de problemas ejaculatórios que repercutem no relacionamento com sua parceira. O que os estudos dizem é que a maioria dos distúrbios tem origem psicológica e deve ser abordada conjuntamente pelo homem, sua parceira e, se for necessário, com o auxílio de médicos e psicólogos.

Qual especialista devo procurar se apresentar DE?

A disfunção erétil pode ser a consequência sintomática de outras doenças, como a diabetes mellitus e problemas cardiovasculares. Se as terapias aplicadas pela primeira linha de atendimento com o médico generalista (clínico-geral) não apresentarem melhora clínica, um urologista deve ser procurado.

Alimentos que se dizem afrodisíacos funcionam mesmo?

Não há provas científicas de que alimentos como amendoim, anis, pimenta, figo e gengibre, entre outros, estimulem a ereção. O que acontece é que alguns alimentos dão a sensação de bem-estar ao homem e isso estimula os desejos sexuais.

Leia também: o que é remédio para ereção

Qual o papel da parceira no tratamento de DE?

A parceira pode ajudar criando uma atmosfera descontraída, sem pressão. Também é recomendável que ela participe das sessões de terapia e estar bem informada dos tratamentos clínicos e terapêuticos.

Como ocorre a ereção peniana e como ela se mantém?

A ereção peniana ocorre pela integração dos sistemas nervoso central e periférico, do sistema vascular e da integridade dos tecidos que compõem o órgão, como também modulação hormonal, principalmente da testosterona. O fluxo arterial nutre os tecidos e com a liberação de substância que fazem a contração das fibras musculares. Durante a ereção, o mecanismo veno-oclusivo mantém a circulação e a pressão do sangue constante.

O que pode ajudar a mulher a chegar lá

Conhecer um ao outro melhor para acessar o prazer

” Nós muitas vezes esquecem que o elemento fundamental de prazer baseada em um melhor conhecimento do corpo e seus desejos “, diz Marie-Hélène. Na verdade, existem ainda um monte de tabus sobre o corpo, em vez de prazer … Poucas mulheres, por exemplo, se atrevem a ver o seu sexo , muito menos tocá-lo com uma ponta de curiosidade para este objeto concurso de desejo, cobiçado por homens. 
Sua recomendação: explorar o próprio espaço de prazer, muito antes de ler tudo que um homem gostaria que ele fizesse. Não é tão complicado, basta dar tempo de se encontrar consigo mesmo, como compromissos. A ideia não é tanto ter orgasmos apenas para se conectar com seus sentimentos. Explorar, ousar tocar-se, acariciar-se, descobrir os portões do próprio prazer pela masturbação, que pode ser aprendido, sozinho, também como casal!

E se você é mulher e vem sofrendo com problemas para chegar ao orgasmo nós aqui do blog te indicamos o produto Tá tarada. Ele esta mudando a vida de muitas mulheres pelo Brasil.

Controle de liberação

Desistir é a palavra chave. No momento em que a administração domina, a das emoções, o nascimento, o casal … se apenas tentássemos deixar o controle. Não é tão simples, claro. Todos ocupados organizando mais do que sentindo, nós acumulamos a pressão e as tensões que vêm com ele. ” Resultado, nosso corpo lutou e às vezes até cortou seu momento vital ” , diz o psicoterapeuta, modificando nossas disposições orgásticas. 
Para acessar esse corpo, várias trilhas são possíveis. Massagens, é claro, sejam relaxantes ou terapêuticas, permitem o acesso a um estado de relaxamento. A respiração também pode nos ajudar … “Se retomou o controle da cabeça e conscientemente respirar tranquilamente com seu parceiro durante a troca sexual para retornar ao corpo mais facilmente “, sugere Marie-Hélène. Finalmente, todas as atividades físicas, cujo principal objectivo a circular energia, participa nela Yoga , qi kong , dança … A ideia é se mover para dar controle ao corpo, que conhece o caminho.

A dificuldade vem da nossa infância. ” Se pequeno, você ensinou-nos a reprimir nossos impulsos, e de desqualificar alguma relação com o prazer com o corpo, é provável que exista um adulto, a mensagem continua ” decifra o psicoterapeuta. Outro obstáculo notável são os julgamentos que fazemos constantemente a nosso respeito. ” Muitas mulheres ainda são prejudicadas por sua imagem, que não parece atender aos padrões da mídia, a maioria absorve essas imagens e tenta se adaptar a uma norma que é apenas imaginativa. A “adaptação excessiva” repercute instantaneamente no ato sexual e influencia fortemente nossa capacidade natural de diversão ” , diz Marie-Hélène Sourd.

Bem-vindo o seu parceiro

Outro elemento fundamental do nosso acesso ao prazer: a alteridade. Para acolher o outro, seu amor, seu amante, seu sexo e seu desejo abrem o caminho para um prazer mais forte, porque compartilham e acrescentam um suplemento de alma. A recepção não é apenas um ato, é um estado de espírito, um ponto de referência para a feminilidade: ” Afinal, não são os nossos órgãos na forma de recipientes, copos, prontos para ir?” para conhecer o outro … “, lembra Marie-Hélène Sourd. Bem-vindo um cheiro, a visão de suas costas, sem necessariamente querer imediatamente “consumir” ou imediatamente alcançar alturas em êxtase!

Além da excitação, a recepção supõe uma forma de lentidão, uma disponibilidade para ser surpreendida pelo outro, e ser movida. É fundamental que as mulheres deixem esta corrida ao orgasmo e iniciem uma nova revolução sexual onde colocamos o parceiro e o amor que levamos.

Ejaculação precoce: o que é, causas, tratamentos caseiros e como evitar

Ejaculação precoce: o que é, causas, tratamentos caseiros e como evitar

A ejaculação precoce ocorre quando um homem tem um orgasmo mais cedo do que o esperado durante a relação sexual. Se isso acontecer uma ou outra vez, não há motivo para preocupação. Mas se esse for um problema recorrente, é importante procurar um médico.

De acordo com a Sociedade Internacional de Medicina Sexual, a ejaculação precoce corresponde à ejaculação que, sempre ou quase sempre, ocorre antes de 1 minuto da penetração vaginal ou que tenha tido uma redução significativa e incômoda no tempo para ejacular, muitas vezes para cerca de três minutos ou menos.

Se for o seu caso, não se preocupe: ejaculação precoce é um problema relativamente comum. Estimativas mostram que um em cada três homens apresentam essa condição.

Tipos
O tema (como todos que envolvem a sexualidade) é bem amplo e por isso, existem diferentes classificações para a ejaculação precoce.

Primária: quando desde o início da vida sexual o homem convive com impossibilidade de prolongar o coito
Secundária: Quando surge na vida do indivíduo que controlava bem
Situacional: No caso de só ocorrer em determinada situação, por exemplo, com uma parceira específica
Variável: ocasionalmente experimenta uma ejaculação precoce. Não é um problema, mas uma variação do tempo de ejaculação do homem
Ejaculação precoce subjetiva: onde existe um tempo de controle acima do limite de dois minutos, mas o paciente tem muita insatisfação com a duração do coito.
O emprego de outras técnicas como exercícios perineais desempenha sempre um papel complementar à terapia básica e pode ser muito útil na medida em que reforça a percepção do indivíduo quanto às estruturas desta região.

Causas
A causa exata da ejaculação precoce ainda é desconhecida, mas os médicos acreditam que fatores psicológicos e biológicos estejam envolvidos nos motivos que levam à ocorrência desse problema.

Alguns fatores psicológicos que parecem estar envolvidos na ejaculação precoce são:

Disfunção erétil
Ansiedade
Problemas de relacionamento
O uso de alguns medicamentos, como psicotrópicos, pode causar ejaculação precoce.
Já os fatores biológicos que podem ser relacionados ao problema são:

Níveis hormonais acima do normal
Níveis de neurotransmissores acima do normal
Atividade anormal do sistema ejaculatório
Distúrbios da tireoide
Inflamação ou infecção na próstata e na uretra
Fatores genéticos
Danos no sistema nervoso causados por experiências traumáticas ou cirurgias.
Fatores de risco
Alguns fatores podem facilitar a ocorrência de ejaculação precoce, veja:

Disfunção erétil: problemas em ter ou manter uma ereção, bem como o medo de perder uma ereção, podem levar o homem a ejacular antes do tempo
Estresse: instabilidade emocional ou mental limitam a habilidade de concentração e relaxamento, podendo levar à ocorrência desse problema. Problemas de saúde, como doenças cardíacas, podem aumentar a ansiedade durante a relação sexual e causar a ejaculação precoce.
Sintomas
Sintomas de Ejaculação precoce
O primeiro sintoma de ejaculação precoce é quando a ejaculação acontece antes do esperado. No entanto, esse problema pode acontecer em qualquer situação sexual, inclusive durante a masturbação.

Os médicos costumam classificar a ejaculação precoce em duas categorias: primária e secundária. A ejaculação precoce primária é caracterizada por problemas identificados durante toda a vida do paciente. Veja:

Dificuldade de segurar uma ereção com menos de um minuto de penetração
Inabilidade de retardar a ereção durante o ato sexual
Estresse, frustração e o ato de evitar intimidade sexual com o parceiro.
Saiba mais: Sete cuidados para evitar a disfunção erétil
Já na ejaculação precoce secundária, o homem manifesta exatamente os mesmos sintomas da ejaculação primária, com a diferença de que os sintomas nem sempre fizeram parte de sua vida sexual. Homens que apresentam esse tipo de ejaculação precoce mantinham relações sexuais satisfatórias no passado e manifestaram o problema por algum motivo.

Buscando ajuda médica
Converse com seu médico se você ejacular mais cedo do que você deseja durante a maioria dos encontros sexuais. É comum os homens se sentirem envergonhados em discutir questões de saúde sexual, mas não deixe que isso o impeça de conversar com seu médico. A ejaculação precoce é um problema comum e tratável.

Se a ejaculação acontecer antes do esperado uma ou outra vez, não há motivo para preocupação. Mas se este for um problema recorrente, talvez seja a hora de procurar por ajuda médica. Não tenha vergonha de admitir o problema. O quanto antes der início ao tratamento, mais rápido você se livrará dele.

Diagnóstico e Exames
Na consulta médica
Se a ejaculação acontecer antes do esperado uma ou outra vez, não há motivo para preocupação. Mas se este for um problema recorrente, talvez seja a hora de procurar por ajuda médica. Não tenha vergonha de admitir o problema. O quanto antes der início ao tratamento, mais rápido você se livrará dele.

Clínico geral
Urologista.
Especialistas que podem diagnosticar a ejaculação precoce são:

Saiba mais: Técnicas para controlar a ejaculação funcionam quando bem orientadas
Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade.
O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

Com que frequência você tem ejaculação precoce?
Quando você experimentou a ejaculação precoce pela primeira vez?
Você tem ejaculação precoce apenas com um parceiro ou todos os parceiros?
Você experimenta a ejaculação precoce quando se masturba?
Você tem ejaculação precoce toda vez que faz sexo?
Com que frequência você faz sexo?
Quanto você está incomodado com a ejaculação precoce?
Quanto seu parceiro está incomodado com a ejaculação precoce?
Quão satisfeito você está com seu relacionamento atual?
Você também está tendo problemas em obter e manter uma ereção (disfunção erétil)?
Você toma medicamentos prescritos?
Você usa drogas recreativas?
Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar. Para ejaculação precoce, algumas perguntas básicas incluem:

O que pode estar causando minha ejaculação precoce?
Quais testes você recomenda?
Qual abordagem de tratamento você recomenda?
Quanto tempo depois de iniciar o tratamento posso esperar a melhora?
Estou em risco de ter esse problema recorrente?
Existe uma alternativa genérica ao medicamento que você está prescrevendo?
Não hesite em fazer outras perguntas, caso elas ocorram no momento da consulta.

Diagnóstico de Ejaculação precoce
A conversa com o médico basta para ele realizar o diagnóstico, juntamente com um exame físico completo e uma conversa um pouco mais aprofundada sobre histórico de saúde.

Se o paciente apresentar ejaculação precoce e, ao mesmo tempo, problemas em manter uma ereção, o médico poderá solicitar alguns exames de sangue para checar os níveis de testosterona na corrente sanguínea.

Tratamento e Cuidados
Tratamento de Ejaculação precoce
Entre os tratamentos disponíveis, existem a terapia sexual, o uso de alguns medicamentos e psicoterapia. Para alguns casos, a combinação desses tratamentos pode funcionar melhor.

Terapia sexual
Neste caso, algumas medidas simples bastam, como masturbar-se uma ou duas horas antes da relação sexual para retardar a ereção durante o ato. Evitar a penetração por um tempo e a descoberta de novas fontes de prazer sexual também pode ser uma saída para tirar a pressão da penetração.

Técnica do aperto
A técnica do aperto consiste em estimular sexualmente o homem até que ele reconheça que está quase ejaculando. Nesse momento, aperta-se suavemente a parte final do pênis (onde a glande se encontra com o eixo) por vários segundos. Pare a estimulação sexual por cerca de 30 segundos e comece novamente. A pessoa ou o casal pode repetir esse padrão até que o homem queira ejacular. Na última vez, continue a estimulação até que o homem atinja finalmente o orgasmo.

Método “parar e começar”
O método “parar e começar” é praticamente idêntico à técnica do aperto. Esse método consiste em estimular sexualmente o homem até que ele sinta que está quase atingindo o orgasmo. Pare a estimulação por cerca de 30 segundos e comece novamente. Repita esse padrão até que o homem queira ejacular. Na última vez, continue a estimulação até que o homem atinja o orgasmo.

Disfunção erétil: tratamentos

Medicamentos
Antidepressivos podem ser úteis porque um de seus efeitos colaterais é prolongar o tempo necessário para chegar à ejaculação. No entanto, esses medicamentos devem ser receitados por especialistas, como urologistas ou psiquiatras.

Você também pode aplicar uma pomada anestésica local no pênis para reduzir o estímulo. A diminuição da sensibilidade no pênis pode retardar a ejaculação. Usar preservativos também pode ter esse efeito em alguns homens.

Se as técnicas de distração causarem dificuldades para manter a ereção, os medicamentos usados para a disfunção erétil podem ajudar.

Procure ajuda médica
Conversar com um profissional sobre o problema também pode ajudar. Algumas sessões de terapia podem ajudar o paciente a reduzir a ansiedade e a encontrar métodos eficientes de evitar o estresse e contornar problemas. Se esses fatores forem solucionados, a atividade sexual do indivíduo pode melhor significativamente.

Exercícios para tratar a ejaculação precoce em casa
Existem alguns exercícios que podem ajudar o homem a controlar melhor sua ereção. Consistem basicamente em treinar a interrupção do estímulo sexual antes de ejacular.

Técnica “Comece e Pare”: em que é feita retirada do pênis da vagina durante alguns minutos e depois reintroduzi-lo
Técnica do aperto: em que é feita uma pressão na glande, que além de interromper a excitação sexual chegaria a reduzir a rigidez peniana.
A ansiedade é a regra quando estamos lidando com ejaculadores rápidos, qualquer tipo de atividade que consiga gerar relaxamento é válida. Muitos profissionais recomendam, junto com a terapia básica, ioga, acupuntura, pilates, aulas de música, pintura e outras atividades que afastem o indivíduo da rotina e do estresse cotidianos. Todavia a ressalva é a mesma mencionada anteriormente: não como terapia única!

Por isso, a base do tratamento da ejaculação precoce está no apoio psicológico, medicação que age no cérebro onde ficam os núcleos de controle da ejaculação e medidas para reduzir a origem dos estímulos excitatórios no pênis

Medicamentos para Ejaculação precoce
Os medicamentos mais usados para o tratamento de ejaculação precoce são:

Anafranil
Clomipramina
Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Remédios caseiros para ejaculação precoce
A ereção ocorre, basicamente, devido o direcionamento do sangue para o pênis, o que preenche seus corpos cavernosos e dá suporte para o órgão ficar ereto. Por isso, acredita-se que alimentos que estimulem a circulação possam ajudar em casos de ejaculação precoce. No entanto, como o problema é multifatorial, não são garantidos.

Alho: O alho tem diversas propriedades interessantes para a saúde, inclusive a sexual. “Ele tem ação anti-inflamatória, antibacteriana, anticoagulante e se atribui a ele também propriedades afrodisíacas. Sua ação anticoagulante melhora a circulação sanguínea o que pode se refletir na ereção”, considera a nutróloga Andreia Guarnieri
Bebida de açafrão, gengibre e leite: O leite serve mais como base para essa mistura, mas as duas especiarias têm funções que justificam serem apontadas como remédios caseiros para ejaculação precoce. O açafrão tem grande prestígio como estimulante sexual nos países do Oriente, pois tem efeito vasodilatador, além de supostamente promover aumento da sensibilidade da região genital. Já o gengibre também favorece a circulação do corpo, ajudando também a melhorar a qualidade das ereções
Banhos de assento com alecrim: O relaxamento é fundamental para quem sofre de ejaculação precoce, por isso a nutróloga Andreia acredita que os banhos de assento com alecrim podem ser um bom tratamento caseiro. O alecrim é conhecido como revigorante e banhos de assento com alecrim fresco ajudam a ‘sedar’ os órgãos genitais e promovem relaxamento físico e mental.
Convivendo (prognóstico)
Ejaculação precoce tem cura?
Tente essas técnicas durante as relações sexuais. Seguir à risca as orientações médicas e praticar os métodos aprendidos são a melhor saída para problemas de ejaculação precoce.

A ejaculação precoce crônica pode ser um sinal de ansiedade ou depressão. Um psiquiatra ou psicólogo pode ajudar a tratar esses problemas.

Complicações possíveis
Apesar de a ejaculação precoce não causar problemas mais sérios à saúde, podem levar a complicações na vida pessoal do paciente, como dificuldades em relacionamentos, geralmente relacionadas ao estresse causado pelo problema. Além disso, ejaculação precoce pode causar problemas também de fertilidade.

Convivendo/ Prognóstico
Duas técnicas são normalmente utilizadas para tratar a ejaculação precoce. Elas também ajudam a reduzir a ansiedade, que muitas vezes agrava o problema. Cada técnica treina o homem a experimentar altos níveis de excitação, sem ejacular. Ambos envolvem a estimulação do pênis até que o homem sente que irá ejacular em breve.

Na técnica parar-e-começar, a estimulação é interrompida. Com a técnica de aperto, o homem ou sua parceira aperta por 10 a 20 segundos a parte do pênis onde a cabeça (glande) se encontra com o eixo, evitando a ejaculação e diminuindo a força da ereção. Em ambas as técnicas, a estimulação pode retomar após cerca de 30 segundos. Com a prática, mais de 95% dos homens aprendem a retardar a ejaculação entre 5 e 10 minutos ou mais.

Leia também: Aumento peniano metodos

Perguntas frequentes
Homens circuncidados têm menos ejaculação precoce?
R: A circuncisão não tem relação com a ejaculação precoce.

Usar preservativo ajuda a evitar a ejaculação precoce?
R: O preservativo pode auxiliar no tratamento, pois ele pode diminuir a sensibilidade e retardar a ejaculação. Além disso, há preservativos com medicações que diminuem a sensibilidade e levam a efeito retardante da ejaculação.

É normal ejacular mais rápido depois de muitos dias sem transar?
Existe um estudo que correlacionou a frequência sexual e a ejaculação. E o resultado foi que o tempo de abstinência pode influenciar no controle da ejaculação, sim.

Prevenção
Prevenção
Uma comunicação aberta entre os parceiros pode ajudar a reduzir os riscos de ejaculação precoce, embora não exista uma forma exata de se prevenir o problema.

Como superar os problemas sexuais mais comuns

Diminuição da libido, disfunção erétil, bloqueios psicológicos … Dificuldades podem rapidamente se transformar em conflito em um casal. Com a ajuda de sexólogos, aqui estão vinte dicas para encontrar prazer e harmonia sob o edredom.

O desejo é essencial para uma sexualidade satisfatória, mas nem sempre é fácil preservá-la em face de mal-entendidos rotineiros que se resolvem ou da doença.

Nós não temos tempo para fazer amor

Com semanas exaustivas, para correr entre o trabalho, as crianças e as tarefas domésticas, não há muito espaço para a ninharia.

Conheça o produto que se diz o Destruidor de Ejaculação Precoce.

O conselho de nossos sexólogos

  • “O casal é uma entidade em si que deve viver para si na família”, diz Joelle Mignot. Então, (dica nº 1) por que não tomar conta e reservar uma festa ou um fim de semana para dois?
  • Você também pode desligar a TV e ir para a cama mais cedo (Dica # 2) para verificar se os sentidos ainda estão acordados.
  • Se o cansaço é demais, Carlotta Munier oferece “estrela do mar” (dica nº 3): um se deixa acariciar pelo outro, sem se mexer. “Não significa ser passivo, mas sentir aquele carinho, sem colocar outros desafios. Também pode haver uma penetração, na colher, deitada de lado. E se adormecermos, isso também é bom. “

Ele (ou ela) mais vezes quer fazer amor do que eu

Para Carlotta Munier, “querer fazer amor sistematicamente ao mesmo tempo é uma ilusão”. Nem sempre é fácil encontrar o negócio certo.

O conselho de nossos sexólogos

  • Para despertar o desejo, você tem que ser capaz de apresentar seus argumentos: seduzir, empacotar, sonhar (dica n ° 4).
  • Mas se o arrulho não têm nenhum efeito, Carlotta Munier convida todos a questionar (Dica # 5): “Se este é o homem que mais quero fazer amor que a mulher, agit- é um desejo real de compartilhar ou uma simples necessidade de relaxamento e satisfação rápida? “

De sua parte, Madame tem o direito de dizer não. Não muito frequentemente … Ou, cabe a ela perguntar a si mesma: ela foge do sexo? Por outro lado, alguns se sentem obrigados a responder a todos os pedidos, com relutância: “Mas, neste caso, eles correm o risco de se tornarem amargos e, a longo prazo, de pagar o outro”, diz Carlotta Munier.

Com o tempo, nossa relação se espalhou

Ao longo dos anos, até os casais mais íntimos estão à procura de roupas. Para evitar ficar entediado, é necessário um mínimo de vigilância.

O conselho de nossos sexólogos

  • Carlotta Munier sugere “erotizar o cotidiano” (dica nº 6), que começa com coisas simples como “aproveite o tempo para tocar um ao outro, para sentir o cheiro do outro”. Dormindo nu! E comece a beijar novamente a boca cheia, o beijo sendo um verdadeiro começo de desejo.
  • E para reacender a chama: lugar para a imaginação! (dica # 7) “Quando o desejo é entorpecido, ele precisa de surpresa e imprevisibilidade. Por que não inventar cenários, dar a si mesmo um horário de cinco a sete, brincar com sextoys, ler livros eróticos juntos? “ Ainda propõe o sexólogo.

Se a abstinência vem acontecendo há muito tempo, considere a ajuda de um terapeuta. “Quando um casal me consulta para este tipo de problema, tento ver o que resta da sua privacidade. Eu tento mostrar a eles que eles esqueceram uma parte inteira de suas vidas e que essa vida é essencial para eles ”, explica Joëlle Mignot. A partir daí, todos falam sobre o que ele gosta na sexualidade, os gestos que o fizeram feliz, tantas molas positivas em que o casal poderá confiar para reviver a máquina (sexo) (dica 8).

Desde a sua infidelidade, estou preso

Ter sido enganado afeta profundamente a confiança no outro. Pegar as peças é sempre difícil.

O conselho de nossos sexólogos 

  • Depois do adultério, a sexualidade não está necessariamente paralisada. “Às vezes a rivalidade pode reviver o desejo na pessoa que foi enganada, no desejo de reconquistar e mostrar que ela é a pessoa certa”, diz Carlotta Munier. Ela aconselha, acima de tudo, a ser ajudada por um casal terapeuta, porque o sofrimento é muitas vezes intenso.

Dieta da Mimis: como eu eliminei 33kg de forma saudável 2262

Dieta da Mimis: como eu eliminei 33kg de forma saudável 2262

Como eu falei lá do comecinho do blog (ler AQUI e AQUI), alguns processos me ajudaram muito na busca do meu objetivo de emagrecer. Foram eles: a reeducação alimentar, os exercícios, a psicoterapia e a homeopatia.

Hoje vou falar mais especificamente sobre a minha dieta de emagrecimento, que durou 10 meses e onde eliminei 33 quilos.

Eu já me considerava expert em dietas, pois vivi o efeito sanfona a vida inteira (ler AQUI e AQUI) e já tinha emagrecido e engordado muitas vezes na minha vida. Então, quando decidi emagrecer, achei que faria sozinha, pelo menos no começo, pois me achava capaz.

Mas, na primeira consulta com a homeopata (ver nesse POST), resolvi experimentar uma nutricionista nova da clínica. Ela trabalhava com nutrição funcional e apesar de ter me ensinado várias coisas legais (o pão que uso até hoje foi dica super dela), eu não me encaixei nas teorias de corte de lactose e glúten, visto que eu não tenho e nunca tive intolerância a eles. Achava que o gordinho já precisa se privar de tanta coisa na dieta, e retirar leite e derivados (e o meu amado iogurte), bem como os pães e etc seria demais sacrificante para mim.

Então resolvi retornar a uma nutricionista que eu já conhecia de outras vidas, quer dizer, dietas. E embora eu já estivesse em dieta por conta própria (e bem certinha, por sinal), acreditei que ter um profissional apoiando e recomendando variações e corrigindo os erros seria mais fácil, já que a jornada iria ser longa.

Um bom nutricionista avalia não só seu peso e altura. Ele avalia seu dia a dia. Que horas você acorda, trabalha, faz as refeições e dorme. Assim, ele pode montar seu cardápio de acordo com sua necessidade para alcançar os melhores resultados.

Meu dia a dia na semana era tranquilo. Eu passava a semana sozinha e fazia as principais refeições em casa e os lanches fora. Fácil. Mas eu tinha uma complicação. Viajava bastante e nos finais de semana o maridão (que é daqueles magros de dar raiva, sabe? come come come e não engorda?) estava em casa. Esses eram portanto, os meus maiores desafios: viagens e finais de semana.

Optamos por fazer o seguinte: restringir bastante a dieta durante os dias de semana e fazer alguns extras no final de semana ou viagens. E foi assim que funcionou para mim.

Nos dias de semana eu fazia cerca de 6 refeições/dia, que eram: café da manhã, lanche 1, almoço, lanche 2, lanche 3, jantar. Nunca tive fome na ceia, então não comia nada antes de dormir.

E nos finais de semana eu variava um pouco, pois acordava mais tarde e almoçava mais tarde também.

Minha dieta era baseada em alimentos saudáveis, dando preferência para pães e arroz integrais, grãos, cereais, frutas, vegetais, legumes, carnes magras e iogurtes (receita AQUI) e queijo magro.

Durante a semana, as calorias eram poucas, visto que eu praticava muito exercício. Acredito que eram cerca de 1200 dia. Atenção! As calorias devem ser calculadas conforme a sua necessidade.

E nos finais de semana eu tinha uma folguinha: 2 extras. Eu tinha direito a uma refeição saudável (permitida na dieta) sem controle de quantidade. E outra opção a escolher: 2 doses de álcool ou 1 prato livre em alimentos ou 1 doce. Esse segundo extra, me dava folga para aproveitar nas viagens e/ou ir a algum restaurante.

Então durante a semana era mais ou menos assim:

Café: 2 fatias de pão integral com queijo ou peru e uma fruta ou suco pouco calórico.

Pão torrado com peito de peru

Lanche 1 e 2: frutas, barrinhas de cereais, iogurte, ou qualquer coisa saudável que não ultrapassasse 100 calorias.

Almoço: 1 porção de carne magra (150g de frango, 100 de carne vermelha ou 180 de peixe branco) + legumes + vegetais a vontade + 1 porção de carboidrato, de preferência integral (3 colheres de arroz, massa, batata, polenta). * Lembrem-se que toda a minha culinária é feita sem óleo, o que diminui bastante as calorias da dieta.

Ah! Eu gostava muito de comer os legumes e a salada enquanto preparava o prato principal. Ainda faço isso até hoje e essa técnica diminui a fome e a ansiedade na hora da refeição. Ou então, fazer uma receita apenas e encher de legumes para aumentar o prato, como esse risoto de Frango . Sim, sou gulosa 🙂

Leia também: Fit Mzt anvisa

Frango xadrez

O lanche 3 variava um pouco. Podia ser um sanduiche leve (como ESTE).

Sanduíche de atum

Ou iogurte e frutas (receita AQUI) E às vezes ele me deixava sem fome para jantar.

Salada de Frutas

Jantar: repeteco do almoço ou legumes, vegetais e 1 porção de carne magra. Outra opção eram os sanduíches (ver AQUI) ou wraps ou pizzas de pão sírio (sem queijo). Algumas épocas eu jantava apenas proteínas e legumes a noite, outras épocas podia repetir a dose do almoço e o lanchinho 3 era menor. Essas variações de calorias na dieta são importantes para o metabolismo não baixar demais e você não entrar no efeito platô.

Sanduiche de Frango e cottage

Ceia: uma fruta ou iogurte que eu raramente comia.

Portanto se contabilizarmos as calorias, eram distribuídas aproximadamente assim:

Café: 200 cal

Lanche 1: 100 cal

Almoço: 350 a 400 cal

Lanche 2: 100 cal

Lanche 3: 150 cal

Jantar: 250 a 300 cal

O grande diferencial e sucesso da minha dieta, foi a minha criatividade na cozinha. Sabendo quais alimentos era importantes para mim, eu criava várias receitas (ver AQUI) no dia a dia. Essa receitas eu compartilho com vocês aqui no blog, no instagram @blogdamimis e na fanpage. Aproveitem!

E quanto aos suplementos, eu começei a tomar whey protein somente da metade do processo em diante, pois praticava muito exercício e a nutri achou melhor suplementar. Então eu tomava como substituto de um lanche, pós academia. E caseína foi somente depois que já tinha emagrecido tudo que queria e comecei a dieta de hipertrofia. Você pode ler mais AQUI.

E nos finais de semana eu mantinha o mesmo e tinha meus 2 extras, como citei. Importante frisar: fazia chuva ou sol lá estava eu praticando atividade física, todos os dias da semana, como você pode ler AQUI.

E meus extras? Ahhh! Eram bem aproveitados! Maridão sempre deixava eu escolher o que eu queria de especial. Podia ser uma massa com filé, ou um risoto de camarão no capricho. Gostava também de tomar minha tacinha de vinho tinto. Outra coisa que fazíamos muito eram churrascos e então desenvolvi uma técnica para não extrapolar (veja AQUI). Até feijoada entrava no cardápio (AQUI).

Leia também: Phytophen bula

E foi assim, desenvolvendo meus conhecimentos culinários em prol da dieta, que alcancei meus objetivos. Afinal, a gente também come com os olhos, né? E mais, se não variarmos a dieta, a chance de abandonar tudo é grande.

Ah! E atualmente, quando viajo ou saio de férias e minha alimentação muda um pouco, eu volto mais inchadinha, e aí faço essa dieta de ataque que postei AQUI.

Aqui no blog posto todas as minhas receitas, espie AQUI e divirta-se se alimentando com prazer e saúde.

Hoje eu faço a minha dieta sozinha, pois aprendi muito em todo esse processo. Mas super indico o trabalho desses profissionais tão importantes, que são os nutricionistas, para um trabalho sério e resultados efetivos.

Quero que vocês assistam esse vídeo AQUI onde conto um pouco da minha história e mostro minhas fotos de antes e depois.

Como eu sempre falo, não há fórmula mágica. Há dedicação, determinação, persistência e foco. Esses são os segredos para chegar no seu objetivo. Bora encarar?

Leia também: Kifina Anvisa

Dores nas articulações são importantes

O que é dor nas articulações?

dor nas articulações é a dor associada com deficiência de qualquer componente da articulação: cartilagem (tecido escorregadio que cobre os ossos da articulação), o osso sob a cartilagem ( “osso subcondral”) , cápsula articular (membrana que envolve o conjunto), a membrana sinovial (forro que reveste o interior da cápsula e que segrega o “fluido sinovial”), o tipo de estruturas de “menisco” em certas articulações e dos ligamentos que conecte os músculos aos ossos.
Em geral, a dor nas articulações é despertada para movimentos, incluindo “movimentos passivos” (sem contração muscular) e leve movimentação da articulação. A dor pode até limitar esse movimento passivo em alguns casos (fratura, osteíte). Devemos, portanto, ter cuidado para que os músculos fiquem completamente relaxados para eliminar qualquer despertar da dor muscular ou tendínea durante a contração reflexa dos músculos.
Diferentes processos podem afetar essas estruturas articulares, como trauma articular, inflamação ou infecção da articulação (artrite infecciosa), que é uma causa temida de dor nas articulações. Mas a dor é geralmente devido a inflamação da membrana sinovial, como parte de uma artrite inflamatória ou outra doença auto-imune, a deposição intra-articular de microcristais que provoca artrite aguda de “corpo estranho” (a gota e pseudogota), um ataque cardíaco do osso ( “osteonecrose”) localizado sob a cartilagem (ossos “subcondral”) e, especialmente, com osteoartrite, as causas são múltiplas (envelhecimento é um fator que favorece) e é provavelmente a causa mais comum de dor articular em idosos.

Quais são as dores articulares?

Diferentes processos podem afetar os componentes de uma articulação e causar dor nas articulações. 
• Após um trauma , a dor de uma articulação é mais frequentemente devido a uma entorse ou a uma ruptura do ligamento , mas também pode ser devido a uma ”  fratura articular “, isto é, uma fratura que afeta as articulações.  superfícies de deslizamento das partes ósseas da junta e que compromete o futuro desta junta. 
Em alguns casos, é uma simples contusão da cartilagem ligada a um choque direto, mas essa contusão pode estar secundariamente na origem de uma “condropatia”, que pode formar o leito da osteoartrite.
O conselho imediato de um médico é essencial, assim como o interesse de uma exploração radiológica. 
• No contexto de infecção , ferida infectada ou febre, é essencial pensar em uma infecção da articulação . Esta infecção conjunta é ligado ou a uma bactéria(estreptocócica artrite bacteriana ou estafilococos basicamente) ou um vírus (artrite virai com o vírus da gripe, vírus da hepatite A ou parvovírus B19 Chikungunya).
artrite bacteriana é uma emergência médica, que vai isolar o organismo causador, geralmente por meio de uma punção da articulação, em seguida lavar e segure o conjunto com a prescrição de um tratamento antibiótico adequado. 
• Um quadro muito semelhante de artrite infecciosa é o da artrite com microcristais , dos quais a gota é o representante mais conhecido. A folga e muito inflamatória das articulações está relacionada com um depósito das “micro-cristais de ácido úrico” na junta, no caso de “hiperuricémia”. A gota é uma condição familiar ligada à falta de eliminação do ácido úrico e pode afetar homens e mulheres no meio da vida. 

Resolva as suas dores tomando Regenemax.

Mas no assunto mais velho, há uma “pseudo-gota” ou ”  chondrocalcinosis aguda  “, que está ligado a ela para a presença de cristais de “pirofosfato de cálcio” na articulação. Os cristais são encontrados no líquido articular coletada durante a aspiração e radiografias dos punhos, joelhos e quadris revelam imagens de “calcificação” de cartilagem articular e meniscos conjunta. 
• O reumatismo inflamatório resulta em dor inflamatória , isto é, noturna e acorda o paciente na segunda parte da noite com um farfalhar precoce nas articulações. Existem muitos tipos e é a distribuição de danos nas articulações que levam à artrite reumatóide, que afeta preferencialmente pequenas articulações das mãos e dos pés, ou a outros reumatismos, como a espondiloartrite , que afeta articulações mais proximais dos membros e da coluna. A artrite psoriática, no entanto, afeta tanto as pequenas articulações distais das mãos (interfalangeana distal) quanto a coluna vertebral. 
• Em determinadas circunstâncias, após trauma ou cirurgia, mas às vezes sem razão (especialmente em diabéticos), pode aparecer dor misturada com uma junta e seu ambiente, com dia e noite dor aumentou com o esforço e com um simples toque. Pode ser uma “Síndrome da Dor Regional Complexa”, anteriormente denominada ” algoneurodistrofia  “. É uma perturbação do sistema nervoso que normalmente e inconscientemente controla as várias adaptações necessárias da circulação sanguínea e linfática na vida cotidiana. 
• Raramente, um tumor ósseo ou metástase óssea pode resultar em dor nas articulações, especialmente se estiver localizada em contato com a articulação. 
Em alguns casos, pode ser uma ”  síndrome paraneoplásica  “, ou seja, um tumor localizado a uma distância da articulação secreta substâncias que causam edema inflamatório e principalmente dor na mão. 
• Finalmente, algumas drogas pode causar dor nas articulações. Este é o caso dos anti-aromatases, no câncer de mama e, mais raramente, nas drogas contra o colesterol (estatinas). 
• Quando a dor é significativamente agravada pelo esforço e aliviada pelo repouso, é uma dor “mecânico” que normalmente corresponde a osteoartrite , após trauma em pacientes jovens ou origem familiar no sujeito idoso. 
Em indivíduos jovens, de fato, osteoartrite não é incomum e pode estar relacionada com dano da cartilagem após um impacto direto (condral pós-traumático) ou lesão de um menisco no joelho.
Deve ser notado que durante ataques inflamatórios, a dor da osteoartrite pode se tornar mais matinal ou mesmo noturna, mas geralmente, o agravamento da dor com o esforço é o caráter mais óbvio. 
• Mais anedótica é a artrite de corpo estranho , por exemplo, após picada de ouriço-do-mar ou picada de uma espinha de planta. No entanto, é necessário procurá-los sistematicamente no caso de monoartrite, pois somente a remoção do corpo estranho permitirá o desaparecimento da reação inflamatória ao corpo estranho que causa a artrite inflamatória.

Você sabe quais os cuidados necessários na hora de fazer clareamento dental?

Você sabe quais os cuidados necessários na hora de fazer clareamento dental?

O que muitas pessoas não sabem é que antes de fazer o clareamento, seja em casa ou no consultório, é preciso passar por uma avaliação completa da saúde da boca. O presidente da Academia Brasileira de Odontologia Estética, Carlos Loureiro Neto (CROSP 29722), alerta: “Caso o paciente resolva aplicar algo em si sem o aval do profissional, ele pode sofrer vários danos, desde uma desarmonia na coloração dos dentes, principalmente se a pessoa possui restaurações, pois elas não clareiam como os dentes, até problemas gengivais e dentários”.

Em casa ou no consultório?

Há três formas de fazer o clareamento odontológico. A mais comum é a realizada em casa, quando o paciente é orientado pelo dentista a usar uma moldeira feita sob medida com um gel clareador. Essa modalidade de tratamento pode ser feita de duas formas: por um tempo determinado durante o dia ou a noite, ou enquanto a pessoa dorme. Outra opção é o clareamento realizado em consultório. Nesse tipo de procedimento, o gel utilizado tem uma concentração maior e deve ser manuseado apenas por profissionais. As sessões são feitas a cada quatro ou cinco dias.

Também é possível combinar as duas técnicas: utilizar a moldeira em casa e ir ao consultório para a aplicação de géis mais fortes, o que acelera a obtenção de resultados. “A tendência é usar géis menos concentrados, que são os utilizados para o clareamento doméstico. É importante advertir que a ciência não recomenda o uso de fontes de calor, como luzes ou lasers para o clareamento”, afirma Carlos Loureiro.

Nem todos podem fazer clareamento. O procedimento é contraindicado para pessoas que fizeram quimioterapia e radioterapia há pouco tempo, menores de 18 anos, grávidas e lactantes. Também não é indicado para quem tem xerostomia (boca seca). É possível fazer o clareamento uma vez por ano com gel de concentração menor, apenas para estabilizar a cor. O que não se pode fazer é usar os clareadores todo mês.

De acordo com o dentista, o gel utilizado no tratamento caseiro possui propriedades que agem de forma mais estável nas partículas que dão cor aos dentes, por isso ele é o mais indicado. Estimar o tempo do tratamento é difícil, pois o resultado depende também do metabolismo de cada pessoa. “É importante que o paciente tenha uma excelente higiene bucal sempre, mas principalmente durante o tratamento. Caso isso não ocorra o clareamento pode ficar comprometido”, salienta o dentista.

Cuidados posteriores

Para manter o novo sorriso, a pessoa precisa evitar o cigarro e ter cuidado com o que ingere. Não é indicado consumir alimentos ácidos (que têm o pH baixo) e que mancham os dentes, além de bebidas que têm o pH muito baixo, como energéticos, refrigerantes, vinho e sucos em pó. “Tudo o que você vê no seu prato, vai estar no seu dente. Por isso é importante não exagerar em comidas e bebidas muito pigmentadas.

Leia também: Comprar WhiteDent bula

Durante o tratamento (aplicação do gel) também há uma restrição alimentar de cerca de três horas após a utilização da moldeira, o que é chamado de dieta branca, na qual o paciente não deve ingerir alimentos pigmentados”, esclarece Carlos Loureiro. Outras dicas para o clareamento durar o máximo possível são: procurar sempre um profissional experiente, usar produtos de ótima qualidade, seguir as recomendações do dentista e respeitar os limites biológicos do dente (após determinado tom, não há como clarear mais).

DISTÚRBIOS SEXUAIS MASCULINOS RECONHECER E TRATÁ-LOS

As técnicas diagnósticas atuais e novas terapias médicas e psicológicas permitiram, nas últimas décadas, conhecer melhor a resposta sexual e fornecer soluções voltadas para problemas que antes eram considerados difíceis ou intratáveis. Essas novas possibilidades de tratamento dos problemas sexuais, apesar das excelentes taxas de sucesso, ainda são pouco conhecidas.

Emergiu nos últimos anos que a relação entre causas orgânicas e psicológicas pode ser muito complexa. Mesmo quando o diagnóstico de um distúrbio sexual destaca um problema orgânico, fatores psicológicos sempre podem estar presentes e, entre esses, o mais importante é o medo do fracasso . Após os primeiros fracassos, pode acontecer que o medo de novos fracassos leve a situações tão ansiosas que se tornem um fator real na manutenção do distúrbio em si. Nesta breve revisão – tirada de um artigo de Willy Pasini – explicaremos de forma clara e concisa os principais problemas , as possíveis causas e os diferentes tratamentos disponíveis hoje em dia para os problemas da função sexuais do homem , tais como falta de desejo , aversão ou fobia sexual , desejo compulsivo , disfunção eréctil (ou distúrbio eréctil), ejaculação prematura , ejaculação retardada ou impossível , ejaculação sem orgasmo (ou ejaculação anestésico), orgasmo sem ejaculação (ou ejaculação retrógrada)

Falta de desejo

O indivíduo que apresenta uma falta de desejo parece “assexual” e se comporta como se os centros sexuais do cérebro estivessem “bloqueados”. Ele não demonstra nenhum interesse pela sexualidade e, se uma ocasião erótica se apresenta, ele não se aproveita dela. A queda do desejo, em alguns casos, não envolve a resposta sexual normal. Você pode ter uma ereção válida e também um orgasmo, mas toda experiência sexual é experimentada mecanicamente, sem sentir prazer.

Saiba como o Gandrox XL esta melhorando a vida sexual de muitos homens.

  • Como se manifesta
    Esse sintoma pode se manifestar, de acordo com os casos, na masturbação, com o parceiro fixo ou com qualquer tipo de prática e parceiro sexual.
  • Causas possíveis
    Quando o distúrbio ocorre em todos os casos, incluindo a masturbação, o problema torna-se mais relevante e esconde causas orgânicas e / ou psicológicas mais profundas, como depressão ou um trauma sexual sofrido durante a infância ou na infância. adolescência. Quando ligado ao parceiro habitual, é mais provável que este seja um conflito de casal. 
    Por outro lado, quando está ligada a todas as mulheres, pode ser uma fobia generalizada em relação ao sexo feminino ou a uma homossexualidade latente.
  • Terapias 
    As terapias de droga . A testosterona só pode ser útil nos casos em que uma deficiência real foi verificada. Isto deve ser determinado por um exame de sangue. No passado, a testosterona era prescrita de maneira imprudente como uma “energia sexual”, enquanto hoje sabemos que, se introduzida de fora, quando não há escassez real, ela pode atrofiar os testículos e danificar a próstata. 
    Psicoterapias. O tipo mais apropriado de psicoterapia dependerá das causas específicas do sintoma e das características peculiares do paciente ou do casal. As psicoterapias mais eficazes são: terapias cognitivo-comportamentais, terapias psicanalíticas, terapias de comunicação com casais, terapias corporais, terapia sexual integrada de Helen Kaplan, uso de estímulos eróticos (de uso dentro de um processo terapêutico).

    Aversão ou fobia sexual

    Alguns homens desenvolvem uma recusa fóbica de sentimentos eróticos e / ou algumas atividades relacionadas ao sexo. Os comportamentos e situações sexuais mais freqüentemente rejeitados são: penetração, sexo anal, relação oral, masturbação, beijos, carícias, etc. Esses pacientes enfrentam fortes estados de ansiedade e ataques de pânico situações que despertam sua reação fóbica. A ansiedade que precede as situações “em risco” leva esses homens a evitar, a priori, qualquer ocasião ou comportamento sexual.

    • Como manifestos
      pode ocorrer, conforme o caso, para a mulher, no sentido de partes do corpo feminino, tais como a vagina, secreções vaginais, pêlos púbicos, ou em relação ao sexo em geral, incluindo as imagens eróticas.
    • Causas possíveis
      A desordem pode ser causada por inibições e sentimentos de culpa relacionados à sexualidade aprendida durante a infância em famílias muito rígidas. Em alguns casos, pode haver um medo inconsciente de prazer, de sucesso ou de intimidade em si. Outras causas configuram conflitos de um nível mais profundo. Algumas pessoas pertencentes a esta categoria inibir seu desejo, porque eles percebem como uma ameaça pelos rivais imaginários ou mulheres percebidas como perigosas (na imaginação a mulher pode assumir a forma de um ‘Mulher Aranha’, uma ‘bruxa’, de uma ‘sirene encantadora’ ou uma Amazona ‘).
    • Terapias 
      As terapias de droga . As fobias sexuais podem ser tratadas com o mesmo tipo de tratamento usado para outros tipos de fobias. Em particular, quando a fobia sexual é parte de uma síndrome fóbico-ansiosa complexa, o tratamento apropriado é o de antidepressivos de nova geração (tricíclicos) capazes de reduzir os ataques de pânico experimentados em situações de fobia. 
      Psicoterapias. A ansiedade que precede uma situação sexual fóbica pode ser diminuída com uma dessensibilização direta e sistemática para um estímulo de ansiedade. Isso requer o uso de exercícios sexuais graduais dentro de uma terapia sexual integrada ou terapia comportamental cognitiva. Muitas vezes também é necessário um trabalho de reafirmação da sexualidade em geral. Nos casos mais graves, uma terapia psicanalítica pode ser útil para ajudar o sujeito a rastrear as causas e os traumas na origem do sintoma

Woman Sek – Como funciona?

Woman Sek – Como funciona?

TEMPO DE LEITURA: MENOS DE 1 MINUTO

Neste artigo irei falar um pouco sobre Woman Sek funciona e como funciona, preste bem atenção e leia com calma para que você entenda todo o artigo.

Você quer emagrecer rápido sem fazer dietas malucas ou se matar por horas e horas na academia? Vamos entender como Woman Sek age no seu corpo com sua fórmula ativa durante 24h do seu dia.

➤➤➤ Saiba mais sobre Woman Sek

O que é Woman Sek
No momento em que você toma o Woman Sek, sua fórmula concentrada de inibidores de apetite e agem formando um gel protetor no seu estômago, impedido que a gordura dos alimentos vá para sua corrente sanguínea.

E ao mesmo tempo inibindo apetite e reduzindo a ansiedade fazendo com que você coma menos.

E os efeitos não param por aí na medida que seu organismo vai absorvendo o Woman Sek entra em ação, todo seu poder termogênico queimando a gordura corporal mesmo que você esteja parado.

E sem a necessidade de fazer exercícios físicos cansativos porém o mais incrível acontece durante o sono.

O que acontece quando tomar Woman Sek
Quando entra em ação os ingredientes aceleradores do metabolismo que possuem a impressionante capacidade de reduzir nossa gordura abdominal enquanto dormimos.

E isso tudo de maneira 100% saudável, Woman Sek usa apenas ativos naturais de ação prolongada em sua fórmula e por ser 100% natural não tem nenhuma contra indicação e não possui nenhuma restrição para o uso continuado.

➤➤➤ Saiba mais sobre Woman Sek

O que dizem os estudos sobre Woman Sek
Um estudo clínico realizado com 100 voluntários testou o Woman Sek e os resultados mostraram que, com apenas duas cápsulas por dia, os pacientes atingiram uma redução média de 5kg.

Leia também: Kifina

Somente nos primeiros 10 dias os estudos comprovaram que o Woman Sek reduz drasticamente a gordura corporal remodelando a silhueta.

O mesmo estudo apontou que os efeitos do Woman Sek foram similares aos efeitos de uma dieta Detox rica em nutrientes.

Woman Sek funciona mesmo
Chegou ao Brasil um jeito simples e extremamente eficaz de perder peso um emagrecedor dos sonhos com fórmula 100% natural com ação 24h do seu dia.

Leia também: Phytophen funciona

E que se adapta à sua rotina agora você não precisa mais sofrer para emagrecer existe o Woman Sek Perca Peso Já! Mude de vida agora!

Vou deixar o link da pagina oficial por que estava vendo alguns videos na Internet e resolvi comprar mais não veio o produto até a minha casa, então achei o site oficial e pedi de novo o produto.

Com 7 dias chegou em minha casa e não paguei nenhum frete, tomem cuidado com produtos falsos ou paginas falsas.

Lift Gold Serum Funciona?

Lift Gold Serum Funciona?

Se você veio até aqui pelo título, deve estar interessada(o) em conhecer mais a respeito desses dois produtos que estão fazendo a cabeça das mulheres internet afora.

O Lift Gold Serum e o figuram hoje como os principais séruns antirrugas do mercado, que prometem acabar com o pesadelo dos sinais do envelhecimento.

As rugas, sejam elas profundas ou finas, bem como os sinais de expressão, flacidez, olheiras e bolsas são uma assombração nas nossas vidas.

Ainda bem que há tecnologia hoje em dia para amenizar ou sumir com esses problemas. E os cremes e séruns são as maneiras menos invasivas que podemos encontrar.

Mas será que o Lift Gold Serum funciona?Será que comprar Lift Gold funciona e vale mais a pena? É o que eu vou relatar para vocês hoje através da minha experiência com as duas marcas.

Também realizei uma varredura completa sobre a repercussão e a reputação das duas empresas fornecedoras. Tenho certeza de que você vai se surpreender com o que eu encontrei a respeito.

Lift Gold Serum, A PRIMEIRA EXPERIÊNCIA
Assisti alguns vídeo no Youtube em que as blogueiras aplicavam o produto em suas mães.

Os resultados em tempo real registrados em vídeo, sem Photoshop, me impressionaram. Tanto que resolvi comprar Lift Gold Serum no mesmo instante.

Não tive qualquer problema com o pagamento ou com a entrega. Foi tudo dentro do combinado e do previsto.

Gostei muito ta apresentação do produto quando chegou, em sachês que facilitam o uso, podem ser levados para todo lugar e evitam desperdícios.

A melhor parte da experiência foi a aplicação no meu rosto. Ele tem efeito instantâneo. Sempre utilizei cremes antirrugas com ação a longo prazo.

Mas com esse produto é diferente, ele age no momento do uso. Em menos de 5 minutos ele seca e você sente aquela “repuxada” na pele, que está longe de ser desconfortável. Me senti linda!

A pele fica mais firme, lisa, rejuvenescida e sem oleosidade, parece um pêssego. O efeito matte do sérum faz com que nem mesmo o uso de bases, corretivos e pós sejam necessários.

Embora você possa usar Lift Gold Serum antes da maquiagem se preferir. Mas os efeitos nas rugas e no aspecto da pele ficam tão bons que basta um rímel, um blush e um batom para você se sentir jovem, bonita e natural.

POR QUE O Lift Gold Serum É MELHOR?
Acredito que o segredo que faz desse produto a melhor opção é a sua fórmula. Ela foi pensada por especialistas e testada por anos antes de ser entregue ao grande público.

Lift Gold Serum é uma espécie de “plástica instantânea” que dura por até 8 horas, se você não suar muito. Ele revoluciona tudo que conhecíamos a respeito de cremes antirrugas anteriormente.

Sua fórmula conta com o Progeline, uma substância que gera o lifting assim que penetra e seca na pele.

É uma solução imediata e indolor para acabar com as rugas e outras imperfeições no rosto. Com o uso prolongado, o efeito também é gradativo na melhora da firmeza na pele. Suas vitaminas, nutrientes e tonificantes agem no curto e no longo prazo.

Meu marido levou um susto quando viu os resultados na primeira vez. Ele disse que sentiu como se eu tivesse rejuvenescido de 15 a 20 anos.

Não preciso nem mencionar o quanto esse tipo de elogio joga nosso ego e nossa autoestima lá nas alturas, né?

A REPUTAÇÃO DAS MARCAS TESTADAS
Eu sei, você deve estar pensando “esse foi o resultado para você, mas cada pele é diferente”. Pois é, eu considerei isso também. Por essa razão, resolvi pesquisar a respeito da reputação das duas marcas online.

São reclamações sobre alergias, mau funcionamento, demora na entrega, entre outras.

Já o Lift Gold Serum nem sequer é mencionado no Reclame Aqui. São só elogios e mulheres satisfeitas em todo lugar que você lê sobre o produto.

Blogueiras, youtubers, digital influencers e sites especializados em saúde e beleza o avaliam positivamente.

SATISFAÇÃO GARANTIDA
Se ainda assim você não estiver convencida(o), vou te dar mais um argumento. Algo que também me incentivou a comprar Lift Gold Serum.

A empresa que criou o Lift Gold Serum confia tanto na sua fórmula que eles nos propõem um desafio. Se não tivermos efeitos visíveis com o uso do produto eles devolvem 100% do valor investido.

É satisfação garantida ou o dinheiro de volta. Ou seja, apenas tentar não nos dá qualquer prejuízo.

INDICAÇÕES E CONTRAINDICAÇÕES
O Lift Gold Serum não ter qualquer contraindicação pois ele é hipoalergênico e não provoca efeitos colaterais indesejados.

A empresa sugere que pessoas acima dos 25 anos façam uso do produto, mas não há restrições caso você seja mais jovem e já apresente marcas de expressão.

O efeito é o mesmo em mulheres e em homens também: tonificação e firmeza instantânea da pele, em apenas 5 minutos, que é o tempo que ele leva para secar completamente.

Basta aplicar o líquido nas áreas que preferir, com a ponta dos dedos, inclusive antes da maquiagem. Só evite de passar produtos oleosos em cima, pois podem afetar os resultados.

TESTEMUNHOS E RELATOS
A repercussão do Lift Gold funciona é uma das suas melhores propagandas. Basta conferir os vídeos e relatos sobre o uso do produto para conhecer mais a respeito de seu funcionamento e vê-lo em frente às câmeras em tempo real.

Leia também: Skin renov funciona

Sugiro que você veja duas postagens que estão no próprio site da marca ou nos canais da Duda Fernandes no Youtube, ou até mesmo logo abaixo:

E espero que o meu testemunho também tenha contribuído com você para tomar a decisão certa ao escolher o seu creme antirrugas.

Colágeno Hidrolisado Funciona: Tudo o que você precisa saber sobre este suplemento!

Colágeno Hidrolisado Funciona: Tudo o que você precisa saber sobre este suplemento!

Você já deve ter ouvido falar do colágeno em algum momento. Nos últimos anos ele tem ganhado cada vez mais espaço no mercado, devido aos diversos benefícios que ele oferece para a beleza e para a saúde. Ele pode ser encontrado diversas maneiras, em sachês, gelatina e até mesmo balas. Mas a melhor forma de consumir a quantidade ideal de colágeno é através de suplementos. A Colágeno Hidrolisado Funciona é um novo suplemento no mercado, capaz de trazer diversos benefícios para sua saúde e também para a beleza. Quer saber mais sobre ele? Confira as informações!

1 Onde comprar a Colágeno Hidrolisado Funciona?
2 Qual o preço? E as formas de pagamento?
3 Prazo de entrega
4 O que é Colágeno Hidrolisado Funciona? Para que serve?
5 Por que devo consumir colágeno?
6 Quais os benefícios da Colágeno Hidrolisado Funciona?
7 Colágeno Hidrolisado Funciona realmente funciona? Vai trazer resultados?
8 Enquanto tempo vou notar resultados?
9 Garantia
10 Colágeno Hidrolisado Funciona Também melhora a pele?
11 Colágeno e Musculação
12 Como devo tomar?
13 Efeitos colaterais e Contraindicação da Colágeno Hidrolisado Funciona
14 Tem registro na Anvisa?
15 Colágeno Hidrolisado Funciona no Mercado Livre
16 Enfim, vale a pena comprar Colágeno Hidrolisado Funciona?
Onde comprar a Colágeno Hidrolisado Funciona?
A Colágeno Hidrolisado Funciona é vendida somente pelo seu Site Oficial, por isso se você tem interesse em comprar este suplemento você precisa acessar o www.Colágeno Hidrolisado Funciona.com.br, escolher uma oferta, as formas de pagamento e informar um endereço de entrega. É muito fácil e seguro, já que o Site é completamente protegido.

Quer comprar agora mesmo? Clique no botão abaixo que nós te redirecionaremos para o Site Oficial com segurança.

Atenção: É preciso informar que não somos os vendedores deste produto. Somos um site sobre beleza que está apenas informando sobre ele. Para ser redirecionado para o Site Oficial da Colágeno Hidrolisado Funciona CLIQUE AQUI.
Qual o preço? E as formas de pagamento?
No Site Oficial você vai encontrar 3 opções de oferta, comprar 1, 3 e 5 potes. Comprando 3 ou 5 potes você ganha desconto e cada unidade sai mais barata. Quanto as formas de pagamento o site trabalha com cartão de crédito da principais bandeiras e com boleto bancário. Confira no print as opções e valores:

Prazo de entrega
Prazo de entrega é de 3 a 10 dias úteis. Vai variar de acordo com a região onde você mora. É importante ressaltar que o envio só é feito depois que o pagamento é confirmado e pagamentos por boleto podem demorar até 72 horas para serem confirmados.

O que é Colágeno Hidrolisado Funciona? Para que serve?
A Colágeno Hidrolisado Funciona é um suplemento de colágeno criado com o objetivo de auxiliar no processo de emagrecimento e proporcionar todos os benefícios que o colágeno pode oferecer. Ele é indicado tanto por pessoas que desejam perder pessoa quanto para pessoas que querem melhorar o aspecto da pele. Também é recomendado para praticantes de atividades físicas como a musculação.

Por que devo consumir colágeno?
O colágeno é uma proteína que o nosso corpo produz naturalmente, porém com o tempo e idade essa produção vai caindo. Quando isso acontece é importante fazer uma suplementação, pois ele é muito importante para nossa saúde e também beleza.

Um das principais funções do colágeno é dá sustentação a pele, isso porque ele é responsável por manter a células unidas. Ele também é essencial para articulações, unhas e cabelos. Uma das consequências da diminuição do colágeno no organismo é a diminuição da elastina na pele, que leva a formação de rugas e outras imperfeições como estrias.

Além disso, colágeno ajuda a emagrecer. Isso porque ele adia a fome e faz você sentir satisfeito por mais tempo. Ao seu ingerido ele ocupa seu estômago, o que faz você comer menos e assim ingerir menos calorias e consequentemente perder peso.

Quais os benefícios da Colágeno Hidrolisado Funciona?
Entre os principais benefícios de se fazer uso da Colágeno Hidrolisado Funciona podemos citar:

Combate a gordura localizada;
Controla o apetite;
Deixa a pele mais firme;
Previne o envelhecimento precoce;
Evita a flacidez;
Previne o surgimento de novas estrias;
Ajuda a combater a celulite.
Colágeno Hidrolisado Funciona realmente funciona? Vai trazer resultados?
Si! Este suplemento funciona e se usado de maneira correta trará resultados. Existem diversas pesquisas cientificas que comprovam os benefícios do colágeno para o processo de emagrecimento, assim como para manter a pele jovem e bonita, como também para a nossa saúde.

Além disso, antes de ser comercializado a Colágeno Hidrolisado Funciona passou pro vários testes para que este pudesse trazer os melhores resultados para o seus usuários.

CONFIRA MAIS DEPOIMENTOS NO SITE OFICIAL! CLIQUE AQUI!

Enquanto tempo vou notar resultados?
Os resultados vão variar de pessoa para pessoa. Cada organismo é único e reage de um maneira, por isso haverá algumas alterações de pessoa para pessoa. Porém, você veria resultados com o uso de Colágeno Hidrolisado Funciona nas primeiras semanas de uso.

Garantia
A Colágeno Hidrolisado Funciona tem uma garantia de 30 dias que funciona da seguinte maneira: você compra, testa dentro de 30 dias e se não tiver resultados o fabricante vai comprar de volta de você os postes, mesmo que este estejam abertos e vazios.

Atenção essa garantia só é válida para compras feitas no Site Oficial. Para comprar com garantia CLIQUE AQUI!

Colágeno Hidrolisado Funciona Também melhora a pele?
Sim! Pois ele é responsável pela formação das fibras que dão sustentação a pele. Dessa forma, quando temos a quantidade certa de colágeno no organismo, prevenimos o surgimento de rugas e também de estrias. Além disso, ele impede que a pele sofra com a flacidez ao longo do processo de emagrecimento.

Colágeno e Musculação
Essa proteína também é importante para os praticantes de atividades físicas, porque é essencial para as articulações. Uma pesquisa realizada com atletas mostrou que o consumo correto de colágeno melhora a mobilidade dos joelhos e quadril, e diminui a dor nessas áreas durante após as atividades físicas.

Como devo tomar?
Você deve ingerir uma cápsula de Colágeno Hidrolisado Funciona antes de almoço e outra antes do jantar. Faça sempre a ingestão com auxílio de líquidos para facilitar e acelerar a digestão.

Efeitos colaterais e Contraindicação da Colágeno Hidrolisado Funciona
Este produto não causa nenhum efeito colateral se consumido de maneira correta. Mas você deve sempre seguir as instruções de uso e respeitar a dose diária recomendada, pois qualquer coisa consumida em excesso pode fazer mal.

Leia também: Skin renov funciona

Tem registro na Anvisa?
Sim! Colágeno Hidrolisado Funciona é registrado tanto na Anvisa, quanto no Ministério da Saúde. Isso mostra que sua fabricação segue as normas estabelecidas e que seu consumo é seguro para a saúde. Confira os números de registro.

Anvisa:
Ministério da saúde:

Colágeno Hidrolisado Funciona no Mercado Livre
Caso encontre alguma oferta deste produto no Mercado Livre não realize a compra. Comprando pelo Mercado Livre, assim como por plataformas de vendas semelhantes, você pode acabar adquirindo um produto falsificado que não vai trazer resultados que você deseja e que pode até prejudicar sua saúde. Por isso não arrisque!

Enfim, vale a pena comprar Colágeno Hidrolisado Funciona?
Sim! Vale muito a pena! Pois trata-se de um suplemento testado cientificamente, que já trouxe resultados para diversas pessoas, que além de trazer diversos benefícios para sua pele ainda te ajuda a emagrecer. Sem contar que ele tem garantia de 30 dias, o que torna essa compra sem riscos.

Tem alguma dúvida, deixe seu comentário! Vamos responder rapidamente!

Womax É Bom Mesmo? – Como Emagreci 16 kG em 12 Semanas?

Womax É Bom Mesmo? – Como Emagreci 16 kG em 12 Semanas?

Você está aqui para saber mais sobre o Womax, né isso? Então, você está com sorte, pois aqui eu vou dizer tudo o que você tem que saber antes de confirmar seu pedido.

Desde que comentei que havia começado a usar o produto, muitas pessoas me mandaram e-mails querendo saber mais sobre o Womax.

Foram muitos e-mails mesmo, então, resolvi fazer este artigo para falar para você aqui os pontos mais positivos que acho importante ressaltar e detalhar aqui.

Logo, se você deseja saber mais sobre o produto, então, aposto que este artigo vai te ajudar muito, então, continue lendo, pois, aposto que este artigo vai te ajudar muito.

Já no próximo tópico eu vou detalhar mais a respeito desse produto, então, continue lendo e saiba tudo até o final.

Womax – Entendo Melhor
Agora você vai entender os pontos mais importantes a respeito desse produto.

O Womax é um produto totalmente natural e contém uma fórmula exclusiva e que tem feito muita gente mudar de vida.

Tanto que é bem comum ver depoimentos de pessoas que já usaram e tiveram ótimos resultados com o produto.

Eu mesma emagreci muito — vou detalhar isso um pouco mais para frente.

Se você já conhece outros medicamentos deve saber que existem vários e que provocam terríveis efeitos colaterais.

Esses produtos convencionais trazem mais problemas do que resolvem eles.

Já o Womax, além de auxiliam na eliminação de gordura corporal, combate vários outros problemas dos quais eu vou falar mais à frente.

Continue comigo e saiba tudo o que precisa para garantir os melhores resultados possíveis.

Benefícios Principais
Como eu já detalhei para você, o Womax funciona muito bem e é um produto natural livre de qualquer efeito colateral.

Sua fórmula contém fibras naturais que agem de maneira dupla: absorvendo todo o excesso de gordura e eliminando-as do seu organismo.

Isso já vai te ajudar a ter uma vida mais saudável, sem falar na gradativa perda de peso que você vai conseguir obter, ok?

Confira alguns dos principais benefícios que você pode conseguir obter com esse produto:

Eliminação de Gordura Localizada;
Melhora do Sistema Imunológico;
Controle do Apetite;
Melhor funcionamento das funções gastrointestinais;
Redução da Flacidez Deixando Sua Pele Mais Bonita.
Essas são as principais vantagens do produto. Realmente vale muito a pena usar, você não vai se arrepender, garanto.

Leia também: Kifina funciona

Usando o Produto…
Agora vamos falar um pouco sobre os meus resultados com esse produto.

De início, quando eu ainda estava procurando algo para me ajudar a emagrecer, eu simplesmente testava de tudo, mas não conseguia obter resultado nenhum.

Então, comecei a procurar algo que realmente pudesse me ajudar, então, foi assim que eu acabei descobrindo o Womax.

Consultei algumas pessoas que já tinham usado e elas disseram que valia muito a pena e que conseguiram perder bastante peso.

Então, eu não poderia ficar de fora e fiz o meu pedido. Quando o produto chegou já comecei a usar todos os dias.

A cada semana que passava eu conseguia notar meu corpo mudando e os resultados foram realmente muito bons.

Depois de umas 12 semanas eu tinha perdido cerca de 16,5 KG.

Eu simplesmente não esperava emagrecer tanto, realmente foi algo que mudou minha vida para sempre.

Hoje e sou outra pessoa. E é isso.

Se você deseja emagrecer de uma vez por todas e de forma natural, eu não conheço produto melhor.

Fica a dica para você.

Além disso, eu arrumei um link promocional e exclusivo para quem acessa meu blog. Para ter acesso é só clicar abaixo e aproveitar:

COMPRAR Womax COM DESCONTO

Causa Reações Colaterais?
Eu já disse aqui em duas ocasiões, mas acho importante ressaltar novamente: o Womax não causa nenhum efeito colateral.

Ele funciona de maneira bem diferentes de vários outros produtos do mercado que já usei.

Este realmente vale a pena.

Já usei vários produtos, mas o Womax é o melhor
Bem, agora você sabe bastante sobre a minha experiência com o produto. Ele realmente é muito bom e vale a pena.

Se você deseja perde peso de maneira definitiva, não tem nenhum produto melhor.

Olha que eu já usei vários, alguns até me causaram efeitos colaterais horríveis e não deram nenhum resultado.

Já o Womax é totalmente diferente, sua fórmula 100% natural, além de não causar nenhum efeito colateral como eu já cometei aqui, ele vai te fazer perder peso de maneira muito mais efetiva.

Se você realmente deseja perder peso de uma vez por todas, tenha certeza de que esse é o melhor produto do mercado.

Relatos de Quem Já Teve Resultados

Reputação no Reclame Aqui
Algo que eu sempre faço antes de comprar qualquer produto é fazer uma análise detalhada sobre ele em tudo quando é site diferente. Assim eu consigo ter um bom background de tudo e decido se realmente vale a pena investir no produto. E foi o que eu fiz.

Eu verifiquei que o Womax no Reclame Aqui tem uma reputação invejável.

Afinal, não tem nenhuma reclamação de cliente sobre ele. O que deixa a credibilidade e fama desse produto ainda maiores.

Também dei uma olhada em vários outros sites e todos os relatos era muito positivos, por isso eu acabei escolhendo comprar o Womax. Realmente vale muito a pena.

Womax: Quantos Frascos Comprar
Compre pelo menos 3 fracos, pois, assim você vai conseguir usar o produto por um bom período de tempo.

Então, vai conseguir alcançar os melhores resultados possíveis.

Fazer o Pedido de Womax com Desconto
Se estiver interessada em comprar pelo valor promocional ainda dá tempo.

Basta acessar o link que vou deixar no final do artigo. Ao clicar você vai direto para o site oficial do produto, mas com o desconto exclusivo ativado para você comprar pelo menor preço disponível.

Realmente vale muito a pena.

Falta Bem Pouco…
Desejo que este artigo tenha sido útil para você, mas se ainda tiver alguma dúvida, comente.

Este artigo foi feito para ajudar você a tomar a melhor decisão. Eu já tinha usado vários outros produtos, mas nenhum me deu resultados tão bons quanto o Womax.

Então, eu espero que você aproveite o produto ao máximo e que consiga os melhores resultados.

Como eu havia prometido, vou deixar o link com desconto logo abaixo:

Fazendo o pedido do Womax (pelo menor preço)
Para fazer o pedido não tem segredo, você só precisa acessar o link abaixo para garantir o melhor desconto possível.

Ao acessar o link você irá para o site oficial do Womax. Chegando lá é só escolher, a quantidade, preencher os seus dados e confirmar o pedido. É bem simples.

Leia também: Phytophen Anvisa

Chegamos ao final de mais um artigo. E caso você ainda tem alguma dúvida sobre o produto, deixe um comentário, ficarei feliz em te responder.

Aproveite e desejo que você tenha ótimos resultados!

Maca Peruana Funciona, Onde Comprar em 2018? (SITE 100% OFICIAL)

Onde Comprar Maca Peruana?
Descubra agora se o método Maca Peruana Funciona!

Veja essa História..

Foi muito complicado reconhecer meu problema sexual, mas percebi que Maca Peruana Funciona! Porém, este foi o primeiro passo para que meu problema fosse realmente resolvido. Reconhecer que o problema é seu realmente vai te tirar um grande peso das costas. Além disso, digo a você amigo, que minha vida mudou radicalmente depois que percebi que Maca Peruana Funciona!

Com o passar dos anos meu rendimento sexual caiu drasticamente. Minhas parceiras ficavam sempre infelizes depois das nossas relações sexuais, eu sentia extrema dificuldade em conseguir manter uma ereção e o prazer das minhas companheiras era quase zero. Maca Peruana Funciona, pois eu posso dizer que existia um homem antes deste produto e existe um novo homem após o uso dele!

Sair com mulheres e ter dificuldades em manter ereções, bem como, ejacular rapidamente, era parte da minha vida, já era normal uma mulher, após uma noite passada comigo, espalhar para suas amigas que eu era rápido ou que era ruim de cama mesmo, porém, isso tudo mudou após o uso de Maca Peruana Funciona, clique aqui e veja.

Minha autoestima masculina estava muito baixa, eu nem tentava mais chegar em mulheres. Eu nunca falava essas coisas para meus amigos, pois, ficava com receio deles também rirem da minha cara. Depois de sofrer por muito tempo calado, resolvi buscar a solução para meu problema na internet.

Ao iniciar as pesquisas pela internet, encontrei um anúncio sobre as cápsulas de Maca Peruana Funciona, porém, em um primeiro momento não acreditei que este produto poderia realmente resolver meus problemas sexuais.

Ao pesquisar mais a fundo, descobri muitos relatos de homens que utilizaram este produto, falando como suas vidas mudaram após o uso de Maca Peruana Funciona. Relatos de homens com o mesmo problema que o meu, falando que antes deste estimulante, suas relações eram desastrosas, e após o consumo, suas ereções ficaram fortes e potentes, além de ganhar energia e ter seu desejo sexual potencializado!

Descobri que o Maca Peruana Funciona, pois em sua composição existem ingredientes naturais, que irão potencializar seu desempenho sexual, vão te ajudar a controlar a ejaculação precoce e vão te ajudar a aumentar naturalmente o tamanho e a grossura do seu pênis.

Posso afirmar a você que Maca Peruana Funciona e que foi praticamente um milagre! Comecei a sentir os efeitos em poucas semanas de uso, minhas ereções foram potencializadas e ficaram mais longas e minhas parceiras ficavam me ligando no outro dia querendo um novo encontro!

Mas Maca Peruana Funciona realmente?
Maca Peruana Para Que Serve? Este produto já ajudou milhares de homens a resolver seus problemas com a impotência, com a ejaculação precoce, em não conseguir satisfazer sua parceira, ou por ter pênis pequeno, fazendo com que estes homens se sentissem bem-dispostos e bem-humorados, pois com uma vida ativa sexualmente estes problemas já não estavam presentes em suas vidas.

Além do mais, Maca Peruana Oficial, traz milhares de benefícios, pois esses homens que estavam com sua autoestima baixa, não precisaram mais passar horas em consultas médicas, nem gastar centenas de reais em medicações que a indústria farmacêutica prometem que vão resolver seus problemas, porém apenas “amenizam” e não “eliminam” os sintomas.

Jamais acreditem em produtos milagrosos que não te passam confiança. Maca Peruana Composição é um método natural, elaborado a partir de pesquisas, nas quais foram descobertas coisas que a indústria farmacêutica não quer que você descubra, isso porque não querem perder dinheiro.

Maca Peruana Funciona porque com base nos estudos de casos e através de vários depoimentos, foi constatado que Maca Peruana Formula traz muitos benefícios como:

Disposição e Energia
Combate a Ejaculação Precoce
Aumento do desejo Sexual
Você precisa saber que seu Maca Peruana Preço é quase insignificante perante todos seus benefícios! Todas essas qualidades são garantidas através de sua Maca Peruana Bula, assim você poderá averiguar que os Maca Peruana Ingredientes realmente são naturais!

Mas Maca Peruana Como Tomar é bem simples! Basta tomar 2 cápsulas antes de dormir e o recomendado é usar diariamente por no mínimo 90 dias. Como é um estimulante natural, utilizando estas cápsulas, você verá que Maca Peruana Funciona Mesmo!

As qualidades não acabam por aí, isso porque este produto possui o Maca Peruana Anvisa! Você pode tomar Maca Peruana Funciona sem medo e sem riscos!

Maca Peruana Reclame Aqui: Se você pensa que este produto possui reclamações está enganado. Maca Peruana não possui reclamações no Reclame aqui, o que deixa seus compradores mais seguros ao adquiri-lo! Não tenha dúvidas de que Maca Peruana Funciona Mesmo! Por não constar no Reclame Aqui, Maca Peruana torna-se um produto de extrema confiança!

Mas porque este estimulante Maca Peruana Oficial é diferenciado?

Além de ser um produto Maca Peruana Anvisa, o Maca Peruana Oficial é diferenciado, pois, vai ajudar você a maximizar o seu desempenho sexual, aumentando naturalmente o tamanho e grossura do seu pênis, vai ajudar você a controlar a ejaculação precoce e vai te ajudar a fazer sexo por horas! Isso tudo com uma ereção duradoura e orgasmos poderosos com muita potência.

Este estimulante, foi desenvolvido por um equipe de pesquisadores de Massachusetts (EUA), ao lado dos médicos renomados Schekman e Pauling, que são urologistas premiados. Eles desenvolveram uma Maca Peruana Formula, que é natural, para eliminar de vez a disfunção erétil, de forma muito rápida, segura e permanente.

Seus Maca Peruana Ingredientes são um complexo de raízes milenares, que já foi batizado no Brasil de Maca Peruana, conhecido também como O Viagra Natural. Segundo o Dr. Carlos Ferraz, Urologista pesquisador da USP, a Maca Peruana Formula é extremamente eficiente, porque os resultados são permanentes, causando o mesmo efeito de dilatação do Viagra, só que de forma cumulativa.

O Maca Peruana Oficial contém seus Maca Peruana Ingredientes que desintoxicam o sangue e desobstruem os corpos cavernosos, fazendo com que o pênis do homem aumente e haja a livre circulação do sangue, possibilitando a ereção de forma mais firme e rígida.

Como você já descobriu neste artigo, Maca Peruana Funciona Mesmo. Ele é um suplemento à base de raízes milenares com uma Maca Peruana Composição 100% natural e que não traz nenhum prejuízo à saúde de quem o toma.

Além do mais, esse produto possui registro no Ministério da Saúde um verdadeiro Maca Peruana Anvisa. Isso passa a garantia necessária de que o consumidor está diante de um produto que realmente é eficaz e que não é prejudicial.

Se você pensa que este estimulante é apenas para homens, não se engane! Nos homens ele vai agir dando uma maior potência em suas relações sexuais, dando ereções mais fortes e duradouras, entre outros benefícios.

Porém, nas mulheres, este produto vai aumentar a libido e desejo sexual, além de aumentar a fertilidade e melhorar o humor! Como Maca Peruana possui vitaminas B1, B2, vitamina C e vitamina E, além desses benefícios, Maca Peruana vai reduzir os sintomas da tão temida TPM! Você que é mulher vai ficar subindo pelas paredes!

Depois de saber que Maca Peruana Funciona Mesmo, vou te dizer o que me cativou e o que me fez realmente adquirir o produto! Um Maca Peruana Preço especial!

O Maca Peruana Preço especial não estará no ar por muito tempo! Como já falamos no artigo, existe um grande interesse da indústria farmacêutica em tirá-lo de circulação! Se você sofre com ejaculação precoce, disfunção erétil, pênis pequeno e impotência, não deixe de adquirir esse produto urgente!

Maca Peruana Funciona, mas qual é seu Maca Peruana Preço?

Este produto possui um Maca Peruana Preço muito abaixo do que você encontra em outros estimulantes que aumentam o apetite sexual e que são vendidos em farmácias e pela internet.

Você terá um produto com uma Maca Peruana Composição, com eficácia, cientificamente comprovada e com Maca Peruana Ingredientes que não irão atrapalhar nos outros medicamentos que você possa vir a utilizar, ou que já esteja utilizando.

Seu Maca Peruana Preço vai realmente valer a pena e te surpreender, trazendo energia, vigor e relações sexuais prazerosas em sua vida

HairLoss Blocker Funciona? Confira aqui

HairLoss Blocker Funciona? Confira aqui os segredos do tratamento da queda de cabelo

A calvície, conhecida como alopecia, é um dificuldade definido pela redução gradual e progressiva de cabelos. O tipo mais comum é a alopecia androgenética: a calvície masculina – a campeã de reclamações dos homens que, por causas genéticas, pode começar também na abril e prejudicar de modo direto a entono do pessoa. Em sua maior parte não possui cura, porém isto é quimera, também mais agora com o Hair Loss Blocker, esse suplemento ousado e com fórmula 100% natural.

Se você já está passando por este antipático hora e apreciaria de pôr um fim à calvície e restabelecer os seus cabelos perdidos, que análogo apostar no HairLoss Blocker? Saiba agora o que é esse produto que está fazendo bastante sucesso para alimentar de uma vez a queda de cabelo!

O QUE É O HAIRLOSS BLOCKER?

O HairLoss Blocker é o nome de um suplemento natural produzido para evitar a queda de cabelo e ajudar na recuperação dos fios. O produto é novidade no mercado pelas suas vitaminas e minerais em oposição a a calvície, ele promove a reconstrução capilar e funciona mesmo.

O suplemento é a partir de cápsulas compostas pela fórmula que conta com diversos generalidades, entre os quais estão: o ácido ascórbico, ácido pantotênico, zinco, biotina, magnésio, ácido fólico, groselha serva e alpha tocoferol. Todos os ingredientes de Hair Loss Blocker são naturais assim como os resultados.

Sua composto possui como finalidade complementar as vitaminas e nutrientes que o corpo masculino perde naturalmente durante do tempo, o que benefício não apenas a calvície, porém similarmente a saúde do corpo em si e o bem-estar. O suplemento age sobre as necessidades nutricionais específicas do volúpia masculino!

Nosso site é focado em dicas de saúde e bem estar e utilizamos o lugar para anunciar sobre novidades do mercado. Para acessar o site oficial, clique aqui e compre com segurança.

COMO O HAIRLOSS BLOCKER FUNCIONA?

O HairLoss Blocker, como um suplemento, funciona por meio da melhoria da saúde do corpo por meio da reposição dos nutrientes perdidos durante do tempo e similarmente do próprio dia a dia. É evidente que ele é um suplemento, sendo preciso que uma refeição saudável similarmente forneça as vitaminas necessárias para o corpo.

A composto do HairLoss Blocker pode complementar a déficit de minerais e vitaminas do corpo e contribui de modo direto no desenvolvimento de fios de cabelo mais fortes e saudáveis!

Ou seja, o HairLoss Blocker fortalecerá os fios, combatendo a queda e estimulando o desenvolvimento – sem montar que os novos fios virão mais saudáveis e bonitos.

O suplemento trabalha em 3 fases. Conheça-as

PRIMEIRO CICLO – EM ATÉ 10 DIAS REDUZ A QUEDA

Logo na primeira ciclo, modificações bastante significativas serão notadas, uma vez que já se iniciará o revigoramento do bulbo capilar que será encarregado pelo processamento de reparação do couro capilar. Isto ou seja que a queda de cabelo já começará a abandonar.

SEGUNDO CICLO – EM ATÉ 30 DIAS RESTAURA O COURO CABELUDO:

Em um mês, já será possível verificar que a porção de cabelo aumentou, afinal de contas a raiz já está crescendo de forma mais forte e sadio graças a atuação do HairLossBlocker.

TERCEIRO CICLO – EM ATÉ 60 DIAS ACELERA O DESENVOLVIMENTO:

No momento em que atingir 2 meses, a massa capilar já estará restabelecida. Os fios perdidos já estarão de volta e a queda de cabelo já terá sido combatida.